Português | English

Cartas

O MISTÉRIO DA PESQUISA!

O MISTÉRIO DA PESQUISA!

 

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: O MISTÉRIO DA PESQUISA!

To: contato@caiofabio.com

Sent: Thursday, August 30, 2007 12:42

Subject: O resultado da pesquisa... ESCLARECIDO!

 

Link:

http://www.caiofabio.com/novo/caiofabio/pagina_conteudo.asp?CodigoCanal=0000103494

 

 

Caio,

 

Amém porque você "esclareceu" o resultado (risos... pensei que eu estava maluco!).

 

Lia o resultado parcial e pensava: se esta estatística reflete a alma dos do caminho...a coisa está feia (e não no sentido grego).

 

Pareceu-me tão esdrúxulo quanto "Martin Luther King" com uma camisa da "Klu-Klux-Kan"...

 

Agora, faltou uma opção na enquête (um "mix" das perguntas do site resolveria... risos):

 

(   )   É uma aberração ao Evangelho, fato normal para um homem de poder, simbolizando sua fé na prosperidade material decorrente de seu surto de grandeza luciferiana, talvez reforçada pelo complexo de ex-menino pobre, mas, de qualquer modo, sempre custeada por estelionatos contra inocentes.

 

Ou, de modo sintético-parabólico, "(  ) As raposas e as águias têm seus ninhos e covis": quem anda a fazer a vontade de Deus não se preocupa em ter onde recostar a cabeça.

 

No dia da open-house, os pastores-empresários dirão (consenso+inveja): "-É a casa de inverno que (meu) Jesus gostaria de ter (no alto do monte Hermon)".

 

 

 

Abração

 

Habib

Bsb/DF.

 

________________________________________________________________________

 

 

Resposta:

 

 

 

Habib mano: Graça e Paz!

 

 

E um amigo ainda me lembrou que esqueci de acrescentar o pessoal [3%] que disse que era um signo de sinal e prosperidade. Sendo assim tivemos de fato 39% de visitas IURDianas e de clones espiritualmente fabricados no mesmo berçário de Caim, Balaão e Core, conforme Judas, o apóstolo.

 

Caim seguiu o caminho do ódio contra o irmão, contra o homem livre na Graça: Abel — figura que se tornou arquetípica segundo Hebreus 11.

 

Balaão amou os prêmios que habitavam sua cobiça e a eles se entregou, fazendo dos “poderes espirituais” um grande negócio pessoal; acabando por vir a ser “assimilado pelo povo de Israel” tornando-se seu grande corruptor.

 

Coré foi invejoso contra os dons da Graça, e que desejou pela via política obter posições e autoridade espiritual, e que veio a ser tragado pelo chão que ele reclamava como seu.

 

O fato é que esses “judaizantes virtuais” dão a mim um tratamento de honra; pois, assim, odiando-me tanto que me seguem per-seguindo, deixam-se na esperança de que entre tantos Saulos haja algum Paulo [e vez por outra há] que se converta ao Evangelho.

 

Além disso, ao manterem essa devoção odiosa eles revelam que o que digo mexe nas vísceras deles; e, assim, me contam a história de que o que digo é o que tem de ser dito aos “gentis gentios” enquanto os judaizantes jogam as suas pedras.

 

Assim, tudo normal; tudo como foi; tudo como sempre será!

 

Este é o irresistível poder de atração da Cruz: para quem crê é perfume de salvação; mas para quem não crê, odor de defunto há muito morto, só que exala de quem está defuntado e não sabe.

 

No entanto, seu mix é perfeito para muitos, os quais não são e não sabem; pensam que são, mas duvidam do que seja; e dizem: “Assim mesmo que é, mesmo que não seja possível, pois, se não tem nexo, então, faz todo sentido. Aleluia!”.

 

Assim, aqui vai o seu Mix mais que próprio para os equilibristas:

 

(   )   É uma aberração ao Evangelho, fato normal para um homem de poder, simbolizando sua fé na prosperidade material decorrente de seu surto de grandeza luciferiana, talvez reforçada pelo complexo de ex-menino pobre, mas, de qualquer modo, sempre custeada por estelionatos contra inocentes.

 

Muitos risos meus pelos menos!

 

Um grande beijo!

 

 

Nele, que até hoje vem para os Seus e os Seus não o reconhecem,

 

 

Caio

 

30/08/07

Manaus

AM