Português | English

Cartas

UMA AMIGA PARA OUTRA: SERMÃO DO CAIO NA CETEDRAL

UMA AMIGA PARA OUTRA: SERMÃO DO CAIO NA CETEDRAL

De: UMA AMIGA PARA OUTRA Data: 05/11/04 23:36:48 Para: A OUTRA AMIGA Assunto: SERMÃO DO CAIO NA CETEDRAL Minha irmã, que bom você ter me lembrado que seria hoje, à noite. Fui. Cheguei um pouco atrasada, mas cantei louvor, e ouvi o sermão desde o princípio. Caio Fábio é, sem dúvida, um iluminado. Um evangelizador que lança mão de considerável bagagem cultural (conhecimentos de Psicologia, de Sociologia, de Letras, de Política, de Filosofia), para dar conta de sua missão. Ele faz um paralelo, discreto, sutil, mostrando que os ensinamentos de Jesus são simples, diretos, avassaladores. E, mencionando Mateus, Pedro, fez-nos repensar (e repensar) cada palavra do "Pai Nosso". Culminou o sermão encorajando-nos a perdoar com o coração, com os olhos, definitivamente, e simplesmente porque nosso Pai Eterno nos perdoa por caminhões e montanhas de pecados; e ainda nos dá essa Graça do perdão. Caio levou-nos, induziu-nos, a vivenciar, experimentar, gozar do céu, que está dentro de nós, sem apenas esperar a volta do Senhor Jesus, que para ele, Caio ( e eu já havia pressentido isso), está de volta a cada dia de nossa vida. Fui aos prantos. Ele me fez ver o quanto andei magoada e me sentindo a "boazinha" injustiçada. É, tenho de ir mais profundo na graça do perdão. Não podemos guardar rancores nem mágoas. Devemos falar francamente com o (a) irmão (ã) . Se ele (a) não aceitar o diálogo, devemos levar o assunto à Igreja; e isto em casos extremos apenas; e tem que ser algo contra nós. Mas o estimulo é para “ganhar” o irmão, não para perdê-lo. E o melhor mesmo, é dar de presente a certas pessoas, o livrinho do Caio Fábio sobre o perdão. Bem, o e-mail se estendeu além do que eu desejava. Boa-noite, minha irmã. Até amanhã, se Deus assim o permitir. ____________________________________________________________ Resposta: Minhas querida amigas: você que escreveu e você que me enviou a carta recebida. O Evangelho é simples mesmo, porém é de cortante simplicidade. O Evangelho é tão chocante que a fim de não levá-lo à sério a gente inventa doutrinas. O cerne do Evangelho é a Graça de Deus, e, em sendo assim, seu maior fruto é o perdão. Fiquei feliz que as coisas tenham entrado em você com a devida força da Graça. Espero você e todos o que puder levar até lá, todas as terças-feiras, a fim de que a gente continue, juntos, crescendo no amor de Deus, e que só se manifesta como tal na consciência daquele que se sabendo perdoado, perdoa, sempre. Esta é a grande libertação! Um beijão para vocês! Nele, em quem temos todo perdão, Caio