Português | English

Cartas

TENHO MEDO DE TUDO, MAS QUERO CASAR

TENHO MEDO DE TUDO, MAS QUERO CASAR

-----Original Message----- From: TENHO MEDO DE TUDO, MAS QUERO CASAR Sent: segunda-feira, 10 de novembro de 2003 17:04 To: Caio Fabio Cc: revcaiofabio@terra.com.br Subject: ESTOU A PONTO DE DESISTIR... Graça e Bem! Querido Pr. Caio, Gostaria de mais uma vez lhe dizer que tenho sido muitíssimo abençoada e edificada através deste "nosso site". Muito obrigada! Louvo a Deus por sua vida! Bem, pastor escrevi para o senhor uns dois e-mail's, mas creio que pelo o volume de mensagens que tens recebido, não foi possível me responder, acho que ainda nem os leu. Acredito que um dia... eu tenha o privilégio de receber, nem que seja uma linha. Tenho lido muitos dos artigos e cartas; como tenho aprendido! Tem sido um verdadeiro banquete de finos manjares e um discipulado maravilhoso. Estou solteira e com 35 anos. Tive alguns namorados; procuro entender porque ainda não me casei, pois, os meus namorados (pelo menos a maioria) dizia que eu era uma "mulher para se casar". Nunca terminei um namoro por brigas ou incompatibilidade com a família (não que isso seja essencial pra se casar). Não estou querendo com estas palavras me engrandecer ou pensar que sou perfeita; pelo contrário, acredito que deve haver um enorme defeito ou algo que os assusta; ou que os desestimula no decorrer do namoro. Até tenho pensado em perguntar isso ao meu último namorado. Seria uma boa idéia? Estive lendo uma resposta do senhor a um irmão sobre "a escolha certa"; já li e re-li várias vezes. Concordo com sua posição e de Salomão, principalmente que é um mistério o caminho do homem com uma mulher. Mas, uma pergunta e uma inquietação persiste em minha alma e gostaria de compartilhar com o senhor, na esperança de ouvir palavras de sabedoria vindas do Senhor, trazida pelo senhor. Venho orando por um esposo, desde 1989, e apesar de pensar que estou madura (principalmente na idade cronológica), me sinto infantil em alguns pensamentos, e me sinto, às vezes, sem forças e a ponto de desistir de orar a Deus por este sonho. Existe o tempo de Deus? O senhor afirmou a uma irmã (a médica, lembra?) que ela precisava sair da "bolha" e se relacionar com o mundo. Tenho medo de me envolver com uma pessoa que não professe a mesma fé que a minha, pois, sempre tive em mente que marido e mulher precisam caminhar juntos, para que "caindo um, o outro ajude a levantar" e também pelos filhos. Pastor, sou muito medrosa. Creio no que Jesus diz: "o verdadeiro Amor lança fora todo medo". Mas não consigo viver isso, e a começar pelo medo de ficar "sozinha", de não me casar, e até o de morar em "cidade grande". O que posso fazer para superar "o medo"? Quanto a busca do esposo, como devo buscá-lo diante de Deus? Tenho muitas coisas para compartilhar, me sinto muito a vontade em escrever (apesar de estar me esforçando para ser entendida); talvez não sentisse essa liberdade se fosse cara-a-cara. Louvo a Deus por esse espaço! Sinto o fato de que são milhares de pessoas carentes, doentes, desesperadas... e o senhor é somente um. Muito obrigada, pelo carinho, sinceridade, transparência e o amor verdadeiro com o qual o senhor "nos trata". Também quero ser mais uma pessoa a contribuir em seus projetos, estou me organizando financeiramente para isso. Quero ressaltar que farei com muita alegria e liberdade! Deus o abençoe e continue a capacitá-lo mais e mais!! Pois com certeza precisamos desse "vaso" que Deus sempre pôde contar e usar. Fique na Graça, que sempre é abundante em sua vida! Em Jesus, nosso Senhor! ************************************** Resposta: Minha amada irmã: o Senhor é o seu marido! Inicialmente gostaria que você se lesse. Perceba o tom melancólico de sua carta. Sua desistência, inclusive de minha resposta, já revela bastante a sua melancolia. Melancolia não seduz! Você tem que tratar sua melancolia antes de tudo. Você é mulher para casar porque é honesta. Mas talvez eles desistam porque nem só de honestidade sobrevive um casamento,mas também de molecagem, doçura, faceirice, alegria, e festa! Pense nisto antes de tudo! Uma coisa que sempre me angustiou muito no meio cristão—principalmente evangélico—, é a tirania do casamento. Mulher cristã, especialmente, ao passar dos 25 anos começa a ser cobrada. Deve ser um saco! É chato de ver outros cobrarem, quanto mais