Português | English

Cartas

Pai de Santo Derruba Pastor? (I)

Pai de Santo Derruba Pastor? (I)

Nomes e outros possíveis meios de identificação sempre são retirados. -----Original Message----- From: Gastão A. Neto Sent: terça-feira, 29 de julho de 2003 To: contato@caiofabio.com Subject: Restauração! Mensagem: Amado irmão em Cristo, Há muito venho querendo compartilhar com o irmão minha experiência na Graça do Senhor Jesus. Em 1998 eu ajudava um amigo seu no ministério em minha cidade. Você veio aqui pregar. Naquele final de década tivemos o privilégio de recebermos o irmão em nossa igreja. Lembro-me que com toda uma informalidade você pediu para tirar o paletó naquela manhã de domingo, atitude pouco comum para a época... Coisa que o nosso amigo comum aceitou com a maior naturalidade. Sua estada entre nós foi uma benção! Naquela época eu não poderia imaginar o que me esperava adiante. Sou psicólogo, e em meu consultório, na hora do almoço havia uma reunião de oração onde o Senhor operava maravilhas: curas,revelações,libertação,tudo uma grande benção! Até que ao ter contato com um "pai de santo" e orar por sua libertação, o inimigo de nossas almas mandou um recado:-"diga aos seus lideres que estaremos enviando duas setas sobre suas vidas "; e desenhou-as num papel. Aquelas setas formavam a figura de uma mulher nua (em uma oportunidade poderei mandar o desenho para o irmão);e completou: ...esta seta será para a destruição da liderança de vocês." Enchi o peito de autoridade e expulsamos o demônio. Simples e corriqueiro para o nosso "seguro e tão abençoado “ministério". Até que quatro meses depois eu adulterei com a esposa de meu amigo (irmão em Cristo), e meu casamento terminou, em meio a um grande escândalo. Justa, bíblica e publicamente fui excluído da igreja, e resolvi me encher de justiça alegando que conhecia todo o lado obscuro das lideranças evangélicas. Famílias destruídas, filhos sofrendo, tudo arruinado. Eu casei com minha própria soberba,e depois de quatro anos destruiria mais um casamento; e viveria com outra mulher. Ruína novamente... Um dia voltando de uma audiência no Forum, onde estava sendo caluniado por essa segunda mulher. Por um milagre o secretário de justiça do estado segurou meu processo impedindo o julgamento. Ao sair do Fórum, em uma esquina, um camelô vendo minha Bíblia sobre o banco do carro ,"mandou" que eu lê-se Prov.4:18. O sinal abriu e não vi mais o jovem. Deus, por Sua Graça, havia decretado minha restauração. E assim depois de uma jornada de retratações, às pessoas envolvidas e à minha igreja, a luz vem brilhando em um dia perfeito. Sou pastor outra vez. Uma vez ouvindo seu estudo sobre o negligente pai Davi chorei,mas como Davi sabia que só a Graça do Senhor pode nos restaurar. O Senhor é bom! Querido irmão soube de sua restauração e como também ouvi esta palavra, quero deixá-la com você:"A Glória da segunda casa será maior que a da primeira ". De seu irmão que é o menor e o último na igreja, e principal dos pecadores, Neto ******************************** Meu amado irmão e companheiro de jornada no Senhor: Fico feliz com tudo o que o Senhor fez na sua vida e está fazendo na minha. Cada um sabe muito pouco o que acontece consigo mesmo, quanto mais o que acontece com o outro, mesmo que seja irmão! Com toda sinceridade creio que você adulterou porque estava com desejo, e o desejo foi mais forte que sua consciência. Cada um é tentado pela sua própria cobiça; e, esta, uma vez consumada gera a morte. Morte, não necessariamente, a Morte. A Morte já esteve conosco até que Jesus Conosco Ficou até Sempre! Agora, eu sou em Cristo. No abismo, nas alturas, nas larguras e nas estreitezas de todos os mundos, Ele é o nosso Deus! Pessoalmente eu acredito que se mandinga de Pai de Santo pegasse eu tinha morrido há muito tempo! Demônio nenhum teve poder sobre minha vida, nem nas piores horas; nem mesmo pecando! E mais: no que me concerne, aquilo que muitos pensam que foi minha destruição, eu só vejo como Graça! Arrependimento é coisa de Hoje e de Amanhã. Não há choro por obras mortas. Especialmente quando vejo que a “destruição” era a própria salvação. Sou porque sempre fui em Cristo. Fui...para poder ser quem Hoje sou em Cristo. E mais: aquilo ou as coisas das quais me acusava a consciência não eram exatamente aquelas que as pessoas “apelidaram” de minha queda. Eu caí foi quando fiquei Grande! Mas quando caí da grandeza, caí pra Cima! Não há lugar mais em baixo que aqui em cima. Não há lugar mais em cima que aqui em baixo. De minha parte, não fui vitima de nenhum diabo especial, mas de meus desejos, cobiças, frustrações, e, de uma enorme vontade de ser homem, em plenitude—mesmo que isto significasse viver as coisas do jeito que elas foram, mesmo que eu as tenha tentado evitar a todo custo. Mas isto não se deu a vida toda... Aconteceu quando aconteceu, e só aconteceu porque se não fosse como foi, jamais seria o que é, e o que ainda será! Creio que o que você está experimentando é mais que “restauração”. É alegria de saber que Deus não muda, as pessoas é que mudam. Os pecados e os agravos cometidos contra o próximo precisam sempre ser reparados enquanto se está com ele a caminho. O que não se pode é diminuir a Graça de Deus deixando-se seqüestrar pelo capricho ou pela falsa virtude dos que querem ser mais santos do que o Santo. Quando aceitamos a culpa que nos atribuem, e se ela é maior que a verdade, curvar-se a essa culpa abre mais espaço para o diabo. Mas quando a gente sente com verdade e reconhece com sinceridade qual foi o bicho que nos mordeu, com isto, nós mesmos nos abrimos para receber aquilo que Deus nos imputou como Graça: o seu perdão! E mais: descubro que o bicho sou eu! Nesse caminho o que demora mais é a gente separar o sentimento de tristeza segundo o mundo, que gera depressão de morte; daquele outro sentimento de tristeza, que nos mergulha para as profundas alturas do abismo celestial em total gozo de dor, na presença de Deus! Contradição? Eu pergunto: neste mundo caído existe outra forma de ser entre nós, os humanos? O diabo se aproveita, mas só até onde a gente deixa de crer que o Escrito de Dividas está pago na Cruz! No mais, nossos piores inimigos nascem em nós e de nós mesmos. Arrependimento é o chão onde se anda todos os dias. Restauração é o que deve acontecer com a gente o tempo todo. E queda, é o que acontece com a gente quando pensamos que estamos em Pé. Só está em Pé quem anda na Graça. O chão da Graça é Jesus. Ele é o Caminho. No Caminho cada um tem o seu próprio caminho. Por isto é que cada um que vencer—não decaindo da Graça—, receberá uma pedrinha branca, onde há um novo nome gravado, e que ninguém conhece, exceto aquele que a recebe! O Senhor fala por sonhos, profetas, revelações e como bem desejar. Levo cada susto que você nem imagina: Deus falando de onde eu nunca esperei ouvir Sua voz! E nas esquinas há mais anjos que a gente consegue ver. E eles até mesmo nos sugerem textos bíblicos. E mais: a maioria deles tem cara meio estranha, às vezes até rude: cara de gente humilde e simples—sobretudo cara de vendedores de pirulitos! Um beijão em você. Um beijão no nosso comum amigo. Nele, Caio