Português | English

Cartas

OS MAIS INFELIZES DOS HOMENS

OS MAIS INFELIZES DOS HOMENS

-----Original Message----- From: Marcello Cunha Sent: terça-feira, 4 de maio de 2004 11:19 To: contato@caiofabio.com Subject: OS MAIS INFELIZES DOS HOMENS Olá Pastor Caio! Que site Maravilhoso este! Que Fortaleza! Que Paternidade Eterna! Que Principado da Paz! Verdadeiramente, Deus estava aqui, e eu não sabia! Emanuel! Vejo algum tipo de reflexo meu em cada carta, em cada artigo, em cada reflexão, em cada testemunho... De alguma forma me sinto completado, por estes tantos irmãos que vivem por aqui. O senhor tem me abençoado muito! O SENHOR tem me abençoado muito! o SeNhOr tem me abençoado muito! O teu Deus é o meu Deus, o teu povo é o meu povo! Estive no Café uma vez, e me deparei com Graça pura em estado carnal! O senhor e aqueles queridos, reunidos ali, em torno-dentro do Nome. Estive lá para buscar conhecer o homem Caio, isso eu confesso; e confessei ao senhor quando fui cumprimentá-lo ao final do culto. Mas... acabei desaguando em Cristo!!!! Aleluia! Meu nome é Marcello. Sou um jovem pastor de 28 anos, casado com Tânia, minha benção em Cristo. Ao percorrer este site, me sinto um Timóteo, ministrado por Paulo. Tenho me espantado com a Graça de Deus. Tenho visto o diabo ser lançado em terra a cada dia, e estrebuchar aos meus pés... ou melhor, aos pés de Cristo... ou melhor...Já não vivo eu, mas Cristo vive em mim. Já estou crucificado. E a vida que vivo, vivo pela fé nAquele que me amou e se entregou, se entrega e se entregará por mim. Esses dias, ia (que bom saber que estou sempre indo!) na rua, pensando nas palavras de Paulo: "Se a nossa esperança em Cristo se limita a esta vida, somos os mais infelizes dos homens." E pensei comigo: Paulo pegou pesado! Bem que ele poderia ter dito: “Se a nossa esperança em Cristo se limita a essa vida, não seremos tão felizes como poderíamos ser." Mas ele não disse "tão feliz como poderíamos ser", e sim: "...OS MAIS INFELIZES DOS HOMENS." Puxa! mais infeliz do que aquela prostituta da esquina? sim. Mais infeliz do que aquele cachaceiro do boteco? sim. Mais infeliz do que aquele viciado? sim. OS MAIS INFELIZES DOS HOMENS. E eu tenho visto essa infelicidade na vida de muitos "cristãos" limitados por essa vida, suas leis e pensamentos. Cristãos infelizes descontando a neurose da sua infelicidade naquele que está mais próximo. Colocando fardos, condenações, regrinhas de bestas, que nem a BESTA quando se manifestar se permitirá usar. Vive dessa forma todo aquele que se aproxima da luz para sua condenação. A vida dessa pessoa é só infelicidade e tormento eterno! Vive melhor quem está nas trevas e não se percebe como um monstro sujo e miserável. Uma pessoa que busca a luz olhando pra si, invoca o inferno! Quantas vezes eu mesmo, no passado, não queria ir ao culto para evitar me enchergar! Evitar ter que pedir perdão mais uma vez. Evitar ter que chorar amargamente. Mas como a Bíblia fala para "não deixar de congregar", tinha que assumir a minha infelicidade. Condenação, vergonha, peso, culpa... O pior é que chega um ponto que voce se pega colocando sobre outros o fardo que nem voce está suportando carregar! Que sina esquisita! E quanto mais rezava, mais assombração me aparecia! Tudo por causa de uma esperança limitada! Uma esperança cega para a eternidade, e a salvação já consumada! Algumas prostitutas precederão muita gente infeliz no Reino dos céus. Talvez até alguns suicidas, recordando uma carta do site. Esses infelizes são os que cultivam uma baita inveja incubada em relação aos "farristas" do mundão. Sào os fariseus que querem esconder debaixo de pedras o manifestar do "pus" de suas feridas. São os que dizem: "Isso mesmo! Divida o neném, Rei Salomão! Nem pra mim,nem pra ela!” São aqueles que pensam que são chamados para serem cientistas espirituais clonadores de ovelha... E não apascentadores do rebanho do Senhor Jesus, já gerado por Ele, e que anda apenas disperso! "Pedro, tu me amas? APascenta as minhas ovelhas." "Ainda tenho muitas ovelhas, e elas ouvirão a minha voz..." Aaah... maldito aquele que tropeça na luz! Aaah... infeliz aqueles onde as piores trevas não são aquelas ao redor de si, mas aquelas que são seus olhos! Todo corpo dessa pessoa é treva! Enquanto isso, o Espírito geme com gemidos inexprimíveis! O senhor me permite profetizar dois discursos que tem ecoado muito forte em meu coração? Bem..lá vai. Cantai de júbilo ao Senhor, força nossa, Celebrai o Deus de Jacó! Salmodiai e fazei soar o tamboril, a suave harpa com o saltério. Tocai a trombeta na Festa da Nova Lua! na Lua Cheia, dia das Bodas do Cordeiro! É preceito para a minha Igreja, É prescrição do Deus de Jacó. Ele o ordenou, como lei, a Igreja, ao sair contra a terra do Egito.