Português | English

Cartas

Site e Doçura!

Site e Doçura!

Querido mano Caio: No momento em que escrevi essa saudação, algo dentro de mim me disse: "não será intimidade demais com alguém com quem você nunca nem sequer falou?"... Mas esse sentimento dura segundos e novamente volta a alegria interna de poder chamá-lo assim... Na semana passada escrevi outro e-mail para o seu site. Esta semana, senti o mesmo desejo! E você nem conseguiu ainda responder ao primeiro... Mas a culpa não é minha. Quem se dedica a ler as cartas que você recebe...acaba celebrando na alma o gozo de ver tanta doçura de alma sendo direcionada a você! Ficar neste site por horas lendo todos os artigos, sua agenda, coisas do Café, opinião, tem sido pra mim uma experiência deliciosa todos os dias. Por Deus: chego no escritório, ligo o computador e antes de acessar os e-mails do deputado de quem sou assessor..e vou direto ao CAIOFÁBIO.COM, encher minha alma de doçura e viver o dia na certeza de que só o amor pode realmente curar a gente... O amor de Deus, o amor de quem fala com a gente assim, dessa forma, "arregaçada" , franca, que entra no site e diz o que quer... É bom saber que na Igreja brasileira existem lugares assim; é bom saber que o mais fariseu dos evangélicos pode entrar no seu site e, não sustentando a "carranca" diante de tanta doçura, se deixa vencer pelo amor. Neste sentido, este site é uma Igreja! muito mais pessoal, com personalidade, com um senso de "comunidade" (sensação de conhecer, de sentir a mesma coisa que o outro escreve). Sei o quanto doeu, mas foi bom, querido mano Caio!!! Você está mais vivo que nunca, com palavra sábia mais que nunca antes, num lugar (este lindo site!) que agora suporta você, acolhe você, liberta você dos bezerros de ouro que o Templo sempre construiu. Que bom, querido mano Caio, saber que é você quem responde, dá até pra ver os erros de português que, de vez em quando aparecem... E, honestamente, já não importa nem a resposta! O que importa é o desabafo de quem nem sempre também encontra um lugarzinho cheio de Alma... A semana que vem vou escrever de novo. Me desculpe... mas foi uma das grandes delícias deste ano descobrir este lugar e tomar um Café com graça na Graça de quem se descobre aqui co-irmão no limite, mas principalmente, co-irmão em Cristo... Eu te amo, mano Caio! Até semana que vem, ah-ah-ah...