Português | English

Cartas

UM ABRAÇO ETERNO ENTRE VOCÊS

UM ABRAÇO ETERNO ENTRE VOCÊS

----- Original Message ----- From: Simone To: cafecomgraca@caiofabio.com Sent: Thursday, May 06, 2004 9:22 PM Subject: Contato do Site Mensagem: Caio, Eu tinha de te escrever este e-mail, pois sei que este tempo é de luto e como precisamos dele! Sabe, quando você me confortou quando te mandei um e-mail em 05 de janeiro, eu me tornei realmente outra pessoa. Confesso que ainda estou numa espécie de "coma espiritual", mas o peso já saiu das costas. Quando fiquei sabendo do Lukas, pensei: "Ai meu Deus, o Caio não merecia isto!". Até chorei porque sei exatamente a sua dor, e só quem passa por isso, realmente sabe o que é. Agradeci a Deus por sua maturidade espiritual e já esperava isto. Mas a amputação é eterna, nem uma "perna mecânica" poderá te fazer esquecer da "perna" que um dia foi tua, que fazia parte de você. Quando sonhei com meu filho nos braços de Jesus e Ele me dizendo que o meu sofrimento tinha de vez acabado; pude tê-lo em meu colo e beijá-lo e acariciá-lo; a sensação foi de eternidade, e é uma sensação que certamente jamais experimentaremos neste mundo doido em que vivemos. Desejei que você tivesse um sonho parecido, de que, quando abrisse teus olhos, visse o Lukas sorrindo para você e que vocês dois se abraçassem por uma "eternidade". Eu creio nisto e sei que esta é uma felicidade que só nós, que perdemos nossa parte, poderemos sentir; isto é um previlégio! E é realmente essa esperança que me dá forças para continuar.... Um beijo no seu coração, Simone ____________________________________________________________ Resposta: Querida amiga e irmã no Senhor Jesus: Um abraço eterno! Já demos muitos abraços, eu e ele, nesses ambientes do coração, do sonho e da imaginação! Ele sabe que eu sei que ele está para além de tudo aquilo que eu posso chamar de bem e bom. Estou tranqüilo, pacificado, e grato. Quanto ao seu carinhoso suspiro de “o Caio não merecia isto”, quero dizer que é verdade: “eu não merecia isto”; sim, porque recebi o que não merecia, recebi Graça, esse favor maravilhoso poder ter a alegria de viver na Terra sabendo que um de meus filhos já me precedeu no gozo eterno. Realmente eu não merecia; pois, apesar da dor, sou um pai que ante-goza o céu em meu filho; e, de fato, é demais para mim; era impossível pensar que seria bom; mas depois que aconteceu, é impossível pensar em algo melhor para ele e para nós. Eu amo a soberania de Deus! Haveria algum lugar melhor, mais seguro, mais definitivo e mais novo? Haveria melhor cenário, maior beleza, mais surpreendente tesouro? Haveria graça maior do que ser absorvido por ela, Nele, sem perder a consciência, antes ganhando-a de verdade? Haveria outro lugar onde um pai apaixonado desejasse ver seu filho? Ele está na assembléia dos justos aperfeiçoados, na igreja dos primogênitos, e faz parte da nuvem de testemunhas. Em meu filho, uma parte de mim mergulhou na Consumação. Um grande abraço, com muito carinho e gratidão pelas suas orações. Nele, em quem todos estão vivos, Caio