Português | English

Cartas

Pastor é Sherife?

Pastor é Sherife?

-----Original Message----- From: F. A. Sent: sexta-feira, 22 de agosto de 2003 To: contato@caiofabio.com Subject: Disciplina na Igreja... Mensagem: Caro Pastor Caio, Meu irmão, Jesus Cristo uma vez disse que pelos frutos nós poderíamos discernir os seus discípulos. Paulo, o apóstolo, fala dos que vivem na carne e dos que vivem no Espírito; e para os que vivem na deliberada prática carnal, ele recomenda que não devemos nem nos associar. O irmão vê na liderança de uma igreja alguma autoridade respaldada na Bíblia para exercer juízo sobre um outro irmão faltoso; como, por exemplo, afastá-lo provisoriamente de suas atividades eclesiásticas? sustar-lhe a santa ceia e outras medidas? **************************** Resposta: Meu amado amigo: Paz! Aqui no site, em Cartas e outros lugares, você encontrará minha opinião explicitada sobre o assunto. Recomendo a você a leitura de todos esses textos. Resumindo pra você—e é o resumo do resumo—eu diria o seguinte: 1. O homem deve examinar a si mesmo. Então, comer do pão e beber do cálice. 2. Disciplina vem da raiz de discípulo. Disciplina é o que se aplica a alguém que é discípulo apenas se o que ele fizer disser respeito à vida comunitária; não porque ele está tendo problemas pessoais. 3. O nível do pessoal pode ser objeto de uma “disciplina” apenas se o ofensor estiver abusando de alguém; aí, então, é uma questão de justiça. 4. A maior parte das disciplinas nas “igrejas” é fruto de duas coisas: a) a doença dos que nunca fizeram e morrem de vontade de fazer; b) é uma satisfação que se dá a “igreja”—ou porque “muitos cobram” uma “posição (já ouviu isso antes?); ou porque o pastor precisa se manter na função de sherife eclesial: muitos pensam que o “poder” vem desse tipo de atitude. 5. Aqueles com quem nem se deve comer—segundo Paulo, escrevendo a Tito—são os que ensinam o erro; no caso em questão eram os legalistas judaizantes que tentavam corromper a mensagem da Graça de Deus. Sem contexto histórico o texto serve a qualquer pretexto. A última coisa que quero dizer é o seguinte. Em I Coríntios 5-6 Paulo conclui dizendo que aqueles com os quais não devemos nos associar, são aqueles que dizendo-se irmãos, são roubadores e dissolutos. O mais, por favor, leia aqui no site. Sei que há informação suficiente para ajudar você! Um abração, Caio