Português | English

Cartas

UMA SEMANA DE DESCANSO!

UMA SEMANA DE DESCANSO!

 

 

 

UMA SEMANA DE DESCANSO!

 

 

 

Estou cansado, sem energia, e sem vontade de escrever ou fazer qualquer outra coisa.

 

O cansaço é físico e emocional. Os braços estão descaídos e a alma em fastio.

 

Parece que toda energia usada e sacada para enfrentar a passagem de meu pai para o Senhor e também para sustentar a todos de minha casa após a partida dele, me deixou agora drenado, exausto e sem forças.

 

Não estou me importando com isto. Sou humano e tenho tentado ser honesto com o fato de que de 1998 para cá passei por muitos e pesados eventos viscerais.

 

Assim, confessando a drenagem de meu corpo e emoções, comunico a todos que durante toda esta semana não escreverei aqui no site, mas apenas “chamarei para novidades” muitos textos do “fundo do site”, a fim de serem lidos por quem apenas lê o que posto em Novidades. Isto porque a grande maioria não se dá ao trabalho de garimpar “no fundo da mina”.

 

Hoje também fiquei drenado com a notícia de uma perversidade praticada por um ex-filho na fé. Sim! Alguém que gerei em Cristo, mas que amou mais os poderes deste mundo e do mundo da “igreja” do que o Evangelho da Verdade.

 

Ele tem falsificado informações, ameaçado os fracos para que façam o que ele manda, e tem usado de astúcia maligna para conseguir os seus intentos. E como o que ele está fazendo magoa coisas que meu pai fez com todo amor e dignidade, as dores que tais notícias me têm causado tornaram-se umbilicais no meu cansaço.

 

Que o Senhor não lhe impute tais injustiças, pois, caso lhe seja imputado o que ele vem fazendo, grande será o juízo que pesa sobre ele.

 

O dia de hoje para mim está acontecendo no espírito de II Timóteo capítulo quatro. Leia e você entenderá.

 

Eu, todavia, caminharei com meu espírito focado Naquele que é minha força, alegria e esperança!

 

Assim, portanto, oro ao Pai:

 

Senhor de minha vida:

 

Busco Teu amor e almejo me refazer na força de Teu poder.

 

Tu vês as tramas dos homens e sabes que não é reto o intento de seus corações.

 

Eu, todavia, me refugio em Tua bondade, pois em Ti estão todas as minhas fontes.

 

Diante de Ti estão todas as coisas e todas as causas. Confio na Tua justiça e me entrego a todo o Teu Bem.

 

Alegra minha alma, ó Senhor, pois ela está cansada. Fortalece meu espírito, visto que é do Teu Espírito que vem a luz da Vida que ilumina o meu caminho. Amém!

 

 

 

Com todo carinho e amor Nele,

 

 

Caio

 

22/01/08

Lago Norte

Brasília

DF