Português | English

Cartas

QUANTO MAIS CULPA... MAIS PRÁTICAS...?

QUANTO MAIS CULPA... MAIS PRÁTICAS...?

Amado amigo Eduardo: Paz e Bem! Vou responder dentro de seu e-mail. Ao final, escreverei outra vez. ____________________________________________________________ -----Original Message----- From: Eduardo Enrique Sent: segunda-feira, 3 de maio de 2004 21:49 To: contato@caiofabio.com Subject: QUANTO MAIS CULPA... MAIS PRÁTICAS...? Prezado , Pastor. Antes de tudo parabéns pela sua força e fé, e muito mais . Por favor, nunca pare . Extrai este trecho de uma de suas respostas: "Quanto mais você estiver vivendo as culpas do passado, mais pecados e descontroles haverá na sua vida no presente, visto que as culpas do passado sempre se fazem justificar como verdadeiras "obrigando" o indivíduo a fazer as coisas que reprova, a fim de poder dizer para si mesmo que seu auto-diagnóstico está correto...agradando a hipocondria que o habita." Gostaria de entender : 1. Quanto mais culpa mais prática do mal que me assombra? Resposta: Claro! A culpa é filha da transgressão; e Paulo diz que não teria conhecido a transgressão não fora a Lei. Portanto, quanto mais Lei, mais transgressão, e mais culpa. Essa é a psicologia da revelação em Paulo. Romanos é um tratado sobre esse processo. 2. Pode me dar um exemplo prático? Resposta: O mundo é o exemplo. Mas se você desejar, olhe para o seu coração e se enxergue. Porventura as coisas probidades não são aquelas que o seduzem ou tentam? Quando todas as coisas são ilícitas, todas elas nos convém como cobiça. Quando todas as coisas nos são lícitas, todas eles nos são permitidas, mas a compulsão para praticá-las desvanece...afinal, sobra não o medo, mas a conscIência, e que pergunta: “Isso me faz bem?” Sob a culpa a questão é outra: “Por que será que isto me é proibido? “ Então, como nossos primeiros pais, a gente mete a mão e come. Nada novo! 3. Isto é espiritual ou apenas psíquico ? Resposta: Ambas as coisas. Nesse nível tudo é uma coisa só. Não dá para fazer tais subdivisões quando se está tratando da essência do ser. ______________________________ Sem mais, deste que é seu aluno a distancia . Pr. Eduardo Enrique ____________________________________________________________ Continuação: Pegue as Cartas de Paulo e as leia em seqüência, sem estudo bíblico e sem comentários. Leia como se um amigo chamado Paulo, homem de sua total confiança, tivesse as escrito para você. Leia numa versão mais moderna. E deixe entrar. Duvido que ao final você não tenha entendido tudo.Se a gente não ler com as pré-compreensões que estão na base de nossa Epistemologia religiosa, veremos logo aparecer ante os nossos olhos uma outra mensagem, clara e simples, porém revolucionária. Um beijão! Nele, Caio