Português | English

Cartas

TUDO BOM, TUDO GOSTOSO... — então, meu marido entra na prostituição na Internet!...

TUDO BOM, TUDO GOSTOSO... — então, meu marido entra na prostituição na Internet!...

 

----- Original Message -----

From: TUDO BOM, TUDO GOSTOSO... — então, meu marido entra na prostituição na Internet!...

To: contato@caiofabio.com

Sent: Tuesday, May 12, 2009 6:35 PM

Subject: Preciso de ajuda

 

Querido Caio Fábio!

Vim conhecer seu site em um momento meio conturbado da minha vida, atrás de respostas e consolos.

Li bastante sobre pornografia e casamento neste site e é exatamente este problema que estou enfrentando.

Descobri a mais ou menos dois meses que meu marido via pornografias na Net - fotos e filmes; quase enlouqueci nesse momento, mas esfriei a cabeça e me ofereci para ajudá-lo. Tudo bem, não foi tão fácil, mas estava lutando para não julgá-lo. Mas depois de um mês descobri que ele entrava em site de bate papo de sexo; até trocou telefone com uma mulher e conversou com ela duas vezes. Se eu for contar como descobri tudo isso vai demorar muito.

Fiquei muito magoada e tive uma crise de ansiedade; fui parar no pronto socorro; hoje estou tratando uma depressão e um transtorno do pânico.

Nosso casamento sempre foi muito bom, nossa vida sexual também, sempre inovava e fazíamos coisas diferentes e divertidas. Era muito feliz, amava muito e me sentia muito amada. Temos uma família; duas filhas maravilhosas; e eu não quero que nada destrua isso.

Sinto que já o perdoei, pois sempre penso em não julgar, mas minha auto-estima está péssima; choro muito em saber que ele fantasiava com outras mulheres, enquanto eu achava que ele me achava o máximo.

Agora estou muito triste em saber que não sou tão amada e desejada como eu achava...; isso não sai da minha cabeça; tenho tido várias crises de pânico e preciso tomar remédios muito fortes.

Sinto que ele está muito arrependido e gostaria que isso nunca tivesse acontecido. Mas como eu mudo minha cabeça e confio em mim novamente para que eu possa ser feliz novamente.

O que faltou eu fazer para satisfazer meu marido?

Muito obrigada desde já...

___________________________________

 

Resposta:

 

Minha querida amiga: Graça e Paz!

 

Quem disse que ele não ama você, que não deseja você, que não é feliz com você, e que não saberá viver sem você?

Há décadas que atendo homens... Homens que amam e desejam as suas mulheres, mas que, por alguma obrigação macha, enfiam o pinto onde nem acham que seria uma boa fazer...; isso apenas até do ponto de vista do que fosse uma “tentação”...

Ora, isto sempre foi assim, não com todos os homens, mas, infelizmente, com uma boa parte... E mais: antes de haver Internet.

Hoje, com a Internet, o que aumentou, além da exposição facilitada que se tem a qualquer tipo de maluquice — se for loucura o que se procure na Net —, também foi a indução ao acesso... Sim, pois, se antes um homem como o seu marido, que tem mulher e filhas [e as ama], tivesse a curiosidade de saber “como as coisas andam com as mulheres fora do meu casamento”..., a menos que ele tivesse amigos acostumados ao bordel, e insistentes no levar... — dificilmente ele iria... Agora, entretanto, ninguém precisa nem sair do assento... Basta um www.qualquer e a pessoa está dentro de uma “sala de swing virtual” ou dentro de uma sala de “sexo virtual”...  

Assim, mesmo um homem que ame a sua mulher, se dado ao tempo decorrido ele viver aquela crise que pergunta a ele mesmo: “Você acha que as mulheres ainda estão vulneráveis à sua pegada?” — pode embarcar no engano pela mera curiosidade...

Depois que se entra e sai e ninguém descobre, naturalmente a pessoa vai desenvolvendo uma “sombra”; aquele área secreta; aquele encontro na penumbra; aquele ponto cego para os outros, mas que passa a ser o vício silencioso do homem que não quer escândalo, porém, apenas excitações diferentes; nem tanto pelo objeto do excitamento, mas sim da “aventura” da experiência nova.

