Português | English

Cartas

UM AMIGO DO ABELLARDO RAMEZ II ME ESCREVEU

UM AMIGO DO ABELLARDO RAMEZ II ME ESCREVEU

-----Original Message----- From: Gilberto Sent: terça-feira, 9 de setembro de 2003 15:45 To: contato@caiofabio.com Subject: Contato do Site Mensagem: Olá pastor Caio! Esta é a primeira vez que lhe escrevo depois que o site entrou no ar. Já havia lhe escrito um tempo atrás, até o Abellardo recebeu um e-mail meu, mas eu sei que ele deveria estar numa viajem daquelas. Por falar nisso, ainda não li As Tábuas de Eva, mas isso é só uma questão de tempo. Visito o site desde que entrou no ar, praticamente todos os dias. Como uso o computador na empresa, os finais de semana ficam em branco. Já li tudo, e reli muita coisa. É muito bom! Antes do site, eu entrava nos sites de busca, e digitava seu nome, mas só vinham notícias antigas. Aí eu inventei o nome do seu site atual, e vez por outra clicava prá ver no que dava...e um dia deu! Apareceu um "Em Breve", e de lá prá cá foram uma seqüência de acessos que eu nem imagino quantos. É bom saber o que está lhe acontecendo atualmente, e isso não é apenas curiosidade, é muito respeito e admiração. Nunca o julguei. Sei que não é preciso dizer isso, pois, se escrevesse o contrário não o perturbaria, mas é que dá nojo de ouvir o que dizem por aí, e quando falam de quem a gente gosta, a coisa aperta na garganta. Caímos, pois, vivemos. Levantamos porque Ele nos levanta. Continuamos andando porque Ele é o Caminho. Falamos enquanto andamos, porque a nossa língua se encheu de júbilo. Ficamos como quem sonha, quando a nossa sorte foi restaurada. Olhamos tudo. Não perdemos nada que passa diante dos nossos olhos, pois tudo é vida. E o que é, é. Isto é tudo, e tudo é. Não temos tempo de colocar bancas na beirada do caminho, pois, o Caminho é vivo. Misericórdia para quem não se vê como hebreu neste Caminho, e pensa que pode se estabelecer com suas tendas de arrogância e hipocrisia, chamando os que passam, para que entrem e se banqueteiem da comida de porcos que eles encontraram longe da casa do Pai. Báh! Quanta coisa que sai num só fôlego! Mas fica tranqüilo que eu tô na paz. Isso é só o que fica gravado na retina da gente. Tem gente acha que tá por cima, mas essa altura eu tô dispensando. É a altura de ficar em cima do muro, e lá é uma posição vomitável. Mudando de assunto, eu tô orando pelo seu pai. Deus é bom! E tudo coopera para o bem...fácil dizer...melhor é crer! Um dia desses eu lhe escrevo sobre o meu pai. Ele foi promovido ( foi para o céu) há 5 meses. Dá uma saudade danada. Mas Deus é bom!...e como a gente crê...tudo coopera para o bem....como é bom crer! Tenho vontade de ficar escrevendo....mas sei que o seu tempo é apertado...e este e-mail é mais para chegar até você ( para um gaúcho até escrever você fica estranho, o nosso negócio é "tu" ). Sei que ele vai chegar como tantos chegam. Não se preocupe em responder-me, eu tô no site todo dia, e na oração também. Mas assim que tiver um tempinho de folga, envie-me um e-mail. Finalizando ( até que um dia esse cara vai parar...tá pensando isso, né ), já li o Nephilim 3 vezes, e quando o Abellardo fala sobre a ambigüidade é uma coisa muito doida; como se diz aqui no Sul: é muito tri! Se quiser me escrever mais sobre a ambigüidade, fique à vontade. Chega! Um abração, Tô orando pela sua mãe também... Deus é bom! Até mais... Gilberto