Português | English

Cartas

SOU O CARA DA MULHER QUE DISSE QUE AMA, MAS TRAI…

SOU O CARA DA MULHER QUE DISSE QUE AMA, MAS TRAI…

 

----- Original Message -----

From: SOU O CARA DA MULHER QUE DISSE QUE AMA, MAS TRAI…

To: contato@caiofabio.com

Sent: Wednesday, May 13, 2009 8:17 AM

Subject: Socorro

 

 

Prezado Caio,

 

Por favor, me ajude.

 

Lembra de uma carta enviada para você em abril, à qual você postou no site com o título “COMO PUDE, AMANDO..., TRAIR?... ”. Eu sou o sujeito que foi traído por quem lhe escreveu.

Li sua resposta junto com ela, a qual achei em tudo de bom senso e equilibrada. Chorei muito, perdoei. Mas uma coisa me incomodava: sempre percebi nos olhos dela que havia mais alguma coisa, que ela não havia contado tudo, nem para mim e nem para você. Repaginei minha vida. Por amá-la demais, não cogitei seriamente em deixá-la. Além do mais, ela também me amava e, nisto, eu me fiava; havia deixado tudo para trás.

Acontece que de lá para cá, mais coisas começaram a aparecer...

Na verdade, ela tem muita dificuldade em lidar com a verdade. Só para você ter uma idéia, tudo o que está na carta ela levou quase dois meses para me contar. Disse primeiramente que havia beijado um cara no passado. Depois, que havia transado com esse cara por quase um ano, embora não tenha sido mais do que sete ou oito relações. Uma semana depois, confessou do segundo homem; mais quinze dias, o terceiro; outros quinze; o quarto...; depois da carta, surgiu o quinto, com o qual, ela não chegou a transar, embora tivesse tirado um sarro, uma única vez, quando, então, sempre segundo ela, “caiu a ficha” que não era nada daquilo que ela queria para a vida. Este último teria sido no final de 2006.

Aí, Caio, eu passei a viver em estado de permanente desconfiança com ela. Ela jurava, chorava e dizia que não tinha mais nada a contar. Eu, no meu canto, olhando para ela sem saber se podia confiar ou não.

Ontem, ela me disse que o sujeito com quem ela tivera um caso rápido de sete meses trabalha perto de sua casa, e que o caso durou na verdade 5 anos. Disse que não me contou antes para me poupar e para que nem passasse pela minha cabeça que ela ainda se encontrava com ele. A última vez, disse, foi em 2003.

Chorou como nunca. Eu a agredi... Olhei para seus olhos, pareciam livres de um grande fardo. Mas não consigo entender por que ela não me contou tudo de uma só vez, por que ficou escondendo. Fico agora em estado de permanente alerta, pensando que ela sempre se encontra com ele, embora ela jure que não. Se apegou à Bíblia, diz que em nome de Jesus é outra pessoa, que tem cinco anos que não faz sexo com outro homem, que descobriu que eu é que sou tudo o que ela quer na vida. Todavia, os seus juramentos passados sempre foram falsos, todos eles. Não sei se posso confiar nela, se ela é capaz de falar a verdade ou se, a qualquer momento que ela disser que quer conversar comigo, outra bomba virá.

Estou sem norte, passando mal, completamente desorientado, com nojo dela, sem vontade de trabalhar, estudar, tomar banho, viver, enfim...

Será que uma pessoa assim conseguiu mudar de fato?

Será que se eu casar com ela eu correrei o risco de tudo acontecer novamente?

Pode surgir a sinceridade num coração desses, Caio?

Por favor, me ajude.

Me diga alguma coisa, qualquer coisa que aponte na direção que devo tomar – o perdão como última tentativa, mesmo com a possibilidade de o buraco, como diz o adágio, “ser ainda mais embaixo”...; ou luto com todas as forças e o restinho de dignidade que ainda me resta para esquecer e tentar tocar a vida...

Também ore por mim. Estou com o coração cheio de mágoa, ressentimento, ódio, vontade de fazer alguma coisa muito ruim, como se isso fosse de alguma maneira me aliviar.