Toda essa coisa da Internet como mídia de pornografia ou sexo, tem muito a ver com a infantilidade sexual das pessoas.

É muito como aquela coisa de ficar de binóculos vendo as vizinhas peladas nos apartamentos da frente...

Se alguém perguntar: “Você quer trocar a sua mulher por alguma delas?...” — o cara dirá: “Deus me livre!” Porém, mesmo assim, por uma curiosidade adolescente não esgotada, o individuo arisca o que tem e o que vale, dando a si mesmo a auto-indulgência de apreciar de modo compulsivo aquilo que ele mesmo sabe que não faz a vida acontecer, mas apenas o risco da perda se tornar possível...

Quase toda compulsão sexual é suicida!...

Sinceramente, há muitos casos aqui de maridos viciados em prostituição que começa na Net e segue para o Motel com regularidade... E, em muitos casos, digo às mulheres que tolerar aquilo pode ser o fim da auto-estima delas... No entanto, quando penso no seu marido e sinto o espírito de sua narrativa, não me parece que esse seja o caso...

Ou seja:

O que sinto é que esta doença não é para a morte!...

Na próxima 2ª feira à noite, a Vem e Vê TV reprisará um programa que foi ao ar ontem, dia 12, ao vivo [de 15:30 às 17:00; a represe é à noite; veja na programação da TV], e que trata de questões diversas, todas como a do seu e-mail.

Sugiro que você assista. O nome do programa é “Papo de Graça”.

Entretanto, chame-o e diga a ele que você não tem como manter o casamento se ele continuar com essas coisas, pois, para você isto é sério; tão sério que deixou você nesse estado de fragilidade perigosa, pois, a permanência nesse estado atual, pode condicionar sua alma e seu cérebro ao circuito das tristezas na mente, e, então, sair do processo é muito problemático, e, por vezes, um longo processo.

Assim, recomendo a você o seguinte:

1.    Tome os remédios. Não tente levar esse touro na unha... A vantagem do remédio é a distensão do processo mental fixado na dor do acorrido; diminuindo a insistência dos pensamentos que tendem a se fixar numa hora assim... Ora, tudo o que você não necessita é de um estado de depressão que se torne crônico.

2.    Recomende a ele que também procure assistência de um terapeuta. Não um desses malucos da psicologia que dizem que o cara tem que fazer e liberar todos os seus sentimentos, desejos e vontades... Desse tipo ninguém precisa, pois, já basta ter o diabo como conselheiro e carne como gravetos secos para atear o fogo... Ele precisa de um terapeuta sério, e que o ajude a ver as origens dessa pulsão infantil...; ou, ainda: a causa dessa necessidade de expressão da curiosidade sexual...; ou, ainda: a razão de ele ter cedido ao fascínio da interatividade virtual sedutora...

Com relação à sua auto-imagem, digo-lhe:

Se você visse a quantidade de mulheres/miss e completamente desejáveis a um homem ou a todos, mas que, apesar disso, vivem o mesmo drama que você vive hoje — logo você perceberia que tal coisa nada tem a ver com você, mas exclusivamente com ele, com a imaturidade dele e com o infantilismo de uma sexualidade ainda insatisfeita com o que a mente julgue serem “proibições” sem sentido, posto que ele diga: “amo a minha mulher, e só estou tirando onda...”

O que ele tem que ver é que ele mesmo não seguraria a onda se fosse você quem estivesse falando de pinto e de pepeca com os estranhos na Net.

Portanto, sem que você acabe o mundo por tal razão, no entanto, um susto brabo ele tem que tomar...

Desse modo, diga a ele que ele está perdoado, mas que a brincadeira acabou...

Enquanto isto..., perdoe-o mesmo; e, como prova disso, mesmo que no inicio com dores e sustos, volte a se dar a ele com liberdade; e não deixe que ele se iniba pela culpa; pois, agora, o maior perigo é que tanto a intimidade de vocês se prejudique pela culpa dele, como também a espontaneidade do sexo; visto que um homem culpado, quando não seja um cínico, perde o rebolado, não sabendo nem mais onde segurar para seguir, tamanha é a vergonha.

