Português | English

Cartas

RELEMBRANDO A VIAGEM ATÉ AQUI...

RELEMBRANDO A VIAGEM ATÉ AQUI...

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: RELEMBRANDO A VIAGEM ATÉ AQUI...

To: contato@caiofabio.com

Sent: Monday, January 26, 2009 8:44 PM

Subject: VINDE TODOS QUE AS BOAS NOVAS ESTÃO NO CAMINHO...

 

 

AMADÍSSIMO IRMÃO CAIO FÁBIO...

 

Há quanto tempo...desde 1988 já o assistia pela parabólica da Vinde no salão da Primeira Igreja Presbiteriana de Rio Verde-Go...

 

Quero respeitar o seu direito de silenciar, de introspectar-se, de não se pronunciar com relação a esta carta, ainda que virtual... 

 

Eu o amo, Pastor Caio Fábio, pela essência de Cristo em sua vida.

 

Nada mudou meu amado mentor dos caminhos que não apenas nos levam a Ele, mas nos mostram a simplicidade do evangelho.

 

Que bom que Deus lhe propiciou encontrar sua alma, na doce esposa Adriana, refrigério e regozijo completo!

 

Nunca deixei de respeitá-lo, e nunca fostes para mim infalível, porque se assim o fora, serias o cristo, a besta ou o falso profeta a ludibriar o rebanho.

 

Será que diabolicamente te deificaram  para poderem expurgar os mais vis sentimentos incrustados e os vomitarem como se você fosse a Geni dos evangélicos? 

 

Creio que sim...

 

Caio, pastor do amor, não vou e não quero cansá-lo.

 

Mando-te um abraço fraterno, e é claro à Pastora Adriana.

 

Nele (estou aprendendo diretinho...) que ousou, desafiou  e ressuscitou!Aleluia!

 

Cecília.

 

__________________________

 

Resposta:

 

Minha querida Cecília: Graça e Paz!

 

 

De 1999 até 2004 foi um inferno...

 

Depois da morte de meu filho Lukas [março de 2004] alguns começaram a me dar trégua.

 

Entretanto, foi somente no ano passado, com a crescente adesão de gente, de muito povo, que “eles”, os acusadores de plantão, diáconos do diabo, começaram a parar de bater; pois, não só não têm o que dizer acerca da verdade do Evangelho na minha boca, mas, também, porque eles, à semelhança das autoridades do templo e dos fariseus, respeitam o povo, e, portanto, ao verem a adesão do povo, hoje me escrevem dizendo “Desculpe o engano!”

 

Agora eles temem que tudo isto cresça muito e eles fiquem sem ter para onde se virar. Então, me escrevem dizendo: “Como torci por você!” — embora eu saiba que de fato, na verdade, teriam que dizer: “Como eu torci você!” Rsrsrs.

 

Isto tudo, todavia, conquanto seja ainda meio novo para você, pois você me reencontrou agora, para mim, entretanto, já é coisa muito velha.

 

De lá pra cá meus filhos já adultos viraram homens maduros.

 

Minha filhinha virou mãe.

 

Minha netinha, filha do Davi que nasceu no meio do vendaval, hoje já surfa ondas em Búzios.

 

Meu Lukinhas foi para o Pai.

 

Meu pai foi para o Pai.

 

E eu comecei a ficar meio velho... Rsrsrs.

 

Mas, sobretudo, nesse meio tempo, já 11 anos, eu conheci minha mulher e, juntos, reiniciamos nossas vidas, a minha e a dela, com os filhos que ela já tinha e os trouxe: mais três.

 

Enfim... já faz 11 anos.

 

Espero que você leia os links abaixo, pois, por eles, você terá uma idéia da viagem...

 

Veja:

 

GENI D’ARAÚJO: PEDRA NA GENI!

DEPOIS DE UMA VIAGEM PELO INFERNO

VIAGEM INSÓLITA... A MINHA VIDA!

UMA VIAGEM CHAMADA VIDA

A DOENÇA DO VÉU!

 

Receba meu amor no Senhor!

 

 

Com toda gratidão, Nele,

 

 

 

Caio

27 de janeiro de 2009

Lago Norte

Brasília

DF