Português | English

Cartas

QUASE VIREI REPRODUTOR SEXUAL!

QUASE VIREI REPRODUTOR SEXUAL!

 

----- Original Message -----

From: QUASE VIREI REPRODUTOR SEXUAL!

To: contato@caiofabio.com

Sent: Monday, March 09, 2009 5:08 PM

Subject: Pastor, me pediram um filho!

 

 

Olá Pastor, graça e paz

 

Quem te escreve aqui é um admirador de muitos anos. Conheço um pouco de sua historia de vida e diariamente visito teu site.

Tenho alguns livros escritos por você e destaco o Nephilim e as Confissões; show de bola mesmo!

Muitas coisas escritas por você eu demoro a digerir, mas no final acabo concordando. Rs. Mas isso é bom, pois assim não me considero "fanático" em você; e sei que o Sr. sabe que tem pessoas assim....

O que mais demorei a digerir foi: A tentativa do bem maior, ou senão, no ultimo caso, o mal menor. Esse mal menor deu o que falar! Rs. Mas eu entendi!!!

Certa vez "discuti" com um diácono da igreja por você... Ele dizia que se o Sr. não se arrependesse não poderia ser salvo. Daí, cansado de argumentar com ele, eu apenas disse: você será obrigado a passar uma eternidade com ele no céu!

Pois bem... Vamos ao assunto.

Em dezembro de 2008 numa confraternização da empresa em hotel no interior de são Paulo, conheci uma moça (linda, 31 anos, serva de Deus!) da mesma empresa e foi amizade à primeira vista. 

Nos demos muitos bem; e naquele final de semana a gente só não dormia junto. Rs. Estávamos sempre grudados. Ainda mais com os papos sobre Bíblia, pecado, amor, ressurreição, eleitos, escolhidos, chamados, calvinismo, Lutero, anjos, salvação, filhos, etc.etc.etc.

Daí, após esse final de semana, cada um pra sua cidade... E a gente passou a se falar por telefone... Todos os dias; e uma ligação dela pra mim durou até 4h.

Mas de minha parte garanto que foi amizade apenas, não rolou paixão e nem amor.

E num certo momento ela disse que precisava de um favor meu...

Eu disse que estando ao meu alcance faria sim.

Ela disse:

Eu não acredito no amor dos homens! Acho que todo amor de homem pra mulher e vice-versa é interesseiro. E ela continuou...

Tenho meu emprego estável e não quero namorado e nem marido. Mas tenho um sonho: Ser mãe.

E chamou isso de projeto...

Daí, Pastor, ela me pediu isso... Um filho...

Disse que eu seria o cara ideal pra isso, pois, não tenho vícios e tenho uma boa saúde, além de ser um cara legal e cristão... Que eu não precisava me preocupar com nada, nada mesmo. Pensão etc. Eu não teria gasto nenhum. Disse que prefere que eu o conheça, porém, se eu não quisesse... não seria necessário. Disse mais: Quero um filho;  não abro mão da maternidade!

E eu falei: Adota um...

E ela disse que quer ter o prazer e a sensação da gestação...

Pedi que procurasse uma clinica, doação de sêmen... Existe isso, né? E nem precisava ter vinculo, pois não saberia quem é o pai...

E ela disse que fazendo isso, seu filho poderia herdar traços de personalidades ruins do pai, sendo assim um risco.

Pastor, ela me ligava dia e noite pra falar do "projeto".

Confesso que fiquei balançado com a idéia, mas não posso!

Acho que pelo lado homem seria ótimo transar com aquela mina...

Mas não rola...

Falei com ela que ter um filho também é um sonho meu e que eu não poderia estar tão longe de meu filho assim. E que se eu aceitasse isso, como ficaria a minha futura esposa sabendo disso?

E ela continuou...

Já conversei com meu pastor. Ele também falou em adoção ou inseminação. Porem ele disse que não pode me impedir de fazer nada e só falou pra eu estar preparada para todas as reações.

Mas, disse ela, como a família dela já sabia e era a favor, não haveria problemas maiores com os "irmãos da igreja".

Disse mais:

Estou abrindo mão de um cargo na igreja (professora de Escola Dominical) por este projeto. E eu quero que seja este ano ainda.

E mais:...

Que se eu tivesse ainda medo de algo, ela já tinha conversado com um amigo advogado e ele pode preparar um contrato, dizendo que você não terá nenhum gasto com esse projeto.

