Português | English

Cartas

QUE DEUS OS AQUEÇA!—Robertinho e Mara Rubia

QUE DEUS OS AQUEÇA!—Robertinho e Mara Rubia

----- Original Message ----- From: QUE DEUS OS AQUEÇA!—Robertinho e Mara Rubia Sent: Thursday, April 01, 2004 4:19 AM Subject: MEU QUERIDO CAIO Querido Caio, Tenho tentado falar com você, mas não tenho conseguido. Quero aqui, através desse e-mail, expressar minha solidariedade por neste momento tão difícil. A minha oração é que tudo que temos recebido através do seu site: Toda graça, todo amor, todo calor humano e divino, possam nesta hora convergir em seu favor e de sua família; expressando assim o poder consolador D’Ele. Querido, acabei de falar com Rômulo e disse a ele o seguinte: "Que Deus tem permitido recair sobre você intensas dores; profundas, advindas de perdas irreparáveis, mas ao mesmo tempo tem lhe capacitado para ser mais que vencedor". A vitória do verdadeiro vencedor está naquilo que ele perde para consumar a sua vitória, e não naquilo que ele ganha. Não sabemos o por quê; mas Deus permitiu mais essa. Mas o melhor de tudo e que Ele sabe! E a minha alegria e consolo e que você sabe que Ele sabe. Se tenho certeza de algo nesta vida, é a de que você ama muito a Jesus, e essa certeza me dá a CERTEZA de que tudo vai continuar contribuindo para o bem em sua vida. Lembro agora o cântico e da ministração que você fazia quando cantávamos: "Ame ao seu próximo, como se fosse você...Como se a dor que ele sente... doesse mais em você..." Sigo por aqui chorando com os que choram: Mara, Pr. Neto, Suely e outros, e sentindo na alma a letra desse cântico. TE AMAMOS MUITO! O mesmo Deus que não nos deixou órfãos e que recebeu o Lukinhas, deixou o CONSOLA-DOR para te consolar, e esta porção da Graça que vai te bastar nesta hora. Do Lukinhas fico com as boas lembranças das férias inesquessíveis que passamos juntos em Niterói e Angra dos Reis, quando ele ainda era muito pequeno que acabara de ganhar uma grande concorrente, também neném, chamada de Jujú. Neste frio aqui de New england-MA-USA a melhor coisa que me tem acontecido nesses últimos dias e entrar no seu site, e aquecer o coração e alma com tanta coisa boa de Deus através de você e dos irmãos. Beijão carinhoso do mano que apesar da distância está "agarrado com você...igual cliclete no carpete". Robertinho, Mara Rubia, Ravy e Julyano New England - Massachusetts USA ___________________________ Resposta: Queridos Robertinho, Mara Rubia e filhos, Meus amados, minha caixa postal ficou lotada, e por mais que eu ouvisse e gravasse as mensagens, ela se enchia imediatamente outra vez. Em família, quem tinha direito a tirar férias—pelo menos uma semana—, tirou, pra ficar em casa. Apenas o Davi disse que se conhecia, e que precisava trabalhar para não pensar—afinal, ele e Jú estavam juntos com o Kinhas. Valéria, cunhada de Davi viu tudo...Jú viu já o mano voando, depois da batida...e o Davi voltou...já estava bem na frente deles, em outro carro...voltou ao Grão ao Pão sem crer no que Bruna, minha enteada, que também estava com eles, havia contado ao telefone. Juliana me disse que nunca ouviu dor tão grande ser gritada...”Não! Não! Meu irmão, não! Lukas, meu irmão! Não, Lukas, não!” E lá estava ele, Davi, pra nós, Viquinho, que amou o Lukas quase como pai, desde que ainda era um menino de seis anos...e cuidava muito bem dele. Para nós era mais que natural que Davi desejasse “trabalhar”! Passamos o fim de semana, outra vez, todos juntos. De sexta-feira até domingo a noitinha. Cada um está dando o seu próprio jeito, do modo como sabe que a própria alma funciona. E o Pai está consolando a todos, conforme Ele sabe que cada um precisa. No mais, um dia fala de significado a outro dia...e uma noite trás consolação à outra noite...sempre a seguinte. Isto acontece sem palavras e sem sons...no entanto, para todos nós, se faz ouvir a sua voz! Recebam o meu beijo e meu carinho! Nele, em cuja presença temos encontrado carinho e amizade, Caio