Um beijo para você.

Aguardo ansioso a sua resposta.

Muito obrigado. 

_________________________________________

Resposta:

 

 

Meu irmão: Graça e Paz!

 

Sim, ela deveria ter confessado tudo, mas não o fez; e não o fez por que é uma desgraça; por que é como meter a faca no próprio fígado; por que é como pular de cabeça no abismo esperando que um anjo pegue a gente no meio da queda...

Ela fez errado; mas, sinceramente, dá pra entender... Afinal, ela já estava contando o que julgava acabaria o relacionamento de vocês, e, por infantilidade, medo e covardia, julgou que se houvesse mais histórias, de mais tempo..., você não iria mais perdoá-la... Daí o encobrimento!...

Se creio que quem traiu pode se converter?...

Ora, se eu não cresse não responderia estas cartas e nem diria o que digo; posto que, mesmo tendo vivido uma vida limpa e reta, sem sacrifícios para ser limpo, de súbito, de repente, meu coração me traiu, e, traído pelo coração, traí...

E mais: traí a quem não amava, mas também traí a quem amava... Portanto, sei por mim mesmo que uma pessoa pode amar e trair...

Traição não tem a ver necessariamente, especialmente no macho, com falta de amor pela mulher da gente. Muitas vezes é até a certeza de que não se ama o objeto da traição o poder que faz continuar..., por mais ilógico que pareça.

Eva não pegou do fruto porque estivesse apaixonada, mas porque estava seduzida pelo poder de pegar...

Sim, muito do que acontece nessa área é apenas manifestação do velho poder de poder... “Eu posso. Portanto, pegarei... E ninguém vai se prejudicar...”

A decisão é sua. É você quem a conhece.

Eu, todavia, dado o fato de que ela parece muito arrependida, daria uma outra chance. Mas tem que ser uma chance mesmo, sem passado, sem acusações, sem cuspidas na cara...

Se não puder ser assim, creia: não vale a pena!...

E mais:

Para que haja algum sentido você tem que confiar nela. Sim, confie nela.

Então você diz: “Mas você quer que eu corra o risco de ser um corno manso e tranquilo?”

Claro que não... Você não é, não foi e nunca será um corno manso, pois, quem ama nunca é corno manso... O corno manso é aquele que precisa..., ou o que não liga..., ou o que tem medo de perder a pessoa..., por isto aceita reparti-la...  

Além disso, como tenho dito muitas vezes, ecoando a minha mulher, quem é traído não é o traído, o traído é justamente o traidor, posto que ele é que se traia, e a mais ninguém.

Sugiro que você leia os seguintes links do site:

TRAIÇÃO E MEDO DE PERDOAR!

FANTASMAS DE UMA TRAIÇÃO

TRAIÇÃO VIRTUAL: UMA VIRTUDE?

SEPARAÇÃO SEM TRAIÇÃO, MAS NÃO SEM MUITA DOR...

NÃO CONSIGO PARAR DE TRAIR MEU MARIDO... (I E II)

QUERENDO AJUDA PARA TRAIR MELHOR?

PERDÃO: ENCARNAÇÃO DA GRAÇA!

SEM PERDÃO NÃO HÁ SALVAÇÃO!

DECAIR DA GRAÇA

PERDÃO - A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA

O PERDÃO COMO DES-CRIAÇÃO

PERDÃO POR NÃO ESTAR AÍ--LINEU VARGAS

PAULO: O PERDÃO LIBERTA

A GRAÇA COMO BUMERANGUE: O QUE VAI, VEM!

SE JÁ SOU PERDOADO, POR QUE PEDIR PERDÃO?

SEM CHÃO E SEM FÉ PRO PERDÃO - I E II

SERÁ QUE TENHO QUE PEDIR PERDÃO?

 

Espero que você leia os links todos.

Leia meu site com regularidade.

Receba meu amor.

 

Nele, que o iluminará,

 

Caio

13 de maio de 2009

Lago Norte

Brasília

DF