Português | English

Cartas

TENHO UMA AMIGA VICIADA DESDE O NASCIMENTO

TENHO UMA AMIGA VICIADA DESDE O NASCIMENTO

-----Original Message----- From: TENHO UMA AMIGA VICIADA DESDE O NASCIMENTO Sent: segunda-feira, 21 de junho de 2004 03:28 To: contato@caiofabio.com Subject: Oi... Olá Pastor, Graça e Paz... Estou lhe escrevendo após visitar seu site várias vezes... Passei a conhecer o seu site após o ocorrido com o seu filho, através da minha tia, que posso dizer que é uma "fan" sua. Vim até aqui ler o que você e sua família escreveram em homenagem ao Lukas e achei lindo, me apaixonei por cada texto. Agora toda vez que posso venho aqui dar uma olhada, nos textos e também nas perguntas que são feitas, além das mensagens que edificam... Mas hoje resolvi escrever porque sinto no meu coração ter que ajudar uma pessoa que vive lutando contra os vícios. Eu a conheço a pouquissímo tempo, mas vi em seu olhar um pedido de ajuda que me comoveu. Essa pessoa tem um coração bom, mas sua vida foi dura desde de pequena... Infelizmente conheço poucos detalhes que possa passar para você, mais acho que as informações que tenho ajudarão a conhecer um pouco dessa vida! Pelo que soube na sexta-feira (18/06), após ela ter uma recaída, ela perdeu o ânimo. Foi para ela como um balde de água fria! E pensar que muitas vezes eu ter reclamado da minha família, sem imaginar o que muitas pessoas passam nas suas... Graças à Deus tenho minha família debaixo das mãos do Senhor... Conheci um pouco a realidade que muitos estão passando todos os dias, em um mundo de trevas e ruínas. Bem, darei o nome dela como "Maria"... "Maria" nasceu no Rio e seus pais, pelo o que eu sei, eram pessoas envolvidas com diversos tipos de drogas. Num certo carnaval com muita droga e alcóol na cara eles a conceberam e 7 meses depois a tiveram. Prematura e com vestígios de drogas no sangue, conseguiu sobreviver... Convivendo com os pais e seus "amigos", "Maria" começou a beber com 6 anos de idade, e aos 11 já era viciada em cocaína. Enfrentou várias situações nas quais os envolvidos eram sempre bem mais velhos do que ela, homens e mulheres de 35 em diante, e que eram sempre "amigos" de seus pais... Depois de alguns anos e depois do divórcio de seus pais, a situação era tão grave que ela veio morar aqui em minha cidade. Seus pais “aceitaram a Jesus”, mas acho que eles não souberam lidar com a situação dela. Hoje ela está morando sozinha em um quarto de pensão porque seu pai não a quer em sua casa, e obviamente sua mãe também não. "Maria" vive aqui tentando dar um passo entre uma recaída e outra. Na sexta-feira, ela não agüentou...depois de ter tentado se matar a 15 dias atrás... teve uma recaída de dar dó! Antes ela chegou pedir ajuda à mãe, mas esta lhe negou qualquer tipo de ajuda, e o pai fez a mesma coisa... Ela foi até a psicóloga da igreja pedir ajuda, e lá ela encontrou essa ajuda que a livrou de uma overdose. Também entregou algumas trouxinhas de cocaína e as seringas, e pediu para ser internada mais uma vez. Não sei ainda que decisão tomará o Pastor da minha igreja que a está ajudando, mas sei que quero ajudá-la a superar tudo isso... Gostaria de receber algum tipo de orientação para ajudá-la. Se você puder me responder, ficarei feliz... Pensei em procurar uma casa de recuperação aqui na minha cidade para pedir orientação, mais eu acho que eles não vão querer me ajudar, também não me custará tentar... Preciso e quero ajudar. Tenho orado a Deus pedindo capacitação, peço que Ele me use, que coloque em mim a Sua vontade. Recorri até seu site, porque sei que tem experiência neste assunto, e também porque é o único pastor que conheço que tem um site no qual responde, tira dúvidas e aconselha seja qual for o assunto. Ficarei grata por uma resposta! Fique na Paz do Senhor, que Deus te guarde e te proteja de todo mal. Abraço, ____________________________________________________________ Resposta: Minha querida amiga, Não havendo boa vontade da família para ajudar, e estando a pessoa desejosa de receber ajuda, o melhor lugar é um centro de recuperação ou uma clínica especializada. Não assuma que os centros locais de recuperação não desejarão ajudar. Jesus disse que quem pede, recebe; quem busca, encontra; e que a quem bate, a esse a porta de abrirá. No entanto, saiba que uma pessoa como a sua amiga, provavelmente, necessitará de ajuda longa e contínua. E, além disso, ela deve ser ajudada a entender que terá que se tratar como dependente química para o resto da vida. O AA e o NA também são ótimos. E eles não rejeitarão a sua amiga. Todavia, de imediato, ela precisa de internação. Uma das coisas mais difíceis desta vida é ter que encarar o fato de que pode haver coisas em nós que precisam ser mantidas sob cuidado por toda a existência. Mas Jesus disse que há horas em que a gente tem que arrancar o olho, cortar uma perna, amputar uma mão...tudo para poder ter vida. Sugiro também que leia dois livros. “O amor é uma escolha”, e “A Trilha menos percorrida”. O último é de um autor chamado Scott Peck. Eles lhe serão úteis, pois também a ajudarão a ajudá-la, sem que você se torne parte da doença...Co-dependência! Também peça a ela que leia ambos os livros! O mais é aprender a oferecer um amor sério e verdadeiro, e que não poupe a pessoa de se enxergar na Realidade e na Verdade. Ela terá que encontrar vontade de viver a fim de poder ser curada. Somente a Verdade liberta. Receba meu carinho e minhas orações. Nele, em Quem há a Água Viva, Caio