Português | English

Cartas

QUANDO A VERDADE SE TORNA INSUPORTÁVEL!

QUANDO A VERDADE SE TORNA INSUPORTÁVEL!

 

 

 ----- Original Message -----

From: QUANDO A VERDADE SE TORNA INSUPORTÁVEL!

To: contato@caiofabio.com

Sent: Sunday, August 17, 2008 9:52 AM

Subject: ME AJUDE!!! ME SALVE DA RELIGIÃO

 

 

 

Pr. Caio: graça e paz!

 

 

Bom, tenho 25 anos sou casado e freqüento Igreja Evangélica desde que nasci!

 

Há pouco tempo comecei a ler seu site, inclusive por um acaso, enquanto pesquisava alguns assuntos na internet.

 

Já tinha ouvido falar de você, mas não tinha nenhum conhecimento profundo a cerca do seu ministério!

 

Passei por diversas experiências na Igreja evangélica e tudo que você imaginar eu já tentei fazer dentro da Igreja, conforme me indicavam, para me sentir em paz ou me sentir aliviado em cumprir a vontade de Deus.

 

Mas não tinha encontrado nada que fosse duradouro no meu coração!

 

As diversas experiências que passei, não duravam muito tempo para serem desfeitos os efeitos e voltava tudo à mesmice de sempre.

 

Portanto, mais carregado de duvidas, insegurança e um baita coração ferido e machucado por tantas coisas que presenciei nessa minha vida de 'Crente".

 

Sempre procurei ser bastante ativo na minha congregação, mas nada disso me trazia consolo, ao contrario, pois quanto mais me aprofundava nas questões da Igreja mais me decepcionava, pois vi tantas atitudes completamente diferentes das atitudes de Cristo, como a falta de misericórdia, a mania de grandeza de lideres e metas a serem alcançadas a qualquer custo.

 

Então não agüentando mais decidi que faria uma ultima tentativa: o seminário!

 

E depois talvez ser oficializado pastor auxiliar na minha Igreja, assim poderia ter uma experiência a mais que me ajudaria a compreender o evangelho e ao mesmo tempo eu teria a oportunidade de ajudar meus amigos e companheiros de Igreja....Então terminei o curso, tava pronto para entrar para minha convenção.

 

Foi ai que conheci o site, encontrei pregações suas e foi como se estivesse sido retirado de meus olhos algo que os tampava e tudo que sempre quis agora consegui perceber ali bem diante dos meus olhos.

 

Então comecei a reler os evangelhos!

 

Fui inundado por uma graça e misericórdia tão grande que sem que percebesse mudei completamente meu modo de pregar e de agir.

 

E foi ai que as coisas começaram a se complicar na minha congregação.

 

Aos poucos fui sendo deixado de lado e me vi completamente incompreendido pela liderança.

 

Não suportando mais tanta tolice e interesses próprios que vi dentro daquilo que até então eu julgava poder ajudar estando lá dentro (e estava demasiadamente enganado!), tive que entregar o grupo de Jovens que eu era líder e da mesma forma a minha função de músico. Assim, na mesma Igreja que eu pregava o tempo todo, agora não o faço mais!.

 

Ainda sou o tesoureiro dessa mesma Igreja, mas parece que não confiam mais em mim e estão tentando arrumar um jeitinho de afastar por completo!

 

Eu não agüento mais ficar naquele lugar, tenho orado sempre buscando de Deus uma direção, tenho visto tantas pessoas que estão sendo alienadas por informações erradas e que vão sendo formadas a imagem e semelhança do nosso pastor, mas muito longe de ser formado nelas o caráter de Cristo.

 

Então procurei meu pastor e conversei com ele acerca de todas essas coisas, disse que ainda havia tempo de mudarmos o nosso rumo e fazer a coisa certa!

 

Mas, ele não aceitou. Continuou fazendo as mesmas coisas!

