Português | English

Cartas

SOU FILHA DE CRENTE MAS VIREI GAROTA DE PROGRAMA

SOU FILHA DE CRENTE MAS VIREI GAROTA DE PROGRAMA



----- Original Message ----- From: SOU FILHA DE CRENTE MAS VIREI GAROTA DE PROGRAMA To: contato@caiofabio.com Sent: August 04, 2005 Subject: Um desabafo... Caio, você é pastor e é amigo de pecadores. Só isto me faz escrever pra você. Sou uma filha de pastor que se tornou ou se “converteu” em garota de programa. Sei lá o que foi... Um dia eu decidi que homem não presta, porque eu via meu pai trair minha mãe com mulheres de dentro e de fora da igreja dele, e também tive dois namorados muito ruins, que me traíram também. O primeiro era evangélico, mas o outro não era nada. Tinha 17 anos quando perdi a virgindade. Não gostei de sexo. Depois tive um sexo melhor com o segundo, mas foi até eu descobrir que ele transava com a minha prima também. Fiquei morrendo de ódio. Tenho duas irmãs. A mais velha sabe de tudo... Ela diz que me entende. Não sei explicar nada direito. Sei que um dia uma amiga me disse que mulher que não consegue gostar de homem dá bem pra garota de programa. Fiquei pensando muito naquilo. E quanto mais eu pensava a vontade crescia. E não era sexo. Eu nunca tive prazer na minha vida. A vontade eu acho que era pelo dinheiro e também raiva. Sei lá. Está fazendo dois anos que fiz o primeiro programa. Faço uma média de dois por dia. Só não faço nada domingo, mas também não vou a igreja. Me lembra tudo de ruim, me lembra meu pai. Minha mãe era muito massacrada, traída, e tudo mais que acontece. Mas é verdade que eu transo sem prazer. Também não namoro porque tenho muita vergonha. Encontro uns clientes melhores. Dá até vontade de gostar de alguns. Mas então eu lembro que sou garota de programa, e me bloqueio pro cara. A maioria é homem casado. O que eu faço Caio? Para eu deixar esta vida só se encontrar um homem que goste muito mesmo. Outro dia encontrei um cliente que me deixou meio apaixonada. Mas foi o único. Ele nunca ligou mais pra mim. Não sinto culpa também. Mas confesso que me sinto suja. É muito esquisito. Uma amiga que já foi de igreja evangélica que faz programa também foi que falou desse site teu pra mim. Gostei muito de como você trata as pessoas. Como se diz entre as garotas você é um homem que a gente faz de graça. Desculpe o modo de falar. Não foi com maldade não. Acho que quero dizer é que você faz a gente se sentir melhor, mais gente. Sei lá (rsrsrs). Desculpe porque não sei nem o que perguntar pra você, e não posso nem dizer o que foi que você passou pra mim. Acho que é só um desabafo. Eu dava aula na EBD. Hoje sou uma mulher que vende o corpo. Meu pai eu acho que ele desconfia, mas nunca falou nada. Acho que ele tem medo das pessoas da igreja dele saberem o que eu faço com o meu corpo. Já passei uns tempos fazendo programa em Londres. Voltei e continuei aqui. Mas acho que você não liga de receber uma carta sem pergunta, né? Ia esquecendo de falar que fiz um ano no seminário e dois anos de psicologia. Mas parei tudo pelos “programas”. Como já te disse não sei porque falei essas coisas. Até outra vez. Seja feliz. Eu vou passar sempre aqui no site pra ler alguma coisa. Meu site é diferente do seu (rsrsrs). Ore por mim se lembrar. Será que eu mereço sua resposta? Obrigado. Estou me sentindo bem só de falar. Você não liga se uma garota de programa desejar bênção pra você, né? Abraço ________________________________________________ Resposta: Minha querida amiga: Graça e Paz! Você disse que não fez pergunta alguma, embora o teor inteiro de sua carta seja uma questão por inteiro. Ou seja: Você diz que não gosta de sexo (e deu suas supostas razões); e diz que por não gostar de sexo, faz programas. Porém, senti o tempo todo em sua carta a dor que sentem todas as mulheres que não conhecem o amor. Sim, porque se você um dia tivesse conhecido de fato o amor, você jamais conseguiria ser garota de programa. Na realidade, o que senti, é que você é traumatizada pela imagem masculina, e teve em seu pai e nos seus dois namorados os fixadores desse não-sentir-desejo pelos homens. Ora, faz todo sentido que uma mulher que não goste de ninguém e nem mesmo consiga ter prazer, “trabalhe” sem muito sofrimento quando decide ser garota de programa. Digo isto porque creio que nenhuma mulher que um dia tenha de fato e de verdade amado e sido amada, consiga ser garota de programa com essa suposta “isenção” que você diz possuir. Sua carta é ambivalente. Se de um lado você diz que não gosta de sexo e nem de homem; de outro lado, você transparece