Português | English

Cartas

NÃO TENHO CORUM NEM PARA REUNIR DOIS OU TRES...EM NOME DE JE

NÃO TENHO CORUM NEM PARA REUNIR DOIS OU TRES...EM NOME DE JE

-----Original Message----- From: NÃO EXISTEM MAIS IGREJAS BOAS AQUI? Sent: quinta-feira, 18 de março de 2004 10:18 To: contato@caiofabio.com Subject: NÃO TENHO CORUM NEM PARA REUNIR DOIS OU TRES... Mensagem: Querido Pr.Caio, a PAZ! Me sinto esgotada e cansada. Não consigo me sentir bem na Igreja (diz o nome) que congrego...chego a passar mal...resolvi então sair de lá, deixando de ser membro... Já tentei outras igrejas em minha cidade (falou o nome), e no bairro que moro (mencionou), e não consegui me sentir bem em nenhuma delas... Sou divorciada e moro com meus filhos. Só dois deles freqüentam a igreja em alguns domingos. Me sinto muito só...vivo pra trabalhar e pra cuidar de minha casa...e acho que não vou conseguir me relacionar com mais ninguém...já que é difícil achar alguém acima dos 50 anos, que seja cristão, e que queira uma mulher cinqüentona. Pratico esportes, faço caminhadas, sou médica e pintora, gosto de escrever, ver bons filmes, passear... Meu último passeio foi para um lugar que me é especial. Fiquei na casa de uma amiga que só falava em Astrologia e Antroposofia. Quase não vi igrejas evangélicas por lá, como há aqui... Os cristãos que conheci lá, são contra as denominações, contra pastores e se reúnem pra ceia todos os domingos...mas são muito fechados...alguns deles obrigam a mulher a usar véu, e expulsam da ceia qualquer um que cometer pecado... Fico confusa com tudo isto...já freqüentei várias igrejas daqui de minha cidade...mas não me sinto bem integrada ou à vontade...passo mal às vezes..parece claustrofobia...e isto me dá sentimento de culpa, me sinto deprimida por não ter irmãos de fé com quem eu possa me reunir...poderia até ser em casa, ou numa célula... Pr.Caio, como você conhece muita gente, por favor me ajude...gostaria de poder me reunir perto de casa...poder fazer uma caminhada e encontrar irmãos de fé pra ler a Palavra e orar... Por favor me oriente... Conhece algum grupo de irmãos ou igreja boa por aqui? Tentei conseguir uma boa igreja pro meu filho no lugar onde ele está agora, mas não consegui. Ele não vai mais a igreja nenhuma, ficou revoltado desde que a igreja o tratou com rigor só porque ele namorava uma menina que não era da igreja... Depois de ver tantas igrejas diferentes, cada uma dizendo uma coisa, fiquei mais confusa ainda...acho que só devo ficar onde me sentir bem... Gosto de uma pastora de uma igreja onde eu estava indo, uma tradicional. Mas a denominação possui um "ranço"que cansa...muitas regras e aqueles cultos sempre iguais...quando batiza, tem que ler os cânones da denominação e prometer ser fiel à ela, falar só nela, etc...não agüento mais isto...porque não falam só de Jesus? Nem parece que me converti há 20 anos, e sinto vergonha disto...tenho vergonha das igrejas... Quando atendo como médica, e aconselho a buscar à Deus, fico sem saber pra qual igreja mandar... Veja tanta coisa errada, que tenho me decepcionado tanto, que já nem falo pra qual igreja a pessoa deve ir... Isto me deixa muito triste...me sinto só...não tenho com quem falar...me desabafar... Onde trabalho só tem espíritas...não tenho nenhuma amiga ou amigo com quem eu possa me desabafar na igreja... Cansei...dá vontade de ficar só em casa...mas fico preocupada com meus filhos...eles já não querem ir a Igreja...não lêem Bíblia...não oram...o menor deles só pensa em ir ao cinema...quase não dialoga...e eu com tantas contas pra pagar...tendo que trabalhar ao máximo... Uma vez encontrei-me com você na rua, quase pedi pra falar. Na época ia numa igreja perto de minha casa, você conhecia o pastor (citou o nome); ele já faleceu... Tive muitos problemas lá...o Pastor falou que filho de mulher separada geralmente é homossexual, e que carrega isto como se fosse um defeito genético...tudo era pecado... Eu estudava e praticava homeopatia, e tive que abandonar tudo, porque ele falava que era da Nova Era e Ocultismo...tive que fazer pós graduação em outra especialidade...foi muito duro...isto me esgotou espiritualmente... O pastor também não me ajudou na minha separação...mantive um casamento em ruínas...fui agredida várias vezes ao ponto de ir parar no IML...e nenhuma igreja me ajudou na separação... Muitos diziam que Deus odeia o divórcio... Pastor, sei que o tempo de casa não conta...que temos que ser sal fora do saleiro, que onde 2 ou 3 estiverem reunidos em Nome de Jesus Ele se fará presente...mas não tenho nem 2 nem 3 pra me reunir... Por