Português | English

Cartas

RELATIVIZAÇÃO DA BÍBLIA: uma breve dúvida...

RELATIVIZAÇÃO DA BÍBLIA: uma breve dúvida...

 

----- Original Message -----

From: RELATIVIZAÇÃO DA BÍBLIA: uma breve dúvida...

To: contato@caiofabio.com

Sent: Thursday, November 05, 2009 2:53 PM

Subject: Relativização da Palavra: uma breve dúvida

 

Olá Caio,

 

Li o texto "A Bíblia serve a Jesus, não Jesus à Bíblia", e confesso que estou com dificuldades de compatibilizar algumas idéias.

 

Pelo que entendi, a Bíblia (livro) teria um caráter puramente instrumental, revelador de Jesus, mas teria sua literalidade relativizada quando lida a partir do Espírito Santo, de modo que seria possível não se ater apenas ao que está escrito.

 

Mas este pensamento não conduziria a uma inovação da Bíblia?

 

Ou será que podemos ultrapassar o que está escrito, o que não podemos ultrapassar é o Evangelho?

 

E assim, quando Paulo afirma que é anátema quem traz um evangelho além do que ele disse, o termo evangelho é apreendido de modo abstrato, se referindo não aos pergaminhos, mas à Jesus em essência, isto é, àquele testemunho que temos dentro de nós, conforme diz I Jo 5:10 e Rm 8:16?

 

Grande abraço!!!

__________________________________________________

 

Resposta:

 

Mano amado: Graça e Paz!

 

Receio que você tenha lido, mas não tenha entendido; sim, nem o texto imediato ao qual você fez referencia, nem tampouco o que digo sobre o assunto no corpo do site.

Sei que você não entendeu em razão do seu cabeçalho: “Relativização da Palavra: uma breve dúvida”... Sim, pois sua questão era sobre a Bíblia, não sobre a Palavra. Existe Palavra na Bíblia, mas a Bíblia não é a Palavra, é apenas a Escritura; visto que a Palavra seja Jesus, o Verbo; e, depois de Jesus [...] toda Escritura só permanece se Nele tiver a sua continuidade como prática, ensino e modo; do contrário, é apenas escritura dos judeus. Daí, no meu cabeçalho eu tenha trocado Palavra por Bíblia: RELATIVIZAÇÃO DA BÍBLIA: uma breve dúvida...  

Para melhor entender peço que entre no site e escreva no serviço de “Busca” os nomes dos seguintes textos, um a um, a fim de que você os ache e os leia.

Veja:

JESUS LIA AS ESCRITURAS

PAULO PENSAVA QUE SUAS CARTAS SERIAM ESCRITURAS?

A PALAVRA PERMANENTE O QUE VEM PRIMEIRO: A ESCRITURA OU A PALAVRA?

O EVANGELHO: PALAVRA E ESPÍRITO!

A PALAVRA, O ESPÍRITO E O TEMPO!

LENDO O NOVO TESTAMENTO NO CAMINHO

CREIO NOS QUATRO EVANGELHOS E EM TODA A PALAVRA DE DEUS! - A VERDADE E A REALIDADE COMO DEMONSTRAÇÕES...

NAS TETAS DA PALAVRA!

A PALAVRA É VIVA. DÊ UMA CHANCE A ELA!

COMER E BEBER A PALAVRA DO EVANGELHO

JESUS É A CHAVE HERMENÊUTICA - MAS É PRECISO SER CULTO PRA ENTENDER; NÉ?

AS CHAVES DE PEDRO…

JESUS: A CHAVE HERMENÊUTICA

O CRISTO ESQUISOFRÊNICO?

O QUE É CANÔNICO?

"MEU EVANGELHO" - PAULO ESCREVEU O 5º? PROVÉRBIOS DO EVANGELHO!

O EVANGELHO: PALAVRA E ESPÍRITO!

OS "CRISTÃOS" SÃO HOJE OS "JUDEUS" DO EVANGELHO!

COMER E BEBER A PALAVRA DO EVANGELHO

JESUS NÃO SABE FALAR DE JESUS: PENSAM OS RELIGIOSOS!

O EVANGELHO É O NOME- SE PUDER LER, LEIA!

O INSOLÚVEL CONFLITO ENTRE A RELIGIÃO E O EVANGELHO

PAULO TEM UMAS COISAS ESTRANHAS, QUE NÃO PARECEM COM JESUS

VEJA SE VOCÊ ENTENDEU O EVANGELHO

Ora, além desses poucos textos, há ainda um sem número deles no site... Portanto, peço a você que os busque e os leia; isso se seu interesse é de fato entender o que digo.

Digo o que Paulo diz; ou seja: que seja anátema quem trouxer evangelho para além ou aquém do Evangelho Único, o de Jesus!

O Evangelho aquém é aquele que faz supressão do ensino e do espírito de Jesus nas praticas do Evangelho.

O Evangelho além é aquele que faz acréscimos...

Vi que sua ênfase foi mais no além do que no aquém em relação ao Evangelho...

Entretanto, sua angustia é a dos crentes do Evangelho além do Evangelho, embora a maioria não se importe em viver aquém do Evangelho!

Quando Paulo falava dos que queriam um Evangelho aquém do Evangelho, a maioria das vezes ele se referia aos gnósticos ou variações deles no pensar [...], e que, se dizendo discípulos de Jesus, queriam diminuir as implicações do Evangelho a fim de que ele, o Evangelho, coubesse nas concessões dos gnósticos em várias áreas da vida...

Quando, porém, ele falava dos que queriam um Evangelho além do Evangelho, nos dias dele, a referencia maior era justamente ao pessoal do culto à "Bíblia" como um todo "vigente"; ou seja: ele se referia primordialmente [naqueles dias...] aos "judaizantes" e aos "cristãos de Jerusalém" [...], os quais queriam Jesus + Lei de Moisés.

Ora, como poderia ser se o fim da Lei é Cristo, para a justiça de todo aquele que crê?...

Portanto, para ser Evangelho, não pode ser Bíblia, mas apenas Palavra.

A ênfase é na Palavra!

Afinal, Jesus é ou não é a finalidade da Escritura?...

Quem é o Verbo? A Bíblia ou Jesus?...

A Bíblia dá testemunho de Jesus, mas Jesus é o Testemunho da Palavra, que é eternamente maior que a Bíblia.

Deus não criou os Universos pela Bíblia, mas pela Palavra, que é Jesus!

Lei a Carta aos Hebreus todinha, sem pausa, e depois me diga se restou duvidas acerca do que eu falei...

O site, porém, tem muito mais...

Quem é viva não é a Bíblia, é a Palavra, que também está na Bíblia, embora ela, a Palavra, seja plena apenas e tão somente em Jesus.

Por isto, depois de Jesus, a Bíblia serve a Jesus, e não Jesus à Bíblia.

Entendeu como Paulo não falava da "Bíblia" quando falava do Evangelho?...

Paulo, mais do que ninguém até ele mesmo [...], foi quem mais jogou fora de si coisas que antes eram Escritura [...], mas que em Jesus se tornaram coisas obsoletas ou que caducaram... — conforme Paulo e o escritor de Hebreus.

Desculpe a pressa, mas é que confio que você lerá o site e entenderá bem melhor acerca do que penso sobre o assunto.

Receba meu amor no Senhor!

 

Nele, que é a Palavra plena, vivida e interpretada Nele mesmo,

 

Caio

6 de novembro de 2009

Lago Norte

Brasília

DF