o tempo todo que gostaria de conhecer o amor. Muitas foram as suas “certezas” e “camuflagens”. Porém, aí dentro de você, há uma mulher que deseja ser amada e ser de um homem só. Se você for honesta mesmo, você vai confessar isto como verdade dentro de sua alma. A questão é que você se “bloqueou” e assumiu o “bloqueio” como sendo parte de sua “natureza”; e não é. Ou seja: quanto menos desejo pelo amor, mas fácil é o sexo; e quanto mais sexo sem amor, mais a impossibilidade de amar se instala em você. E mais: você diz que não tem culpa mas se sente suja. Outra ambivalência. Na realidade, possivelmente, você não sinta muita culpa moral, mas, inevitavelmente, você carrega uma dor psicológica que se faz mostrar como sensação de sujeira. O pior é que quanto mais você faz sexo de programa, mais fechada você fica. E, assim, mais incapacitada de despertar amor em quem quer que seja. O ciclo é perverso: você não sente nada por ninguém e não gosta de sexo, então, usa o sexo como coisa boba para ganhar uma boa grana. Porém, quanto mais você faz isto, mais fechada você se torna—e a incapacidade de ter prazer é a demonstração disso—; e, em razão desse fechamento, você, que vive de sexo, não consegue despertar nada em ninguém; e isto porque você ficou sem alma. Então você diz que somente o amor de um homem poderia tirar você dessa. No entanto, nenhum homem amará você porque você faz as coisas sem amor. Desse modo, quanto mais sexo sem amor, menos chance de um dia haver amor no sexo. Você não disse sua idade, mas permita-me chamá-la de “minha filha”, e dizer a você o seguinte: 1. Pare com isto. Isto vai acabar com sua alma. E o seu caso é grave, posto que muitas garotas de programa são bem mais afetivas do que você. Não ache que você passará “imune” por esse corredor polonês de homens que usam você apenas como “objeto”, sem que você se “objetifique” para você mesma; e isto conforme já aconteceu a você. O “me sinto suja” vem daí. Isto porque o que você está fazendo é um agravo à sua alma, muito mais do que ao seu corpo; ao contrário do que as garotas de programa dizem: “Ah, não significou nada pra mim!” Sim, porque não há nada sem significado para a alma. Até aquilo que é “dês-significado” no consciente de muita gente, é, todavia, dês-significadamente cheio de significado no inconsciente, nas camadas da alma. Portanto, pare de pensar que isto não tem significado porque na realidade o “dês-significado” é aquilo que “significa” como morte para o ser da gente. 2. Pare com isto também porque enquanto você estiver nesse ciclo, você será s sua própria prisão. Ou seja: você estará fadada a nunca amar e ser amada mesmo; posto que para não sofrer na utilização de seu corpo num ato sexual, você diz a você mesma que não ama, e, assim, se impede de amar mesmo. 3. Pare com isto também porque enquanto você estiver alugada pelos “clientes”, você jamais terá a chance de encontrar um “amador”. Sim, minha filha, porque o amor é amador. Sua chance de amar está nos “amadores”, tanto literal quanto simbolicamente. Percebi que sua educação foi razoável; e, portanto, creio que você é capaz de entender o que estou dizendo a você. Quanto ao mais, digo-lhe que não só aceito sua bênção, como também preciso dela. Só não aceito a benção dos Fariseus. Quanto a eu ser alguém acerca de quem mesmo as profissionais diriam que fariam de graça, desejo dizer que é assim a vida. E, desse modo, reafirmo o fato de que na vida tudo o que vale a pena a gente faz de graça. Assim, saiba: eu faço tudo de graça, porque sou filho da Graça, e creio que os frutos do amor são concedidos, nunca vendidos. Jesus disse que muitas meretrizes precediam os fariseus nos reino dos céus. E com isto, Jesus não apenas disse o que disse, mas também ensejou a possibilidade de que muitas meretrizes entendam certas coisas antes dos fariseus. Assim, na esperança do que Jesus disse, eu oro a Deus que você entenda o que estou dizendo antes dos muitos fariseus, que parecem sempre retardados para discernir as coisas. Por último, quero que você saiba que sem que você perdoe seu pai, nenhum progresso acontecerá em sua alma. Se você quiser ser curada dessa inafetividade, comece por perdoar o seu pai. E honre-o. Ora, honrar pai e mãe é melhorá-los em nós mesmos. Portanto, melhore seu pai em você! O mais, leia o site como você disse que já lê; e, eu sei, Deus iluminará o seu entendimento. Receba meu carinho e minha reverência pela sua alma! Nele, em Quem você encontrará seu verdadeiro Pai, e Nele experimentará o amor ainda na terra dos viventes, Caio