Português | English

Cartas

XIMENES, O CONTADOR DE HISTÓRIAS!

XIMENES, O CONTADOR DE HISTÓRIAS!

 

 

 

 

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: XIMENES, O CONTADOR DE HISTÓRIAS!

To: contato@caiofabio.com 

Sent: Friday, September 05, 2008 1:30 PM Subject: Ximenes, o mediador!

 

 

 

Olá Caio.

 

Outro dia estávamos reunidos eu, os pastores da zona sul de Recife e o nosso amigo e Bispo Alexandre Ximenes. Nossas reuniões são muito agradáveis e redentoras, e em meio a agrados e redenções, Ximenes entrou com algumas histórias suas.

 

Dentre tantas arrebatadoras, ele contou uma de uma mulher possessa que você olhou com tanto amor em seus olhos que ela não quis mais olhar. E que você abriu mão da glória que o diabo quis te oferecer naquela hora e, em nome de Jesus de Nazaré, mandou aquele demônio pro seu devido lugar.

 

Depois desta e outras histórias, saí daquela reunião com o coração desejoso de amar mais meu Salvador Jesus.

 

O Ximenes nos contou que sempre admirou muito o seu amor por Cristo. Isso mexeu muito comigo!

 

Sabe Caio, não te conheço pessoalmente, mas é como se conhecesse. Te conheci pela primeira vez em algumas pregações tuas, mas principalmente no livro Cura das Feridas Interiores. Nunca cri que o homem veio do macaco, mas, naquele dia, quase cri. Rsrsrsrsrsr! É que me sentia um macaco. Fui concebido por um "erro" dos meus pais, segundo a minha avó. E ela resolveu num belo dia da minha infância, depois de uma manhã que brincava com meus amiguinhos, me comunicar isto.

 

Ela me disse que eu não deveria ter nascido porque atrapalhei a vida do meu pai e de minha mãe.

 

Daquele dia em diante passei a crer naquilo e sempre me senti inferior a tudo e todos!

 

Confesso que isto me acompanhou até mesmo alguns dias depois que conheci a Cristo. Até que li este seu bendito livro!

 

Cara! Quando Deus me disse através de ti que eu podia não ser um projeto da minha mãe, pai ou quem quer que seja, confesso que estiquei a coluna e gritei para o meu coração: EU SOU UM PLANO DE DEUS!

 

Tirei as vestes de "macaco" e vesti a da nova criatura em Cristo, e passei a dizer por aonde ia a mesma coisa.

 

Hoje pastoreio uma igreja no Recife.

 

É isso meu amado irmão!

 

Sempre admirei o teu trabalho e hoje mais ainda, porque você saiu do "gueto gospel".

 

Quando a reunião terminou pensei:

 

Deus usou o Ximenes como um mediador para nos abençoar com as histórias de Cristo na vida do Caio!

 

Grande abraço e paz!

_________________________________________

 

Resposta:

 

 

Meu amado irmão: Graça e Paz!

 

 

 

O Alexandre é amigo há muitos anos. Trabalhamos juntos na Vinde. Sempre fomos amigos, e isto em meio a tudo e em todas as horas e circunstancias. Ele é um desses amigos que não precisa de choque fraterno para se sentir vivo e amado. Ele sabe que o que é, é.

 

Quando eu era jovem, me recordo que prazer de pastor era encontrar os amigos uma ou duas vezes na semana, e, juntos, edificarem-se contando histórias de fé e de fato; e que eles tinham visto e ou ouvido, e que muito haviam edificado as vidas de alguns, e que, agora, eram objeto de uma leitura de carta viva por parte de pastores que se alegravam na fé simples.

 

Hoje, em geral, reúnem-se para tentar suscitar inveja nos outros em razão de suas glórias de números e estatísticas, e, sobretudo, mediante a lista de relacionamentos importantes, feitas da proximidade do Prefeito, do Governador, dos Senadores, Deputados, Vereadores e empresários da cidade.

 

Hoje em dia “benção” é “poder”; e se assim não for, não é benção.

 

E mais: poder é “poder” humano, de influencia, de importância, de gloria, e de reconhecimento público.

 

Poder do Espírito Santo é coisa do passado. Hoje tudo isto foi substituído pelo marketing e pelas redes de relacionamento, tipo G12.

 

Outro dia um irmão que hoje está no Caminho e que antes estivera na vereda de um lobo, sendo seu gerente geral, me disse que ele, o lobo, há um tempo atrás, foi a São Paulo acompanhado de outros três dos grandes lobos do Brasil, fazer um curso de manipulação de massas, com grande ênfase em hipnose de grupo, pois, dizia ele: “Homem de Deus tem que saber usar todos esses recursos!

 

O herói dessa moçada nem deveria ser o antiquado Benny Himm, cujos truques já estão velhos desde o filme “A Loop of Faith”, ou, em português, “Fé Demais Não Cheira Bem”, com Steve Martin. Não! Eles deveriam admirar um novo mágico, chamado Cris Angel, e que até anda sobre as águas.

 

Não queira ser um deles. Por isto, fuja desses; pois, como disse Paulo, “as más conversações corrompem os bons costumes”.

 

Receba meu abraço e o transmita aos amigos do Recife. Um especial no Alexandre!

 

 

Nele, que nos chama para a glória de Deus e não para a abominável glória dos homens,

 

 

 

Caio

 

Nove de setembro de 2008

Lago Norte

Brasília

DF