 

Novamente não vendo mudança, eu disse pra ele que iria sair sozinho, numa boa e sem problemas!

 

Mas ele reprovou minha atitude e começou a pregar frequentemente sobre rebelião na Igreja e a falar coisas do tipo: "Deus fala primeiro com o pastor e depois que fala com o membro comum"...

 

"Se não falar primeiro com o pastor, é porque é do diabo”.

 

E que se eu saísse estaria “debaixo de maldição”. Que todos que me acompanhassem assim estariam também!

 

Então procurei o secretário executivo da nossa Convenção aqui... Falei sobre a maneira em que estava vendo as coisas, falei de você e inclusive ele até me disse que te ouve sempre, rsrs...

 

Mas ficou nisso mesmo; e vendo minha indignação acabou me oferecendo uma Igreja para tomar conta!

 

Isso pra mim foi a gota d’água!

 

Afinal de contas não estou à venda e não quero pastorear Igreja nenhuma, apenas para me satisfazer, ser "pastor", ganhar dinheiro e ter que enganar pessoas fazendo parte desse joguinho político que eles nos impõem!

 

Não troco meus valores em Cristo por nenhuma Igreja e nenhum salário ou cargo!!

 

Então decidi sair da Igreja e começar a me reunir com uma turma de amigos aqui, mas estou muito preocupado, pois tenho um amigo, que inclusive ama a Deus realmente, e que também já está cansado dessas coisas todas da religião.

 

 Mas ele é muito sábio e me disse que se eu sair posso estar sendo desobediente a Deus, pois não fui consagrado pastor ainda e não tenho autoridade para ensinar e começar nenhum trabalho fora da Igreja.

 

E ele sempre me cita aquelas coisas de "Deus cobrar", como foi o caso de Saul e esses assuntos que eles utilizam pra isso, e você sabe muito bem.

 

Mas por ele ser uma pessoa idônea eu fiquei muito preocupado com essa situação.

 

 E agora me sinto abandonado completamente, porque estou vendo tanta coisa errada e várias pessoas que vêem em mim um referencial e eu poderia ajudar, mas ao mesmo tempo estou vencido pela dúvida e medo.

 

Ajude-me, com uma direção!!!

 

Já li muitos textos, no site acerca da vontade de Deus e outros assuntos, já fui bastante esclarecido! Mas gostaria de um conselho seu direto acerca dessa situação.

 

Sei que você tem muitos assuntos para resolver, mas me de uma luz...

 

Tenho comido seus textos, e leio seu site praticamente toda hora que entro na NET.

 

Nele, que traz todas as coisas as claras!

 

___________________________________________________________________________

 

Resposta:

 

 

Meu amado irmão: Graça e Paz!

Meu filho: é assim mesmo! Não ache que algo estranho esteja acontecendo, pois, de fato, é assim que se estabelece o encontro entre a Lei e a Graça: a Lei persegue e a Graça segue em amor.

 

Leia Gálatas quatro! Sim! Veja como Paulo diz que o espírito da religião, representado pela Jerusalém terrestre e histórica, sempre é espírito de escravidão, visto que a religião nunca se vê como filha da promessa e da Graça; e, assim, sempre busca tornar-se de Deus por conta própria, pelos ritos e pelas magias, ao invés de andar pela fé, apenas celebrando o que já está feito em Jesus.

 

Seu amigo é apenas ainda mais um dos sinceros que enxergam o erro, mas que têm medo do enfrentamento; sendo que, muitas vezes, o medo que em tais pessoas habita, ainda que irracional, seja bem real; especialmente depois de anos de catequese quanto ao fato de que todo pensamento diferente seja rebelião, ainda que a pessoa se rebele contra o erro que seja bem explicito contra a revelação na Palavra.

 

Meu irmão, aonde quer que pessoas sejam ameaçadas por não mais desejarem estar em um lugar, saiba: tal lugar não proclama o Evangelho; pois, no Evangelho, todos podem ir e vir e ainda achar pastagem.

