Português | English

Cartas

Religião sem Deus

Religião sem Deus

-----Original Message----- From: Júnior Sá [mailto:kallilfeitosa@bol.com.br] Sent: segunda-feira, 6 de outubro de 2003 15:42 To: contato@caiofabio.com Subject: Contato do Site Dados: Nome:Júnior Sá E-mail para resposta: kallilfeitosa@bol.com.br Telefone:(06899786512) 0682322619 Mensagem: RELIGIÃO O que é ser um religioso? Você responderia de imediato a si mesmo dizendo: É aquele cara que vive na “igreja” orando, lendo a Bíblia, cantando e etc. O “etc” foi propositalmente colocado para que você use sua imaginação fértil, caso tenha uma mente “pura”. (risos...) “Instrumento, pelo o qual, o homem procura achegar-se a DEUS”. Este é um dos conceitos dados pela Teologia referindo-se a religião, porém, há grandes divergências sobre isso, e eu me proponho a colocar algumas. Século atrás surgiu um homem chamado Jesus de Nazaré. Um homem não muito religioso, pois, suas atitudes e, palavras, não convergiam com os religiosos da época. Em seus discursos sem púlpitos, falava de liberdade, amor, e perdão. Falava da liberdade de dogmas, de amar os outros como a si mesmo e perdoar para alcançar o perdão. Era chamado pelos religiosos de beberrão e comilão, seus primeiros seguidores, eram na sua maioria rudes pescadores, cobradores de impostos (não muito queridos) e outros. Quando começamos a estudar a história desse homem que sentiu fome, sede, no entanto, sentiu compaixão e Salvou todos aqueles que creram e crerão no seu NOME, sentimos quão diferença há daqueles que “dizem” ser cristãos, seguidores, discípulos de JESUS. JESUS pregava a verdade, sem essa de hipocrisia, soberba, culto de si mesmo, coisa que Ele se referia aos religiosos da época. JESUS não mudou, continua o mesmo, Ele é Deus, Ele é excelente, qualquer substantivo de grandeza referindo-se a Ele é pouco para descrevê-lo, porém, não se admire em saber que os religiosos continuam também os mesmos soberbos, rudes de espírito, que vivem de fazer culto de si mesmos. Depois de anos, nunca imaginei dizer, que a religião é, um instrumento que alimenta o ego do homem, que faz com que as pessoas mintam para si mesmas, que por trás de normas humanísticas fazem milhões de pessoas esconderem dentro de si, a natureza humana, que enquanto vivermos nesse mundo estará impregnada em nós. Por isso, não existem “Super Homem”, não há perfeitos, até há, mas, debaixo de uma máscara de mentira, que há qualquer momento pode cair com o vento da lei da Vida. Sem falarmos em homens e mulheres esquizofrênicos, que acham que tudo ao redor é mal, que manuseiam muito bem o “dicionário dos pecados”, no entanto, são grandes artistas na hora de camuflarem suas invejas, porfias, dissoluções, chocarrices, avareza, não misericordiosos, enfim, me poupem de gastar meus dedos para digitar essas... A religião é a instituição que substitui a instituição família. É verdade que, os religiosos são pessoas que não tiveram um passado muito limpo, eles são fruto de uma relação familiar não resolvida, que resultou em uma busca desesperada por uma liberdade num Mundo que escraviza. Pessoas que não tiveram ou não quiseram ser doutrinados por normas familiares para agora serem resolvidos pela religião. Também é verdade que a tarefa dos líderes religiosos não é fácil, quando se trata em cuidar de problemas que nem sempre são espirituais e sim psíquicos. Gostaria muito de fazer algo parecido ou até mesmo igual ao Café com Graça. O Sr. poderia me ajudar? Júnior Sá ********************************************** Meu amado: Comece reunindo as pessoas. Sem pretensões maiores que a comunhão, a oração, a adoração, a busca da Palavra e a sinceridade de ser para Deus! Um grande beijo. Caio