Mas como eu não abri a guarda, ela propôs até um casamento... Pra deixar de ser pecado rsrs. Esse não é o meu problema... Como o Sr. mesmo já disse no site... Não é um papel que diz se é pecado ou não.

Mas hoje em dia ela me liga bem menos e tem até um namorado! É bem mais velho e não está muito empolgada com ele.

Porém, eu oro para que dê tudo certo. Ela é muito inteligente, saca bem de Bíblia e creio que ainda terá uma família “normal”.

É isso pastor Caio!

Não aceitei, pois quero um filho sempre perto de mim.

Não sou nenhum santo, longe disso... Mas a consciência aqui ainda funciona. Sou um cara mente aberta, nem um pouco fanático e aprendi a não discutir muito com os “santos”. A fé que eu tenho, eu guardo pra mim mesmo!

Brigadão por ser esse amigão!

Gosto muito de ti e oro para que Deus continue sempre prosperando seu ministério!

Aparece aqui; tem uns manos que se amarram na sua aqui! Quero tirar uma foto com o Sr.

Com carinho

_______________________________________

 

Resposta:

 

Mano amado: Graça e Paz!

 

Ufa! Pensei que você tinha entrado no e para o projeto!

Mas se não fosse a questão da guarda, me diga: Você não teria arranjado ali um álibi de consciência para “pegar a menina”, e, também, para não se sentir apenas um bom reprodutor cristão?

Ela, a irmã da Concepção por Contrato, além de tudo é meio racista e geneticamente purista. Você era ideal por ser um cara com boas qualidades de reprodutor, tanto física, quanto também mental e espiritualmente.

Você não se sentiu um zebu na feira? Rsrsrs.

Outro dia, não diante do mesmo caso, mas de algo parecido, “um irmãozinho levado da breca” me escreveu: “Pastor, diz pra essa irmã que esse é o meu ministério: acabar com as carências das irmãs...”

Não me admirará se alguém se interessar pelo projeto!

Mano, me chamou atenção também que enquanto isto ela namora, embora, duvido que o homem sirva caso não passe no teste genético, nas confissões de fé, nas doutrinas da igreja, na assiduidade à Escola Dominical; além, é claro, do teste de dentes... Rsrsrs.

Veja como sob o manto da “normalidade” religiosa escondem-se mentes perturbadas de tanto “equilíbrio”, “planejamento” e “controle”.

Além disso, sendo ela uma “crente”, note o nível de desesperança dela, pois, para ela não existe amor.

Tenho pena da criança que nascer para apenas ser filha dela!

Ela precisaria de ajuda psicológica e espiritual, antes que faça mal a alguém, a si mesma, e, sobretudo, a essa criança/projeto que ela carrega no ventre de sua própria obsessão.

Quanto a você, fique esperto, pois, por pouco, pensando apenas com a cabeça do pinto, você quase entrou de cabeça no projeto.

Preste atenção como caminha a tentação, sempre usando nossas desculpas morais ou de amor, a fim de nos colocar no lugar que queremos: o lugar da consumação do desejo.

Se ela tivesse dito que precisava de um canalha, safado, sem alma, irresponsável, surubento, avaro, arrogante, mentiroso, inafetivo, e outras qualidades do inferno — para ser o pai, na mesma hora você teria dito: E o que eu tenho a ver com isto?

Mas como ela precisava de um quase-anjo, então, além da mulher e da louca, você viu o homem de qualidade, que, pela sua qualidade, torna-se para a menina andrógena, o melhor candidato a tornar-se o reprodutor por excelência que ela buscava.

O diabo disse no filme “O Advogado do Diabo”: Vanity! My favorite sin!”

Assim, a vaidade é sempre um dos nossos pecados mais facilitadores da ação perversa.

Portanto, não por causa dela, mas por causa do que tentou você no processo, digo:

Cuidado para não ficar vaidoso de suas qualidades; de nenhuma delas.

Filho querido, obrigado pela carta e pelo bom-humor dela.

Graças a Deus você ainda está aí... — e não na baia de escolhas no curral dos melhores reprodutores cristãos.

 

Nele, que nos salva de gracinhas que podem trazer as piores lágrimas,

 

 

Caio

9 de março de 2009

Lago Norte

Brasília

DF