Português | English

Cartas

NENHUMA RECEITA DE SUCESSO DÁ CERTO PRA MIM

NENHUMA RECEITA DE SUCESSO DÁ CERTO PRA MIM

-----Original Message----- From: NENHUMA RECEITA DE SUCESSO DÁ CERTO PRA MIM Sent: quinta-feira, 1 de janeiro de 2004 17:32 To: contato@caiofabio.com Subject: FRUSTRADO...l Mensagem: Caio Fabio, Sendo você um homem experiente e conhecedor da Palavra de Deus, gostaria de te perguntar o por quê de eu não consiguir conquistar meus objetivos... Sendo que, ao meu ver, sigo tudo aquilo que dizem ser a "formula" para conquistar meu objetivo. Há 3 anos que venho tentando entrar na faculdade; e enquanto isto meus amigos estão se formando...eu faço cursinho; e faço de verdade; não perco uma aula, e estudo em média 4 horas por dia; ou seja: eu tenho me esforçado, e seguido aquilo que os especialistas em ensino indicam como o melhor... mas ainda assim... Bem, em primeiro lugar eu tento ao máximo seguir a vontade de Deus, e seguir as "receitas"de sucesso de que os pastores tanto falam. Mas depois de 3 anos perseverando, crendo; e crendo com fé, chego a mais um final de ano de choro, de tristeza, de dúvida, e até de vergonha. Não sei se você terá alguma resposta, nem estou exigindo alguma...na verdade eu escrevo este e-mail mais pra desabafar, porque acredito que não tem muita resposta; assim como Jó não teve. Ps: em momento algum deste e-mail eu quis murmurar; pelo contrario, eu tô sofrendo com tudo isso...mas ainda sim eu sou grato a Deus por tudo, e irei continuar firme nos pés do Senhor, ainda que seja necessário mais 100 anos para que eu conquiste o meu objetivo. *************************************************** Resposta: Meu amado amigo: Paz! Bem, meu querido, a primeira coisa é deixar de se comparar com os amigos e suas performances; e também para de seguir as formulas dos pastores. Explico a razão: Existe muita tirania neste mundo. O cara tem que se “tornar alguém”. O problema é que em geral o cara se torna “alguém”, não ele mesmo. Cumpre um papel social. Tem que se encaixar nos scripts. Precisa ser conforme a forma preestabelecida. Tem gente que consegue se amoldar. Na natureza há espécies que são hábeis no processo da adaptação ao meio ambiente. Polvos, lulas e camaleões que o digam! Há homens e mulheres que também conseguem tal façanha. De fato, alguns nem fazem essa “pergunta”. Se estiver dando pro consumo, está tudo bem. Mas há alguns que não têm competência para ser “alguém”. Ou são eles mesmos ou não dá. Você está provando que é um incompetente para ser “alguém”. Isto deve ser a benção de Deus, chamando você para ser você mesmo. Quanta tirania! O cara tem que fazer tanta coisa...vestibular, faculdade, um emprego, e mais outros cursos e cursos... Ótimo quando o sujeito faz o que gosta, ou quando tem algum prazer naquela atividade “meio” em razão de se utilizar dos recursos para fazer o que de fato gosta. Já lhe ocorreu que você não tenha que ser “alguém”? Já lhe correu que você está esperando por você? Não há receitas. Receita só pra bolo ou remédio. Ah, tem a Federal também. Tudo medido. Tudo predeterminado. Tudo com a cota e a conta certa. Sua alma não tem receita. Você é único. Que receita lhe seria própria? Que receita alguém teria para oferecer a mim? A receita sou eu. Eu é que tenho que me descobrir. Quando eu encontro eu, então eu descubro que eu sou a melhor versão que pode existir para eu-mesmo. Nenhuma versão de mim é melhor do que eu. Alguém não é melhor para mim do que eu para mim mesmo. Até para amar ao próximo eu tenho que me amar. E, para me amar, eu tenho que me tratar bem. O melhor tratamento que tenho para dar a mim mesmo é não ser ninguém que não seja eu mesmo. Você já teve a coragem de perguntar o que você de fato gosta de fazer nesta vida? Meu amado, um porteiro feliz é melhor do que um médico amargurado. Outro dia viajei com um taxista que está na praça há 35 anos. Inteligente, bom de papo, sensato... Perguntei: “O que o senhor gosta menos em sua profissão?” Pensei que ele iria se queixar das costas, da lombar, do nervo ciático, de tensão nos músculos do ombro, de dor na perna esquerda—de tanto ficar na embreagem—ou de qualquer coisa... “Ah, do engarrafamento!”—disse ele. E acrescentou: “Mas faz parte. Aqui eu aprendi muito. Gosto de dirigir. Vivo muito feliz!” Já pensou se ele não tivesse tido a coragem de assumir o que ele gosta? Poderia ser com contador frustrado, um advogado revoltado, ou um bancário amargurado... Comece este ano se perguntando acerca do que você gosta de fazer. E não venha logo dizendo que é “da obra de Deus”. Muita gente acha que a “obra” é o caminho mais fácil. Para os “prostitutos que servem à obra” é um caminho fácil. Eles não cuidam das ovelhas. Pode até ser que seu chamado seja para algo dedicado no ministério. Mas essa tem que ser uma escolha irresistível de Deus. Não se candidate por conta própria. Pense, no entanto, em todas as outras alternativas. Também não faça Vestibular só por fazer. E lembre-se: você é a receita para você! Ponha tudo isso na mão do Pai e deixe que Ele vai guiar você. Enquanto isto, tudo o que lhe vier às mãos para fazer, faça-o de todo o coração! Nele, que sabe o nosso caminho, Caio