Português | English

Cartas

JESUS É A CHAVE HERMENÊUTICA – mas é preciso ser culto pra entender; né?

JESUS É A CHAVE HERMENÊUTICA – mas é preciso ser culto pra entender; né?

 

 

---------- Forwarded message ----------
From: JESUS É A CHAVE HERMENÊUTICAmas é preciso ser culto pra entender; né?
Date: 2009/3/30
Subject: Jesus: A Chave Hermenêutica
To:
contato@caiofabio.com

Caio,

 

Sobre ter Jesus como a Chave Hermenêutica, você afirmou o seguinte:

"É mais simples que pensar. Basta olhar para Jesus. Veja como Ele tratou a vida, as pessoas, a religião, os políticos, os pobres, os ricos, os doentes, os parias, os segregados, os esquecidos, os seres proibidos, os publicanos, as meretrizes, os santarrões, e o que mais você quiser..."

"O resto, meu irmão, é invenção de quem não quer lidar com Deus, consigo mesmo e com gente e prefere lidar com letras".

Isto, porém, não prescinde de um estudo, pesquisa, leituras, de livros que nos auxiliem a esclarecer o sentido do texto; não é isso?

Ou seja: não "basta OLHAR para Jesus". É preciso entender, interpretar corretamente a passagem bíblica, o que Jesus disse; correto?

Por exemplo: Quando Jesus diz: a ninguém saudeis pelo caminho... ou quando Ele fala para sua mãe: "que tenho eu contigo, mulher?!" Se isto não for esclarecido, se apenas "olharmos" para Jesus, teremos a impressão que Jesus foi ignorante com sua mãe.

Estou entendendo que o que você condena não é a leitura, a pesquisa, mas os sistemas fechados da teologia sistemática, o querer colocar Deus num pacote e amarrá-Lo. É isto mesmo?

Abraço

Ismar

___________________________________ 

Resposta:

 

Meu mano amado: Graça e Paz!

 

Ler, aculturar-se, educar-se, aprender história, sociologia, filosofia, psicologia, teologia, antropologia, ciências exatas, musica, política, etc. — sempre é bom. É bom porque é bom examinar todas as coisas e reter o que seja bom. É bom também porque cultura posiciona o homem perante a superficial sociedade dos humanos. Também é bom porque saber é poder.

Além disso, a cultura é útil ao embelezamento do pensamento, embora não o faça verdadeiro por ser belo ou bem exposto.

Quando digo que Jesus é a Chave Hermenêutica para que se compreenda a Bíblia, a Escritura judaico/cristã, bem como para que se interprete a Vida, a Existência, digo o que digo mesmo, e conforme disse e você citou.

Ora, o Jesus que mandou não saudar a ninguém pelo caminho, é também o mesmo que mandou amar até ao inimigo, e, fazer mais que os pagãos, que apenas saúdam os que os saúdam.

Portanto, pelo ensino explicito de Jesus, e pelo modo como Ele tratou até aos Seus impertinentes e caninos oponentes, ora respondendo, ora perguntando como resposta, ora provocando a fim de suscitar a verdade, ora apenas indo e curando alguém do grupo adversário sem fazer perguntas, inclusive a orelha do servo do mandante de Seu assassinato — fica claro que em Jesus ninguém é mal-tratado.

Pergunto:

Em que leitura de livro você irá ler isso, sendo que isto já está dito na Palavra?

Portanto, outra vez, Jesus é a Chave Hermenêutica até para se compreender Jesus.

É ler Jesus, com Jesus, em Jesus e para Jesus.

E ler tudo o mais assim...

Afinal, se Ele é o Verbo encarnado, tudo o que importa tem que ser apenas aquilo que Nele virou carne, sangue, ato, gesto, tema, ensino, confissão, causa, e agenda deliberada.

Sobre a mãe Dele...

Ora, você leu em Marcos que ela e os irmãos deles surtaram e o tiveram por “louco” e que por isto foram até onde Ele estava — sim, com a intenção de “prende-Lo”?

Leia. Está lá.

Ora, foi para curar esse surto de Maria e dos irmãos Dele que Ele os fez apenas parte do grupo que, em fazendo a Sua vontade, se tornava parte da Família Dele.

Afinal, era isso mesmo!...

Uma Maria desobediente seria apenas uma mãe ignorante e sem entendimento.

Adular o surto de Maria não seria amá-la e nem honrá-la.

Um filho somente honra sua mãe mediante a verdade e o amor.