chato ainda deve ser o ver-se cobrada! Você está na flor da idade: 35 anos. Ou seja: você já é mulher, de verdade. O que me pareceu é que seu problema não é atrair os homens; é mantê-los. Termina sem brigas ou discussões... Não tem problemas com as famílias dos namorados... Não entende porque os namoros não prosseguem... É medrosa, tem medo até de morar em cidade grande... Teme conhecer homens que não sejam da igreja... Portanto, minha amada, você mesma diagnosticou o seu problema: medo! Medo repele, não matem nada, é incapaz de seduzir, não se torna cúmplice, nunca se arrisca, encolhe-se diante dos primeiros problemas, julga que tudo é insuportável, e acha um horror aquilo que já não seja, de antemão, absolutamente seguro. O medo é uma droga! Por medo você não briga,mas também não ganha. Por medo você não corre riscos, mas também nada conquista. Por medo você faz sempre a paz, mas também fica sempre sozinha. Por medo você não discute, mas também nunca se deixa conhecer. Por medo você se torna passiva, e, por isso, nunca toma posse do que deseja. Por medo você deseja, mas sempre deixa a tarefa para o outro. Por medo você quer um namoro diante do Senhor, e não entende que um namoro tem que ser diante de um homem (diante do Senhor tudo é). Por medo você cozinha, mas não salga. Por medo você faz o doce, mas não come. Por medo você desiste da alegria; pois teme que ela não dure. Por medo você já chega desistindo, pois não acredita que nada valha a pena o risco. Por medo você escreve uma carta, e põe o título: ESTOU A PONTO DE DESISTIR. Minha querida, esse mundo é arriscado. Quem não corre riscos, não vive. Quem não semeia, não colhe. Quem não sofre, nada conquista. Quem não se molha, nunca vai aprender a nadar. Quem não cai, nunca vai conseguir andar. Quem não perde, nunca aprenderá a conseguir. Quem não quebra a cara, nunca terá a cara beijada. Quem não tem “alça”—boa ou má—nunca será pegada. Você sofre da ilusão cristã de que há um Isaque para todas as Rebecas da igreja. Veja: nem na Bíblia foi assim! Quanto casamentos do tipo Isaque & Rebeca você encontra na Bíblia? Eu não encontro nenhum! O que vejo é gente tentando, vivendo, acertando, errando, consertando, refazendo, pedindo algo hoje para dizer que não deveria ter sido assim amanhã. Sim! o que vejo na Bíblia é fé, é coragem, é a aposta no amor de Deus! É Sara querendo Hagar para Abraão hoje; e desistindo dela depois. É Jacó amando a Raquel e tendo que casar com Lia. É Jacó desejando a Raquel, mas tendo mais filhos com Lia. É Elcana gerendo filhos com Penina, e não com Ana, a quem mais amava—até que veio Samuel (a quem ambos não puderam criar). É Rute deitando nas coxas de Boaz! É Abigail sendo salva de um marido horrível por Davi. É Davi e Bateseba tendo que engolir lágrimas de amargura e dor por um erro cometido. É Ezequiel chorando a morte da esposa—a delicia dos seus olhos—pois que ela tornará-se uma simbolização profética do ponto de vista de Deus! É assim...sempre assim...sempre na insegurança, sempre na fé, sempre tateando, sempre andando sem medo, apesar da insegurança. Na melhor das hipóteses o que vejo é a coragem e a vontade de viver vencerem o medo e a covardia. Mas nunca sem dor e sem risco. Por isso, minha querida, sinto informar que na bolha você verá apenas nuvenzinhas coloridas, mas não verá o céu da realidade. Viver implica em coragem de ser, em disposição de acertar; e acertar tantas vezes quantas se constate que se errou. Viver é saber que a única coisa que poderia ser insuportável é saber que tudo é suportável. Eu já errei. Provavelmente ainda errarei. Mas saiba: enquanto eu estiver vivo estarei tentando. Nós não somos daqueles que retrocedem. Nossa exultação é de esperança. Nosso caminho é para frente. Portanto, saia do casulo e vá à luta. Pode ser que alguém apareça para você. Mas pode ser que você tenha que aparecer para alguém. O segredo é não ter medo de errar e nem o preciosismo de sempre acertar. O segredo é ser “próprio” em tudo. Não fuja mais. Você não pode ser esconder de você mesma; afinal, você já viu que você se perseguirá até ao fim da vida. E pior perseguição é aquela que a gente faz a si mesmo. Se seu desejo é encontrar um homem legal, a primeira coisa é ser mulher legal. Se quiser um homem de verdade, seja mulher de verdade. Se quiser...queira a ponte de conquistar. Receba meu beijo e minhas orações. Nele, Caio