( A Lei da Graça!) Ouço uma linguagem que eu não conhecera. (como de anjos) Livrei seus ombros do peso, e suas mãos foram livres dos cestos. Clamaste na angústia e te livrei, do recôndito do trovão eu te respondi. Ouve povo meu, quero exortar-te. Ó Israel se me escutasses! Não haja no meio de ti deus alheio, nem te prostre ante deus estranho( mesmo que se pareça muito comigo) Mas meu povo não me quis escutar a voz, e minha igreja não me atendeu. Assim, deixei-a andar na teimosia do seu coração; siga os seus próprios conselhos. Ah! se o meu povo me escutasse, Se Israel andasse nos meus caminhos! (mas eles acham minha graça um absurdo! Não se rendem à esperança eterna!) De pronto lhe abateria o inimigo! E deitaria mão contra todos os seus adversários! Os que aborrecem ao Senhor lhe submeteriam,(e o mundo exultaria) E isto duraria para sempre. Lhe saciaria com o trigo mais fino, e o mel que escorre da rocha!" ( Salmo 81:6-16) Vamos orar com o senhor, amado Pastor Caio, para que Deus chame de volta a si esse povo infeliz. Ainda que tenha que bramir como Leão!!! "Quando Israel era menino, eu o amei; E do Egito chamei meu filho. Quanto mais eu os chamava, tanto mais se iam da minha presença; sacrificavam a baalins e queimavam incenso às imagens. Todavia ensinei a andar a Efraim, Tomei-os nos meus braços, mas não atinavam que eu os curava. ATraí-os com cordas humanas, com laços de amor, Fui para eles como quem alivia o jugo de sobre suas queixadas e me inclinei para dar-lhes de comer. Não voltarão para a terra do Egito, mas o assírio será o seu Rei, porque recusam converter-se. A espada cairá sobre as suas cidades, e consumirá os seus ferrolhos, e as devorará, por causa dos seus caprichos. Porque o meu povo é inclinado a desviar-se de mim, se é concitado a dirigir-se acima, ninguém o faz. Como te deixaria, ó Efraim? Como te entregaria, ó Israel? Como te faria como a Admá? Como fazer-te um Zeboim? Meu coração está comovido dentro de mim, as minhas compaixões à uma se acendem. Não executarei o furor da minha ira, não tornarei para destruir Efraim, Porque eu sou Deus e não homem, o Santo no meio de ti. Não voltarei em ira. Andarão após o Senhor, este bramará como Leão, e, bramando, os filhos virão, como passarinhos, os do Egito (mundo), e. como pombas, os da terra da Assíria (igreja), e os farei habitar em suas próprias casas, diz o Sehor. Efraim me cercou por meio de mentiras, e a casa de Israel, com engano, mas Judá ainda DOMINA com Deus e é fiel com o Santo." (Oséias 11) Pastor, eu sou feliz porque aprendi a me achegar à luz com o olhar no autor e consumador da minha fé! "Olharam para Ele e foram iluminados, seus rostos não serão confundidos.." Isso me faz dominar com o Santo! Isso me faz cantar de júbilo, enquanto vou pelo caminho. Ao olhar para Ele me sinto preso com correntes eternas de amor! Não tenho como pagar! Que oferecerei ao Senhor pelos seus benefícios? Bem, se não tenho como pagar, serei seu escravo! O negócio é que, ser escravo da Graça é ter Vida com abundância! É ser convencido a ser amado pra sempre! A única coisa que posso fazer é beber o cálice da Salvação, invocar o nome do Senhor, e falar a todos o quanto Ele é bom! A igreja precisa conhecer a Graça, em favor do mundo! "Seja Deus Gracioso para conosco, e nos abençoe, e faça resplandecer sobre nós o teu rosto, para que se conheça na terra o teu caminho e a tua Salvação. Louvem-te os povos ó Deus, louvem-te os povos todos. Alegrem-se e exultem as gentes!" (Salmo 67) Eu te amo amado Pastor! Teus filhos e filhas são rebanho bendito do Senhor! E na eternidade haverá galardão pra ti diante dessa multidão! Você se alegrará, pois verá muito claramente o fruto de seu trabalho! E ficarás muito satisfeito! Sabe aquela pedrinha branca? Sinto vontade de gargalhar no Senhor, pela glória que há de ser revelada!!! AAAAAAHHHH!!! Que maravilha! O Senhor Jesus, Rei da Glória, nosso mestre e amigo, já preparou a tua morada, lá onde Ele está! Com a vista que o teu coração clama, os aromas que a tua alma almeja, o orvalho, as águas, os pequenos detalhes surpreendentes, e com certeza os longos papos à beira do Rio da vida, balançando suavemente naquela rede do descanso perfeito e pleno! Aqueles sabores, aqueles passeios de barco... Se a criação aguarda o dia da redenção, será que o tambaqui, o guaraná, a passarada, a floresta, a cachoeira da Grace...estarão lá também?? E aquele sotaque eternamente peculiar dos caboclos? Ah! meu Deus! Se o noivado com Cristo já é tão bom, como será a vida de casado? Bem... é só esperar! As vezes parece que se espera tão só, não é? Mas sabendo que nunca estou só, e o meu trabalho não é vão, Só o que posso esperar é Graça sobre Graça! Sim. Só posso todas as coisas porque Ele me fortalece. Só? Sim. Tudo já foi consumado. Mas mesmo que seja só, sei que ainda que minha mãe me abandone, o Senhor não me abandonará. E assim, dia-a-dia a gente vai perseverando e vencendo pela fé! Fique na paz, Marcello Cunha.