favor me ajude... ____________________________________________________________ Resposta: Minha querida amiga: Graça e Paz! Andei muito por aí, e também aí já tive muitos amigos. Mas isto foi no passado. Hoje já não conheço mais ninguém que eu pudesse recomendar. Nem mesmo a pequena igreja que nasceu de um esforço evangelístico na casa de um amigo meu eu posso recomendar. O atual pastor é um grande legalista, embora seja sério. Pelo menos, uma coisa eu sei: ainda há algumas igrejas aí que não são completamente malucas. No mais, minha querida, deixe eu dizer umas poucas coisas pra você. 1. Teu Pai vê em secreto. Deus ouve o seu coração. Viver é orar. Está tudo aberto. Somos flagrantes aos olhos de Deus. Portanto, você não precisa de corum para contar com a presença de Jesus. Quando Ele falou de 2 ou 3 reunidos em Seu nome, Ele falava da restauração da comunhão e dos vínculos. O contexto de Mateus 18, onde o texto aparece, menciona a mágoa ou a ofensa entre irmãos, e manda que se reconciliem. Então, Ele diz que se houver acordo, mesmo que seja após muita desavença, e mesmo que sejam apenas os dois brigados—agora reconciliados—, ou com a presença dos outros dois que acompanhavam o magoado a fim de lhe testemunhar o apelo ao irmão ofensor, a fim de que se arrependesse, e isto fosse um “ganho” para a comunhão—sim, mesmo essa moçada aí, poderia criar uma sinfonia de reconciliação, e Jesus estaria e estará no meio deles. 2. Seus filhos terão que encontrar sua própria comunhão. A gente consegue dizer aos filhos como, onde e quando...apenas quando são crianças. Depois, invariavelmente, a gente tem que aconselhar quando consegue, e orar sempre. Mas o caminho eles terão que fazer por conta própria. No entanto, por mais que andem meio indiferentes, saiba, o que foi plantado neles nunca morrerá, pois a “terra por si mesma frutifica”, conforme disse Jesus. Portanto, descanse, ore sem neurose, e não atribua à “igreja” esse papel salvador, pois, não é assim. 3. Quando uma igreja é boa, ela é boa; mas quando é ruim, é um inferno. Céu e Inferno habitam muitas “igrejas”. 4. A maior prova de que as coisas não são fáceis, e que as pessoas continuam a ir a “igrejas” apesar das torturas psicológicas que sofrem, conforme a sua própria história. Meu Deus, depois de tanta intervenção e maluquice, você ainda se sente em dívida com a freqüência a um lugar que pode ter de tudo: de inspiração à perseguição? 5. Se a “igreja” não fosse “ligada” ao nome de Jesus, você faria força ou se sentiria culpada de não gostar dela? O que acontece é que a “igreja” usa o nome de Jesus a fim de criar uma culpa latente nos que não gostam dela. Então, ela pode ser a anti-noiva de Cristo, mas sabe que contará com a culpa a fim de que as pessoas fiquem nela, apesar de quase qualquer coisa. 6. Nunca mais se deixe violentar por ninguém. Veja a ironia, você podia apanhar do marido covarde, um frouxo que não agüenta um tranco de um homem de verdade, e tem que ficar apanhando porque “Deus odeia o Divórcio”. Minha amada, Deus odeia, mesmo, são esses tais casamentos de maldade, tortura, frieza, uso, abuso, humilhação, e deslealdade permanente. Isto sim, Deus odeia. E mais: Ele fica furioso com quem ensina as pessoas algo sobre Ele que não é Ele. Deus odeia é essa manipulação do nome Dele, esse abuso dos que impõe suas próprias enfermidades, neuroses e doenças sobre o próximo, e ainda se faz isso em nome de oráculos divinos. Leia Mateus 23 e você verá como Jesus “sente” a respeito dessa moçada, e que está mais viva do que nunca entre nós. Os fariseus tomaram a “igreja” de assalto faz muito tempo. Quanto ao mais, tranqüilize o seu coração. E se encontrar alguns irmãos pelo caminho, convide-os para orar juntos. Mas não fique impressionada com crentes que dão muito pulinho, e nem com os veementes de mais, pois, fé de mais não cheira bem. Por último, tome cuidado para você não se tornar um ser que só vê o pior. Há muita coisa ruim por aí, todavia, não faltam joias de Deus enterradas no campo. Procure-as, e você as achará. Não ande atrás de "placas", mas procure amor no olhar...e você achará os seus irmãos. Eu encontro os meus irmãos assim, sempre olhando nos olhos, até ver na luz do olhar que a pessoa conhece o Cordeiro, e que tras sobre a fronte o Seu selo. Se seu desejo, no entanto, é achar uma comunidade de irmãos, então, você terá ou que reunir os que encontrar, ou andar um pouco, pois com certeza você vai achar. Eu creio que quem busca encontra, ainda que seja na esquina. Nele, em quem você tem não só o corum para reunir, mas o amém de Deus para a reunião, Caio