 

Quando pessoas debandaram, Jesus jamais as amaldiçoou. Ao contrário, Ele não desejava ao lado Dele nada que não fosse verdadeiro e espontâneo. Assim, quando iniciou uma debandada, o que Ele fez foi apenas perguntar a quem ainda ficou: “Quereis vós também retirar-vos?”

 

Não tenha medo de nada que seja contra aquilo que sua consciência do Evangelho afirme como verdade!

 

Assim, voltemos a Gálatas quatro!

 

Ora, Paulo disse que a Jerusalém de pedras e morros, situada na Judéia, em seus dias era espiritualmente como a escrava Hagar era para Sara, nos dias de Abraão; pois quem de Hagar nascia, escravo era desde o nascimento, visto que escravo gera escravo em regime de escravidão. Entretanto, os filhos da Graça-Promessa, eram como Isaque, o filho de Sara, a livre.

 

Se o espírito da mãe é de escrava amargurada e infeliz, nem Abraão aí fará filhos livres.

 

Por esta razão é que Paulo diz que os filhos da escrava sempre perseguem os filhos da livre; pois eles mesmos sabem quem é livre e quem não é. Por isso quem não é persegue a quem é. É sempre o não-é perseguindo ao que é.

 

A ironia é que Paulo saiu de Jerusalém com a ordem de matar os filhos da livre, e, ao chegar ao seu destino, Damasco, vira tanta luz que já nada via; porem, sendo já livre, mal abriu os olhos e começou a ser perseguido pelos filhos da escrava, como de fato o foi até o fim da vida.

 

Os filhos da escrava sempre odiaram os filhos da livre. Portanto, quando os filhos da escrava amam alguém, então é porque tal pessoa não é filho da livre.

 

Ora, assim como a Jerusalém dos dias de Paulo gerava filhos para a escravidão, assim também a Religião [seja qual for sua denominação cristã] gera para a escravidão também. Ambas são a mesma coisa, assim como os judeus procederam de Sara e acabaram como filhos de Hagar.

 

E fácil ver quem é filho da Escrava e quem é filho da Livre. Basta ver quem persegue quem; e quem odeia a quem; e quem desejaria o sumiço de quem; e quem se ocupa de quem; e quem se alimenta da existência de quem.

 

Os filhos da Livre só têm olhos para o Pai. Mesmo quando a noite é escura e o pai leva seu filho a Moriá. Mesmo nesse dia o filho da Livre não pergunta pelo destino do filho da Escrava; nem se comparará a ele; e nem tampouco invejará qualquer que seja o seu poder histórico.

 

Os filhos da livre comem Promessa e andam em Graça. Mas os filhos da escrava só comem letras amargas e caminham em chão de inimizades.

 

O filho da Livre sabe que é livre. Mas o filho da Escrava precisa se convencer do contrário o tempo todo. Daí perseguir o que é Livre.

 

Genuína Liberdade conforme o Evangelho é o diabo para os filhos da Escrava.

 

Portanto, não se espante [caso você seja filho da Livre], pois, é chegada à hora em que os filhos da Escrava levantar-se-ão tomados de ciúmes.

 

Fique firme lendo os evangelhos e o site. Ouça a rádio também, pois, nela, você ouvirá muitas mensagens que fortalecerão a sua fé.

 

Também não fique só. Aí no seu Estado temos vários grupos e Estações do Caminho da Graça. Se desejar maior proximidade me fale; ou, então, entre no link “Caminhando”, no meu site, e veja os endereços das Estações do Caminho, e, desejando, faça uma visita a um grupo ainda hoje.

 

Receba meu carinho!

 

 

 

Nele, que nos fortalece para não temermos as ameaças dos homens, pois, antes importa obedecer a Deus do que aos homens,

 

 

 

Caio

 

17 de agosto de 2008

Lago Norte

Brasília

DF