Português | English

Cartas

Pornô-mentalidade virtual

Pornô-mentalidade virtual

-----Original Message----- From: Pornô-mentalidade Sent: quarta-feira, 28 de maio de 2003 13:48 To: www.caiofabio..com.br Subject: URGENTE! A PAZ DO SENHOR REV. CAIO FABIO, Estou lhe escrevendo pela primeira vez. Eu já ouvia falar muito sobre o senhor e os seus livros e queria lhe pedir uma orientação. Onde eu trabalho meus colegas de trabalho vivem mandando e-mails pornô pra mim. Desculpe a expressão da palavra...mas a verdade é essa: no começo eu não abria...mas certa vez eu abri...e desde esse dia não sou mais o mesmo. Eu não gosto...mas a curiosidade é maior! E sinto que estou ficando mais afastado do Senhor. Mas continuo buscando a Sua presença. Se o senhor poder me ajudar, não tenho como lhe pagar, mas o SENHOR JESUS TEM. PS: POR FAVOR LEVE EM CONSIDERAÇÃO. ************************************************** Resposta: Meu querido, leia com toda atenção, pois, escrevo-lhe com todo o carinho. Por que você acha que seus amigos lhe mandavam e-mails pornográficos? E por que você acabou ficando viciado em procurá-los na Internet? Bem, primeiro vem o que é primeiro. Eles mandavam os e-mails porque você ou era um cara esquisitão, que fugia das mulheres; ou que falava de pecado o tempo todo; ou porque mesmo fingindo estar indiferente, eles percebiam a “represa” aí dentro de você... Então, para eles, era apenas gozação. Mas para você era tentação. E por que? Porque você é sexualmente não resolvido, ainda que você seja ou esteja casado; ou mesmo que você seja daqueles que aparentam total indiferença para o assunto, mas só pensam “naquilo”. Essa doença cresce na medida em que cresce a culpa. E a culpa cresce na medida do peso de Lei que há na alma de cada um. Pois é a Lei que trás à luz o pecado em nós. Assim, quanto mais perturbado pela lei, mais neuroticamente sexual você se tornará. Quanto mais pedradamente moralista é o consciente, mais adoecidamente conturbado será o inconsciente. É nisto que a maioria das pessoas se engana. Elas pensam que a fé na Graça e no Amor de Deus em Jesus Cristo—como Aquele que já pagou toda a minha dívida de ontem, de hoje e de sempre—, é algo que promove libertinagem! Ora, é justamente o contrário. O ser liberto da culpa peca muito menos nas áreas onde a culpa pode se instalar como compulsão, que aquele que vive se julgando e se condenando pelos rigores da lei. A Graça liberta para a liberdade. O indivíduo fica sem medo. As culpas somem e as neuroses se desvanecem. As tentações diminuem à medida em os olhos vão se tornando puros. Assim, se você resolver enfrentar a questão, sugiro que você leia a muitos textos que você pode achar aqui mesmo neste site, e que têm ajudado a muitos que estavam sofrendo como você sofre agora. Pessoas que não falarão a você que “soltaram a franga”, mas dirão a você que “não há mais franga para soltar”. Já não há mais nenhuma condenação para os que estão em Cristo Jesus. Você vai vencer tudo isto na medida de sua confiança no fato de que nada poderá separar você do amor de Deus. Desse modo, descanse. Não brigue com isso, pois isso cresce na medida da atenção que lhe damos. O Senhor é seu pastor. Ele não deixará você. Resistir ao diabo, neste caso, não é ficar “repreendendo o pensamento”, mas não repreendendo nada...pois, em Cristo tudo já está repreendido. Tome posse pela fé! Caio Fábio