Português | English

Cartas

SONHEI COM SUA TOGA E UMA CARCAÇA...

SONHEI COM SUA TOGA E UMA CARCAÇA...

-----Original Message----- From: Nirleide Piedade Machado Sent: sábado, 1 de novembro de 2003 03:48 To: contato@caiofabio.com Subject: SONHEI COM SUA TOGA SEM SABER DE NADA Mensagem: OLá Caio, Graça e Paz! Visitei seu site pela primeira vez, nem sabia que existia. Estou sem sono e resolvi navegar. Achei seu site. Muito jóia! Sou batista e esposa de pastor. Bem, pastor, quase tive um choque quando li sobre seu sonho com sua toga, pois acredite ou não eu tive um sonho similar na época dos acontecimentos tristes para todos nós, e que aconteceram. Eu o ouvi pessoalmente apenas uma vez, na IEFA, em SP, quando na ocasião o irmão pregou sobre e contra as famosas Quebras de Maldições, que estavam na moda no momento. Naquele dia, fui muito abençoada, juntamente com meu marido. Voltando ao sonho: sonhei, mais ou menos o seguinte: Que o irmão procurava sua toga, num corredor muito estreito e numa construção antiga; abria várias portas até que encontrou uma sala, onde a porta era extremamente baixa, e o irmão precisava se abaixar para atravessá-la. Assim que uma senhora que o ajudava a procurar a toga abriu essa porta, havia portas como que de armário, e numa dessas portas estava sua toga; e o que me impressionou foi o fato de sua carcaça estar lá dentro. Em seguida seu olhar ficou triste, mas disse que pregaria assim mesmo, e que não precisava deste aparato para pregar. Em seguida eu via um púlpito antigo, desses de madeira, e dos dois lados havia homens vestidos como magistrados, em pé, e, de repente, o irmão começou a surgir da própria madeira do púlpito. Acordei subitamente, também trêmula, e contei o sonho ao meu marido, que não acredita muito em sonhos..., mas eu tive naquele momento a certeza da sua “ressurreição”... Eu havia sofrido com as notícias ao seu respeito. Quando pela primeira vez alguém comentou o fato, eu disse, “não, ele não!”; e, acredite sofri muito...talvez por ser esposa de pastor e enfrentar dificuldades que nos levam a temer a mesma coisa. Hoje quando li sobre seu sonho eu comecei a chorar, lembrando do meu. Como o irmão interpreta a questão da carcaça, isto foi o que mais me impressionou? Oro para que o Pai te conduza em triunfo sobre todas as coisas passadas e futuras e que Sua Graça (como gosto desta palavra!), preencha sua vida onde houver necessidade. Com carinho, P.S: na ocasião do sonho eu não sabia que os presbiterianos usavam toga para pregar, meu marido foi quem me contou, depois de eu ter relatado o sonho a ele. ***************************************** Resposta: Minha querida amiga: Paz! No meu sonho havia muito mais detalhes que eu narrei aqui no site. Um deles é que havia uma “carcaça” dentro de minha toga, e ela estava grudada de modo in-arrancável de dentro da toga. De fato a toga estava pendurada num desses guinchos de açougue e meu corpo, apenas o dorso, estava grudado na roupa. Era meu, mas não era eu. Eu estava sem aquilo, porém intacto. Seu sonho é uma impressionante continuação do meu. A cada dia que passa eu sei que todos nós nos comunicamos muito mais do que todos nós sabemos. Está tudo conectado. E sonhos como o seu—de outra natureza constitutiva, é claro—, eu tive vários; e muitos também tiveram comigo. Em alguns deles pessoas sonharam à partir do ponto em que meu sonho havia parado—e vice versa. Minha carcaça? Bem, ela era o que me protegia, minha justiça própria, e que, Graça a Deus, já não preciso mais. Tive que perder a carcaça a fim de poder ter a apenas a justiça de Cristo me cobrindo para sempre! Quanto a sair da medeira do púlpito, espero que seja uma bela imagem moderna do cajado de Arão que floresceu na presença de Deus! Receba meu abraço, carinho e orações. Nele, Caio