Português | English

Cartas

OBRIGADO POR ME AJUDAR A CRER NA GRAÇA

OBRIGADO POR ME AJUDAR A CRER NA GRAÇA

-----Original Message----- From: Eduardo Sent: quarta-feira, 18 de fevereiro de 2004 15:07 To: Caio Fabio Subject: Gratidão por ensinar a Graça Querido pastor Caio. A Santa Paz de Jesus Cristo! É com prazer que escrevo mais uma vez. Não sei se você lembra, mas sou a pessoa que escreveu parabenizando pela resposta abençoada dada pelo pastor a um irmão que, apesar de amar Jesus, não consegue largar as drogas. Lembra? Gostaria de dar um testemunho sobre o bem que seus artigos e reflexões neste site estão fazendo sobre minha vida e também para levantar algumas questões. Sou ex-dependente químico. Conheci Jesus há 20 anos e Ele transformou completamente meus valores e atitudes. Em resumo, passei realmente a viver. Sou membro há 20 anos da igreja Metodista em Mantiquira, Xerém, Duque de Caxias que fica na Baixada Fluminense no Rio de Janeiro. Nesta igreja exerço, atualmente, o ministério de ensino como professor da classe de jovens casados. Fora da instituição sou diretor há 13 anos do Projeto Vida Urgente, uma ONG totalmente voltada para a evangelização e ajuda de dependentes de drogas e codependentes. Apesar de possuir um razoável conhecimento bíblico e uma boa experiência na área de ensino na igreja, e também conhecer os fundamentos da doutrina Metodista, confesso que somente agora, após ler suas reflexões, estou entendendo, maravilhado, o verdadeiro significado da Graça de Deus. Fico atordoado com o fato de ter ficado tantos anos na,“igreja”, sem entender o que é a Graça e suas conseqüências em nossa vida. Hoje tenho mais serenidade no tocante a certeza de que não é o meu esforço pessoal ou minhas obras que me mantém aceito por Deus. Antes vivia preso às obrigações da “instituição igreja” como os únicos meios de crescimento espiritual e comunhão com Deus. Pastor Caio, através de seus ensinos agora penso que alcancei o equilíbrio entre o viver na Graça do Evangelho e exercer meus ministérios. Ou seja, agora entendo que Deus não está limitado aos espaços da “igreja”. E que esta “igreja” não é o único meio que Deus usa para a salvação da humanidade. Este entendimento ampliou maravilhosamente a minha visão da ação de Jesus Cristo no mundo, nas comunidades e no dia-dia das pessoas. Suas reflexão sobre o Cristianismo (aquí estão incluídos os chamados Evangélicos) e de como ele tem feito mal à saúde do povo de Deus são de uma clareza desconcertante. Hoje entendo a diferença entre Evangélico e discípulo de Jesus. Entre aquele que está preso à rituais, obrigações, trabalhos, doutrinas e religião e aquele que vive serenamente em total descanso na certeza que “tudo está consumado” na Cruz de Cristo, nosso amado salvador. Finalmente entendo o profundo significado do que Paulo nos ensina quando afirma que “nada pode nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus”. Diante disso tudo faço entristecido a seguinte pergunta: Porque a maioria dos pastores não pregam e ensinam este significado da Graça? Será por ignorância e falta de conhecimento como eu? Ou será porque temem perder de alguma maneira o poder de controlar o povo e as atividades da “igreja”? Gostaria de agradecer-lhe por ter me ajudado tanto. Louvo à Deus pela sua vida e pela existência do seu ministério. Oro para que Deus continue sempre transformando as palavras deste site em Palavra da Vida. Meu carinhoso abraço, de quem te admira e respeita. Fraternalmente, Eduardo Souza