Português | English

Cartas

PENSEI QUE

PENSEI QUE "SEM PAGAR O PREÇO" ESTAVA DANADA - que nada!-2

 

 

----- Original Message -----
From: Márcia Almeida
To: contato@caiofabio.com 
Sent: Friday, September 08, 2006 9:02 PM
Subject: SÓ PARA AGRADECER

 

Pastor Caio!


Essa deve ser a décima carta que escrevo. Porem, não mandei nenhuma, pois a cada momento de crise eu escrevia uma. A primeira foi logo que cheguei ao Caminho da Graça em 2004. Toda quebradinha, cheia de carrapicho, precisando de alguém pra limpar. Afinal foram 20 anos de crente ouvindo coisas do arco da velha! Foi quando ouvi suas primeiras palavras que me deixaram perturbada. Na igreja não haveria mais campanha? Não haveria sobe monte e desce monte? Não haveria mais “negocio” com o Senhor? Pensei: se com todo aquele “paga preço e paga preço” a coisa não andava, imagine agora! Escrevi uma carta cheia de questionamentos. Não mandei. Fiquei aguardando.

Ai, em pouco tempo começou a acontecer alguma coisa dentro de mim que eu não sabia nomear. Era um sossego, uma paz intrigante. Então eu descobri que melhor do que o preço que eu achava ser capaz de pagar era reconhecer a Graça do preço já pago pelo Senhor Jesus na cruz! Preço esse que eu jamais teria condições de pagar.

Na mesma época, tudo estava tão danado que culminou numa crise enorme no meu casamento. Fiquei separada do meu marido sete meses (somos casados há 13 anos). Ele conheceu Jesus através de mim quando começamos a namorar, mas durante todo esse tempo, ele tentou andar com o Senhor... Mas ouviu tanta asneira nas igrejas, viu cada coisa por trás dos “bastidores”, que acabou se afastando do Senhor.

Eu percebia que o Caminho era diferente, mas como falar isso pra ele, que não agüentava mais falar de igreja?

Eu, como toda mulher “de Deus”, enchia-lhe o saco com o “ter compromisso com a igreja”, “não faltar a nenhuma reunião” — sob pena de se ferrar todinho.

No Caminho era diferente. Mas como fazer agora?

Lendo o site, você aconselhou outra pentelha como eu, a ser ela mesma e deixar aquela mudança que estava ocorrendo, aflorar. Viver a Graça dentro de casa. Foi batata! Ele começou a ver mudanças em mim que nem eu me dava conta. Era a Graça saindo pelos poros. A leveza, a paz, a tranqüilidade...

Pela primeira vez eu vivenciei o amor de Deus.

Só para resumir, ele quis conhecer o lugar onde eu estava encontrando aquela forma suave de levar a vida (com toda a responsabilidade, mas vivendo a cada dia seu próprio mal).

Pastor Caio, hoje nós reatamos nosso casamento. Eu sou outra pessoa. Meu marido, nem se fala! O amor dele pelo Senhor e tão grande que chega comover. A gratidão dele por tudo que o Senhor fez por nos, independentemente do que temos ou perdemos... Sem a pressão de ter para ser, hoje ele realmente é uma pessoa suave; grata pela vida.

A vida sem o conhecimento da Graça de Deus é insuportável!

Hoje nós estamos morando nos Estados Unidos. Desde o momento que deixamos o Brasil nossa vida tem sido alcançada pela Graça de Deus dia após dia. A grande dificuldade que estamos tendo é por freqüentarmos uma igreja muito diferente da nossa. Mas eu acho que a overdose de Graça, a tomada de consciência que passamos a ter nestes dois anos caminhando com você e a Adriana, não irão permitir que possamos retroceder.

Enfim Caio, meu objetivo com essa carta e tão somente agradecer a você, a Adriana (não me esqueço das nossas reuniões a luz de velas na Academia de Tênis) — e aos demais do Caminho, por tudo que vimos e ouvimos nesse tempo.

Pastor Caio você de fato é um homem especial. Eu e meu marido lhe seremos eternamente gratos por você não ter medo de dizer o que diz; e, em dizendo o que diz faz um bem tão grande a nossa alma.

Estamos seguindo o conselho que você deu no Encontro das Estações — aqueles que estavam querendo iniciar uma Estação em suas cidades. Onde estamos freqüentando, falamos da Graça redentora do Senhor. Enquanto nos permitirem ficar, ficaremos e falaremos daquilo que ouvimos sentimos e vivemos.

Estamos ligados no site e o recomendamos a todos que encontramos pelo caminho.

Que a Graça de Deus que te foi revelada e que você nos apresenta, esteja sobre todos os que estão perdidos pelo caminho. E que todos encontrem o Caminho!
_________________________________________________


Resposta:

 

Minha amiga amada: Graça e Paz!

 

A Graça trás descanso em Deus. E no descanso está a nossa salvação!


Hoje é domingo. Logo mais estarei pregando a Palavra. Lembrarei de vocês. Orarei por vocês, assim como oro agora, enquanto teclo estas linhas!

Obrigado pela palavra de profecia consoladora!

Agora temos também uma reunião às segundas-feiras, em nossa casa. Muitos vêm; e depois tem feito coisas lindas. É muita cura para a alma; e, também para as relações.

Por que você e seu marido não ouvem a rádio do site aos domingos, segundas, quartas, etc? Assim, vocês podem convidar outros para a casa de vocês, e, juntos, iniciarem uma Estação aí nos States; como outros têm feito em muitos lugares; próximos e distantes.

Dê meu beijão em seu marido. Seu recado será dado à Adriana. É cedo. Ela ainda dorme um pouco. Eu é que com cinco horas de sono começo a sentir dor nas costas...

Receba meu beijão!

 

Nele, que só nos faz bem,

 


Caio