Português | English

Cartas

PENSEI QUE “SEM PAGAR O PREÇO” ESTAVA DANADA — que nada!-2

PENSEI QUE “SEM PAGAR O PREÇO” ESTAVA DANADA — que nada!-2

 

 

 
----- Original Message -----
From: CARTA MARAVILHOSA - Pensei que “sem pagar o preço” estava danada – que nada!-2
To: contato@caiofabio.com
Sent: Sunday, September 17, 2006 11:59 AM
Subject: PENSEI QUE "SEM PAGAR O PREÇO" ESTAVA DANADA - que nada! - Que maravilha de carta!

Pastorzão Caião,


Estou trabalhando agora, e acabei de ler a carta “PENSEI QUE “SEM PAGAR O PREÇO” ESTAVA DANADA — que nada!”.

Quase não consegui ler a carta inteira!

Foi me subindo uma emoção... Aquele sentimento de “quebrantamento” bom.

Uma vontade de ajoelhar e render ação de graça ao Senhor, por tudo que Ele faz. Pelas suas maravilhas.

Porque Ele é bom e a sua misericórdia dura para sempre.

Tive que me controlar aqui pra não pagar mico de bebê chorão no meio da minha Lan House! Rs!

E eu sei que meus micos todos já foram pagos também na cruz... Rs!


Quero mais uma vez manifestar minha gratidão a Deus pela sua vida e pelo site.

E enviar um abração para a Márcia Almeida, que escreveu e descreveu essa carta tão linda.


Paz do Senhor sobre ti e sobre os teus!


Marcelo Cunha
____________________________________________________________________

 

Amigão!
 

Que lindo o que Deus está fazendo. O que me parece é que, para muitos que andam aqui nesse chão de todos, a fase das muitas angústias, neuras e nóias, está passando; e está começando o tempo das boas experiências com o Bem do Evangelho.
 
Na realidade, vejo três públicos aqui. Os que já estão desde o princípio, e que já internalizaram muito da consciência do Evangelho, e também já venceram as chamadas questões religiosas (especialmente as questões "evangélicas"); os que chagaram há pouco tempo, não leram muito ainda, e que me enviam questões já respondidas no site, os quais, todavia, sinto estarem no caminho e que crescerão em entendimento em pouco tempo; e os que nem leram o site, porém, por sugestão de um amigo (a), escrevem a mim, mas sem terem se dado ao trabalho de ver o que aqui já existe. Esses, em geral, começam com as velhas questões, e se deixam perceber como meros perguntadores pelo simples fato de que se viajassem no site, não me ocupariam com tais questões — as quais, tanto aqui já estão respondidas, como também, por si mesmos, já as haveriam deixado para trás.
 
A Márcia é dessas do primeiro grupo; e que já caminham com as próprias pernas. Assim como você também, meu amigo.
 
Também vejo que esta é a hora do quebrantamento grato; pois quando o Evangelho passa a ser experimentado como bem para a vida, o coração se enternece, e a alma canta, chora e celebra; e o espírito adora.
 
Que o Senhor mantenha seu coração assim: capaz do mico da adoração! - rsrsrs
 
 
Amo você no Senhor!
 
 
Nele, que nos apaixonou mediante a loucura do amor divino,
 
 
Caio