Além disso, veja que uma de Suas ultimas palavras fizeram provisão de cuidado para com a Sua mãe. Foi por isto que João cuidou dela até o fim.

Quando Jesus disse as coisas que disse, você realmente crê que Ele intencionava que Seus discípulos fizessem cursos adicionais a fim de poderem entender a Sua Palavra?

Mano, se fosse assim Jesus não seria suficiente!

Se fosse assim Jesus seria o Mediador entre Deus e apenas os homens cultos.

E mais:

Se fosse assim a cultura seria de fato o Espírito Santo de Jesus.

No entanto, saiba:

Paulo, que era o apostolo judeu menos judeu de todos, pela liberdade que tinha no Evangelho, não usava a Bíblia do V.T. quando pregava para pagãos, mas apenas se houvesse judeus no grupo, ou, pelo menos, pessoas afeitas às antigas Escrituras judaicas.

Do contrário, ele falava de como ele, Paulo, encontrará Jesus; e não insinuava que os pagãos precisassem conhecer o Velho Testamento a fim de se esclarecem melhor.

Paulo entendia que conhecer a História e a cultura judaica tinha valor relativo.

Para ele um pagão precisava apenas crer em Jesus; o que de inicio acontecia pela persuasão da Palavra pregada, e, também, pela demonstração do Espírito Santo, em poder e prodígios de libertação.

Era assim que era.

Para Paulo, quanto mais “bárbaros” fossem os povos, melhor; pois, não tinham as ilusões dos judeus crentes de mesmos.

Quem sabe ler, ou, então, sabe ouvir, sempre com o coração, e sem juízo preconcebido, esse, pela mera leitura sem seqüência, e pela simples observação de COMO Jesus tratava a tudo e todos, saberá se posicionar conforme o Evangelho.

É o que a minha longa experiência de observação de milhares e milhares de genuínas conversões me permitem garantir a você.

Infelizmente não dá pra fugir!

O tempo da fuga acabou!

Quem quer, pega; quem não quer, larga.

Mas que é assim, isso é; e quem me garante é Deus em Jesus; é a Palavra; e é até o diabo, que treme quando alguém crê e aceita tal fato; posto que daí em diante o diabo deixe de ter na Bíblia um instrumento satânico para desfigurar Jesus com as coisas que ou eram Sombra, ou, então, eram a perversidade justa do olho por olho e dente por dente; que, como se sabe, somente promove um surto oftalmológico e dentário, visto que o resultado de tal prática apenas deixa o mundo inteiro no mínimo caolho e no mínimo banguela.

Os índios Yskariana entenderam isso. Os caboclos iletrados, porém sábios na fé, também entenderam isso rápido.

Os simples entendem com simplicidade!

Afinal, a simplicidade é a salvação humana do simples de coração.

Ora, Jesus se dedicou mais aos pobres e simples também porque eram eles os que melhor entendiam sempre que entendiam.

Leia também:

DISCÍPULOS DA HERMENÊUTICA DA SOMBRA DE JESUS

JESUS: A CHAVE HERMENÊUTICA

PAULO E SUA ESTRANHA HERMENÊUTICA

UM "DEUS" ESPELHO MEU - A HERMENÊUTICA DA CONVENIÊNCIA

O CRISTO ESQUISOFRÊNICO?

O QUE É CANÔNICO?

UMA AULA DE HERMENÊUTICA

ACERCA DE MINHA METODO-LOGIA HERMENÊUTICA

No corpo dos seguintes textos você também encontrará mais alusões ao nosso tema:

QUANDO CONCORDO, TENHO MEDO; QUANDO DISCORDO, TAMBÉM!

O CRISTO ESQUISOFRÊNICO?

O QUE É CANÔNICO?

DESCONSTRUÍRAM A MINHA FÉ--PASTOR "B"

DESCONSTRUÍRAM A MINHA FÉ

BENTO SOUTO: UM TESTEMUNHO SOBRE A MORTE DO MITO E O NASCIME

UMA REPORTAGEM SOBRE O ENCONTRO DA IRMANDADE VIRTUAL EM SAMP

UMA AULA DE HERMENÊUTICA

PENITENTIUS TEOLOGICUS

ME EXPLIQUE O QUE NINGUÉM ME EXPLICA!

PSICÓLOGA QUER MAIS...(II)

DEVO AJUDAR COM BENS A QUEM ME AJUDA NO ESPÍRITO?

Receba meu beijo carinhoso!

 

Nele, que é a Chave e o Deposito de todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento de Deus,

 

Caio

31 de março de 2009

Copacabana

RJ