Português | English

Cartas

ÓVNIS: O que você me diz?

ÓVNIS: O que você me diz?

 

 

 

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: ÓVNIS: O que você me diz?

To: contato@caiofabio.com

Sent: Monday, January 28, 2008 22:26

Subject: O QUE ACONTECEU EM 1977 NA SUA REGIÃO?

 

O QUE ACONTECEU EM 1977 NA SUA REGIÃO?

 

http://br.youtube.com/watch?v=XDzIHk1sA_8

 

 

 

Lucas

 

________________________________________________

 

Resposta:

 

 

Querido Lucas: Graça e Paz!

 

 

Sou um assistente assíduo dos “Arquivos Extraterrestres” do “History Channel”. Entretanto, não tinha assistido ao episódio que você enviou no link acima.

 

O que penso sobre ÓVNIS está dito aqui no site pelo menos em um lugar: CAIO, O QUE VOCÊ PENSA ACERCA DOS DISCOS VOADORES?

 

 

No entanto, devo dizer pelo menos mais três coisas agora:

 

1.        Que me dá angustia ver tanta gente afirmando ter visto e experimentado tantas coisas objetivas, sendo tratadas com tamanho descaso; apenas porque o que elas viram foram avistamentos considerados de “natureza ficcional” pelas “autoridades”; ou, então, de “natureza espiritual” pelos cristãos ocidentais; e, portanto, sendo no primeiro caso tratadas com desdém e no segundo com preconceito espiritual, em razão de que Ufólogos são visto pelos cristãos religiosos como se fossem astrólogos esotéricos. Acho uma pena que seja assim, pois, nenhum outro fenômeno tem sido objeto de tantos testemunhos de avistamento coletivo, ao mesmo tempo em que nenhum outro, com tanta abundancia de testemunhos, é ainda tratado como coisa do “Chupa Cabras”. Ora, se o testemunho humano não serve para mais nada, como então ficam as confissões de fé baseadas no testemunho ocular de pessoas? Com toda certeza nenhum avistamento que corrobore os valores das principais religiões da Terra tiveram tantos testemunhos universais de sua fenomenologia quanto os ÓVNIS vêm tendo, e, no entanto, nunca são levados a serio em nenhuma perspectiva; e aquele que os levar a sério logo será tido como “esquisito” — mesmo que seja uma multidão de pessoas igualmente sérias as que tenham avistado qualquer coisa.

  

2.        Que eu mesmo já declarei ter visto com a população inteira de Manaus, no ano de 1974, a cidade ser sobrevoada por um objeto imenso (à semelhança de uma rocha com formato de uma traça gigante); o qual era vazado de luz que vinha de seu interior, e se movia com rápida leveza sobre o céu estrelado. Ora, tendo feito sua curva sobre onde eu estava, numa aula de Física na antiga Escola Técnica Federal do Amazonas, continuou seu trajeto sobre o Rio Negro, sendo visto por quase todos os habitantes da cidade. Eu, todavia, digo apenas que vi (está no meu livro “Confissões de Um Pastor”), e nunca achei que isso era alguma coisa além de sinais da vinda do Senhor. No entanto, depois, ousei emitir minhas opiniões, conforme a que está no link do site ao qual fiz referencia acima. Hoje, além de tudo o que digo aqui no site, creio cada vez com mais firmeza que tais coisas, sendo o que forem, compõe o cenário do escatológico de nosso tempo.

 

3.        Que é impossível ler Ezequiel e as descrições feitas pelo profeta acerca dos objetos que ele avistou as margens do Eufrates, e não relacionar sua aparência aos objetos que vêm sendo avistados na Terra desde o inicio do século passado — hoje com arquivos também abertos na China, Índia, Japão e toda a Europa; e agora na América Latina. Portanto, se lá eram avistamentos espirituais, por que julgar que estes também não possam ser? A diferença é que no caso de Ezequiel, somente ele viu, e os que estavam com ele, no máximo experimentaram medo ante ao desmaio de pavor que assombrou o profeta. A diferença também é que os avistamentos atuais não parecem ter boa procedência, visto que as ações a eles atribuídas são de declarada invasividade e busca de domínio sobre as pessoas.

 

 

4.        Que Jesus disse que antes de Sua vinda haveria sinais nos céus e sinais dos céus; além de coisas espantosas. Ler em Mateus, Marcos e Lucas.   

 

Além de tudo isto, creio também que a maior marca desta Era será a Estupefação. Será estupefação na Engenharia Genética, que fará interferência nos genes humanos e criará uma raça de “seres superiores”; será estupefação na Robótica, que criará andróides humanos; será estupefação Social e Econômica, com toda sorte de desordem; será estupefação Paranormal, com o surgimento de gente com capacidades extravagantes; será estupefação no Meio Ambiente, com a desordem do clima em toda a Terra — além de muitas outras estupefações.

 

Paulo disse que entre todas as coisas que não podem nos separar do amor de Cristo, há também “qualquer outra criatura”. Assim, mesmo dizendo que se tem de levar a sério o depoimento de gente honesta, conforme ilustrado no link do youtube que você me mandou, não se deve, no entanto, cair em fanatismo acerca de nada disso. Tem-se que ver e observar; e, sobretudo, ficar vigilante. Porém, nada mais se deve fazer a respeito. Se um dia eu avistar ou for abordado por qualquer dessas coisas, as tratarei como trato a poderes espirituais; ou seja: pondo-os sob o Senhorio de Jesus.

 

É isso que tenho a dizer!

 

Um forte abraço, e fique firme no Evangelho e sua revelação para a vida, e para toda e qualquer outra situação.

 

 

Nele, cujo nome está sobre todo e qualquer outro nome, manifestação ou poder,

 

 

 

Caio

 

28/01/08

Lago Norte

Brasília

DF