Português | English

Cartas

SERÁ QUE FREUD EXPLICA? – um sonho!

SERÁ QUE FREUD EXPLICA? – um sonho!

 

 


----- Original Message -----
From: SERÁ QUE FREUD EXPLICA? – um sonho!
To: contato@caiofabio.com
Sent: Wednesday, October 04, 2006 12:52 PM
Subject: Sonho


Gostaria de compartilhar um sonho que tive esta noite. Não costumo lembrar de meus sonhos, mas este me deixou impressionado e ficou bastante nítido em minha memória.
 
Sonhei que estava em um lugar que parecia ser a sala de espera de um consultório médico. Havia uma mulher de meia idade, evangélica, morena, magra, vestida com uma blusa branca e uma saia jeans desbotada, junto com seu filho de uns 12 anos, esperando.

A mulher começou a conversar comigo; e não sei por que começamos a falar sobre igreja. A mulher começou a pedir orientações sobre o que fazer, pois seu filho não queria ir à igreja. Respondi que, dependendo da igreja, seria melhor mesmo que ele não fosse, e comecei a falar que o que se prega hoje em dia nas igrejas evangélicas faz mal às pessoas e as afasta de Cristo. Citei como exemplo o nome da "Igreja Pentecostal Deus é Amor" (embora eu considere que há igrejas muito piores, como a IURD) por causa do legalismo; e, desculpando-me, perguntei se por acaso a mulher era daquela igreja. Ela disse que sim, apresentando certa irritação. Eu disse que "o que importa é amar a Jesus e ao próximo", que Deus não se importa com igrejas, etc...

Nisso a mulher foi ficando visivelmente transtornada porque eu dizia aquelas coisas e seu filho "desviado" ouvia tudo. Ela me olhava como a um subversivo e começou a afastar-se. Eu fui atrás dela e continuei falando, no que a mulher começou a chorar. Pus-me, então, a pedir desculpas e afirmar que eu falava para seu bem e de seu filho.

Então, alguém que acredito ser a recepcionista do consultório, veio consolá-la; e eu dizia que queria apenas ajudar.

Daí o sonho acabou. Acordei com o despertador. Compartilhei com minha esposa e ela disse-me que também havia sonhado algo estranho, com vampiros e ladrões.
 
Sou cético para essas coisas, mas tive a sensação de que este sonho deve ter algum significado além de mera atividade do meu inconsciente. Será que Freud explica?
 
 
É só.
 
 
Abraço!
 
 
Hernan

_________________________________________________________________________________  

Resposta:


Amigo Hernan: Graça e Paz!


O sonho é seu; e você mesmo poderá se ajudar na compreensão dele.

Há vários tipos de sonhos. Sonhos que são reflexos do dias. Sonhos que são retratos de impressões por nós não trabalhadas. Sonhos que são explosões do inconsciente desejando falar conosco. Sonhos que profetizam psicologicamente coisas para nós, muitas vezes simbolicamente. E, por último, sonhos divinamente inspirados, conforme as narrativas bíblicas demonstram.

Muitas vezes também nossos sonhos misturam elementos diversos. Por exemplo: o lixo do dia se soma às impressões gravadas em nossa mente, as quais ainda não foram trabalhadas por nós; e, a tais elementos agregam-se explosões de nosso próprio inconsciente, como se este último surfasse nelas, tomando-as por empréstimo a fim de se expressar.

Perece-me que este é o seu caso!

Ou seja: você vê nos “evangélicos” gente sofrida (a mãe), querendo Deus (consultório médico), perdendo uma nova geração inteira (o filho “desviado”), em razão do medievalismo e do obscurantismo da atual “fé evangélica” (a igreja legalista que você citou — “Deus é amor”) —; e, por tal razão, gostaria de ajudar, de dizer o que é e o que não é, mas, na mesma medida em que tais pessoas buscam ajuda, também só querem a ajuda predeterminada, pois, do contrário, pela ignorância, sentem-se ofendidas, e ouvem tal palavra de ajuda como se fosse um desencaminhamento da fé.

Ora, este quadro é mais que real. E eu pessoalmente sofro disso todos os dias, sendo interpretado como quem deseja desviar, quando, na realidade, minha intenção é ‘in-viar’ tais pessoas — ou seja: ajudá-las a encontrarem a via, o Caminho.

Sonhar com vampiros e ladrões, todavia, tanto pode ser algo do lixo do dia (cheio de tais bichos), como também pode ser algo relacionado a alguma forma de vampirização e roubo que a alma de sua mulher detecta acontecendo nela, ou, quem sabe, na família.

Mas como disse antes, somente você e ela podem de fato discernir do que se trata. Aqui vai, portanto, apenas a pretensão de um irmão que uma vez que tenha amado outro irmão, o ama pra sempre!

 

Nele, que nos visita em sonhos, e também à luz do Sol,

 

Caio