Português | English

Cartas

Tenho Medo de Ser Batizado e Não Sustentar!

Tenho Medo de Ser Batizado e Não Sustentar!

-----Original Message----- From: Justo Filho Sent: terça-feira, 29 de julho de 2003 To: caiofabio@evangelicos.com Subject: desabafo Querido pastor, Há muito queria lhe escrever, mas seu programa não ia mais ao ar, e eu não tive cabeça para descobrir seu endereço na Internet. Hoje, pesquisando no sistema de Busca fiz isso, e achei vários artigos de sua autoria. Gostei de saber que está de volta pastoreando a comunidade que se reúne no Café Com Graça e que é membro da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro. Correu um boato aqui onde moro de que você tinha se mudado para os Estados Unidos, e que estava trabalhando por lá. Quando seu programa parou de ser transmitido senti um vazio muito grande; e não consegui encontrar em nenhum outro um substituto que me satisfizesse à altura. Estou tentando voltar a freqüentar minha igreja, mas não sinto à vontade nem de sair de casa. Lá na igreja fico pouco à vontade, gosto do pastor e de sua mensagem, mas... Não sei o que acontece comigo. Tenho medo da morte... Sei que devo crer na vida eterna, que Cristo morreu por mim, que Ele perdoa todos os meus pecados; sei que quem crer e for batizado está salvo; mas não tenho coragem para me batizar, já fiz um curso de batismo, mas foi a muito tempo, e não cheguei a me batizar. Assisti ao batismo de todos e tive medo de assumir aquela responsabilidade. Ontem à noite eu orei, do jeito que minha mãe me ensinou, agradeci pela minha vida, pedi perdão pelos meus pecados, pedi que Deus me ajudasse a mudar meu comportamento, mas não sei o que acontece comigo que quando minha boca fala mau de políticos, autoridades, apresentadores de telejornal, isso me dá um imenso prazer... Outro dia desejei que a televisão fosse interativa para poder jogar um copo na cara do apresentador. E a Fábrica de Esperança? Como vai? O senhor é o pastor de minha vida adulta; no senhor eu confiei na primeira vez que o vi na televisão, seu cavanhaque ficava muito bem naquele rosto bem barbeado, me inspirava e ainda inspira muita confiança. Tenho uma fé inabalável em tudo o que falava, e agora essa fé foi renovada ao saber que não foi silenciado pela mídia "global". Fico agradecido por deixar seu e-mail na página, foi muito bom saber que está de volta, e fico torcendo para que em breve retorne à televisão; sua voz é muito respeitada, e transmite confiança! Justo Filho ************************ Querido Justo: Seu carinho levanta a gente de qualquer cansaço. Que Deus o abençoe! Deixe-me responder com brevidade algumas de suas perguntas. Fiquei na Flórida entre Nov. de 98 e Nov. de 99. Sou membro da Catedral. Pastoreio aqueles que se reúnem no Café com Graça, que é uma gracinha de café! A Fábrica de Esperança existe em quem tem esperança! Os políticos merecem, muitas vezes, jarros dágua pela cara. A mídia, muitas vezes, mereceria engolir suas próprias mentiras; fosse em jornal ou vídeo cassete. A barba é sempre a mesma. Aumenta, diminui, mas tá aqui desde a primeira vez que cresceu, quando eu tinha 18 anos. O Pare & Pense ainda faz muita gente pensar. E a morte já foi vencida. Agora é só crer e descansar. Está Pago. Você é que ainda não entregou a fé. Fé não é crença. Fé, é! O Autor da fé está Vivo! Confie Nele. Você não temerá nada. E mais: você é muito culpado! Seu acusador é você mesmo! Pare de se punir com esse sentido de “justiça”, que, trabalha contra você. Justiça demais, vira justiça própria; e justiça própria impede a gente de crer na justiça que vem de Deus, mediante a fé. Se você quer ter paz, deixe Deus ser justo com todos, e, de sua parte, pratique a justiça não como mérito, mas como fruto da fé e da vida. Neste site você tem muita coisa que pode ajudar a você a entender que batismo não salva, e que a responsabilidade é sua apenas porque Deus já assumiu toda ela em Cristo. Sua responsabilidade é crer. Mas essa fé também já lhe foi dada. O que você está sentindo não é nada além de neurose religiosa. Descanse no amor de Deus por você. E navegue aqui nas águas deste mar de fé no Senhor Jesus. Um abração, Caio