Português | English

Cartas

TENHO UM CASO SEM FIM...COM FILHO E TUDO...MAS ACHO QUE ELE

TENHO UM CASO SEM FIM...COM FILHO E TUDO...MAS ACHO QUE ELE

-----Original Message----- From: TENHO UM CASO SEM FIM...COM FILHO E TUDO...MAS ACHO QUE ELE NÃO ME AMA Sent: sexta-feira, 27 de fevereiro de 2004 07:52 To: contato@caiofabio.com Subject: É COISA DE PELE... Mensagem: Pastor Caio, Que a graça e a paz de Deus esteja sempre conosco. Tenho trinta e oito anos; desde os dezenove que tenho um envolvimento emocional com uma pessoa. Da nossa relação nasceu o meu bebê que hoje tem dezessete anos. Logo que engravidei terminamos tudo; aliás, é bom esclarecer que não tínhamos um namoro, apenas um "fica". Mas o nosso filho foi muito bem assumido e assistido por nós. As circunstâncias sempre me conduziram para ele; éramos colegas de faculdade, terminamos juntos, fizemos estágio juntos, e hoje me encontro trabalhando com ele, no mesmo escritório. O nosso contato é diário...e ainda o amo muito. Acho que por tal razão o "fica" ainda perdura. Isso me traz alegrias; mas, também profundas tristezas. Ele tem um relacionamento com outra pessoa que já dura muitos anos... mas ele sempre me procura. Sei que ele não gosta de mim... Acredito que é só uma questão de "pele". Por mais que eu tente, ore, me prostre diante de Deus, não consigo me libertar. Me sinto suja, incapaz, não consigo por um fim nessa relação que tanto mal me faz. Me diga algo, por favor! ************************* Resposta: Minha querida amiga: Paz e Sabedoria! Deus criou homem e mulher para viverem juntos e se tornarem uma só carne. Vocês se tornaram uma só carne...à ponto de terem um filho. O que falta a você é serem um só espírito! Tendo a história que você tem com ele...e ainda trabalhando com ele...vendo-o todos os dias...enquanto o ama e cuida do filho que vocês tem em comum...e que já tem 17 anos...será impossível pensar em outra alternativa! De fato há relações de “pele” que são poderosíssimas. Há os que se ligam apenas pela “pele”—esses sofrem menos no caso de um dos implicados ser casado ou ter “alguém”. Afinal, é só pele. É bom...mas quando acaba o prazer...não fica dor. Há os que se ligam pela “pele”, mas apenas um ama...o outro só tem atração visceral pela outra pessoa. Nesse caso, a pessoa que ama, sofre muito mais...pois gostaria de viver junto...com o outro. Há os que se amam e se ligaram também pela “pele”, pela irresistível química da alma e do corpo—dos cheiros, dos sabores, das delícias sensoriais...etc. Ora, esses são os casais mais plenos...e sabem o que é gostoso na vida. Pela sua descrição, ele não ama você. Nem tanto por estar com a “outra”—há mais forças estranhas ao casamento ligando certos casais, que de pode entender ou explicar...mas nem sempre é amor, e sim o poder de certas circunstâncias e dependências!—, mas por não ter assumido você, mesmo tendo vocês um filho de 17 anos. Que melhor razão poderia ele ter para estar com você? Ele deve sentir uma atração louca por você. Ele “gosta” de você. Depende de você sexualmente. Mas não a ama. Pois se a amasse e estivesse “livre”, certamente ficaria de vez com você. Eu conheço muita gente que amou ou ama alguém e foi e é correspondido, mas as circunstâncias os separaram...eles não ficaram juntos...mas não conseguem se separar...talvez jamais consigam...à menos que enfrentem as “circunstancias”...e nem sempre isso é possível...sem que seja um suicídio. Não me parece ser o caso dele...pois se entendi bem ele não é nem casado com a “outra”. Também entendo a razão de você não conseguir terminar com ele. Só uma pessoa insensível imagina que isso é falta de vergonha na cara. Sim, só mesmo quem não sabe ou nunca soube o significado da “impossibilidade circunstancial” da concretização do amor pela via do casamento...não entende o seu drama...e sua dependência dele. Você o ama, o deseja, e tem um filho dele...Meu Deus! Vai fazer 20 anos que vocês estão juntos! Ainda que separados! Ora, é como se a “outra” é que tivesse sendo a parte “ilícita” do triangulo amoroso...é ou não é assim que você se sente? Mas se ele não ama você...apenas “gostando” de possuir você...então, minha querida, minha sugestão é que você dê um jeito de não trabalhar mais com ele...caso não queira mais ir pra cama com ele...Do contrário, sinceramente, será inevitável. Talvez não ir para a cama com ele seja a única maneira de fazê-lo ver o que ele realmente sente por você...pois logo ele saberá se é apenas desejo...ou se há um amor que ele não quer assumir por medo...ou por razões inconscientes...e que precisam ser entendidas...até para o bem dele. Mas se você conseguir parar de ir pra cama com ele, por favor, não saia arranjando um outro alguém. Isso faria muito mal a você...à menos que seja o fruto de amor que se compromete...e que é mútuo. Não case com o amor dos outros. É um inferno também...é só uma questão de tempo e a pessoa percebe a “furada” na qual entrou...mesmo que o outro seja gente boa de Deus. NESSE MUNDO CAÍDO NEM TODOS OS AMORES HABITAM O MESMO TETO; NEM TODOS OS QUE SE DESEJAM CONSEGUEM DORMIR NA MESMA CAMA...E NEM TODOS OS QUE SE PERTENCEM CONSEGUEM A LIBERDADE DE FAZÊ-LO À LUZ DO DIA...POIS OS OLHOS DOS HOMENS ESPREITAM...E OS INTERESSES DESTA VIDA NÃO SÃO INTEIRAMENTE EM FAVOR DO AMOR VERDADEIRO. Esta é a Queda! Nela nem todos os que se amam têm permissão para fazê-lo. “O que Deus uniu não o separe o homem...”—não é uma lei que se cumpre como se fosse a lei da gravidade...não acontece de modo absoluto. Ao contrário, é um gemido de Deus para que os homens reconheçam o amor...não o papel da Lei...e que não separem...com suas infindáveis interferências...aquilo que Deus uniu. E eu lhe digo: Deus nunca uniu ninguém que não tenha sido pelo amor! Entretanto, ficar indo para cama com um cara que só é louco por você na cama...mas que não ama você...com o tempo fará mal a sua alma. Receba meu carinho e minhas orações. Nele, que sabe a quem Ele mesmo uniu, Caio