Mas não deixe que a loucura da infantilidade sexual dele acabe com você, pois, VOCÊ NÃO TEM NADA A VER COM ISTO!

Todavia, um Charles e uma Camila podem fazer uma Lady Di ficar doente, achando-se a mulher mais estranha do mundo, apenas porque o marido privilegiou uma velha fixação em um objeto sexual, o qual ficou maior pela impossibilidade..., não necessariamente pela verdade do amor entre os amantes...

Desse modo, não existe a questão “Onde eu errei para o meu marido ter feito isto?

Quem errou foi ele!...

O que você fez de errado além de ser a melhor mulher que você pode ser para ele e suas filhas?

Assim, pare com essa pergunta que nem Deus faz a Si mesmo [sendo Ele Todo-poderoso, e você não], e apenas prossiga; sem permitir que pela raiva, pela vingança ou pela auto-estima baixa, você mesma se dê o direito de brincar da mesma coisa apenas por vingança, apenas para ver se ele segura a onda...

Sabe o que acontece quando a mulher, zangada, decide fazer a mesma coisa?

Ora, alguns homens morrem de dor... E perguntam: Por quê?

Outros, porém, seja pela indiferença, seja pela culpa de fazerem o mesmo, aceitam o fato; e, alguns, quando são viciados mesmo na história, acabam dizendo para a mulher: “Viu..., meu amor? Não mexa em nada; não prejudica a gente!” E, não raramente, alguns começam, a fim de mostrar que é tudo muito bobo e tolo, a sugerir que a própria mulher entre na brincadeira com ele... Desse modo, muitas mulheres me escrevem dizendo que cederam, e, quando viram, já estavam em uma roda de swing transando com um monte de malucos igualmente tarados...

Todavia, não desista do seu casamento...

Vocês têm futuro, também porque têm um bom passado...

E se ele ama você como creio que ame, o susto irá deixá-lo longe disso.

Peça a ele, entretanto, que leia o meu site com você.

Há muita coisa aqui que pode ajudá-lo a entender a si mesmo nesse processo...

Abaixo postarei alguns links relativos ao tema para que você leia e entenda o processo, assim como para que você veja que dos males, o seu ainda é dos menores...

Receba meu beijo, carinho e orações!

 

Nele, que nos permite passar por tais vales a fim de que aprendamos que o Bem de nossa vida é Um só,

 

Caio

13 de maio de 2009

Lago Norte

Brasília

DF

LINKS:

MULHER VICIADA EM PORNOGRAFIA!

PORNOGRAFIA E TARA: MEU MARIDO QUE ME VER NA CAMA COM OUTRO

MEU MARIDO VÊ PORNOGRAFIA, MAS NÃO ME ‘TRAÇA’...

MEU MARIDO É VICIADO EM PORNOGRAFIA. COMO AJUDÁ-LO?

CONSELHOS A UM JOVEM PASTOR!

CONSELHOS A UM JOVEM PASTOR!

MEUS PROBLEMAS: INSEGURANÇA E PORNOGRAFIA

ESTOU VICIADO EM PORNOGRAFIA VIRTUAL

SOU VICIADO EM PORNOGRAFIA E PROSTITUIÇÃO!

ESPÍRITO DE PROSTITUIÇÃO E DE ADULTÉRIO: UM FENÔMENO GLOBAL!

ANDEI FAZENDO “BICO” NA PROSTITUIÇÃO GAY

SOU VICIADO EM PORNOGRAFIA E PROSTITUIÇÃO!

E O MARIDO DELA? – CARTA: "TIVE UM CASO ERÓTICO-VIRTUAL"

FUI PEDIR UM CONSELHO E ACABEI TENDO UM CASO ERÓTICO-VIRTUAL

ABORTOS E ABORTEIROS DE AMOR - CAIO E BENTO SOUTO

TRAIÇÃO VIRTUAL: UMA VIRTUDE?

 

ESTOU VICIADO EM PORNOGRAFIA VIRTUAL

PORNÔ-MENTALIDADE VIRTUAL

QUAL A SUA VISÃO SOBRE A INFIDELIDADE VIRTUAL