Português | English

Cartas

NÃO ENTENDI JESUS COM A CANANÉIA. O QUE HOUVE COM ELE?

NÃO ENTENDI JESUS COM A CANANÉIA. O QUE HOUVE COM ELE?




-----Original Message-----
From: Sidnei 
Sent: quinta-feira, 28 de agosto de 2003 14:33
To: contato@caiofabio.com
Subject: E a Mulher Siro-fenícia?


Mensagem:

Paz e bem, meu irmão!

Não quero repetir aqui o que muitos já fizeram com uma retórica muito melhor do que a minha...

Escrevi para o irmão já há algum tempo, com o tema "Esse aí é o seu guru?".

Bem, a minha dificuldade aqui é outra.

Lendo a "Palavra" no texto do evangelho segundo Mateus, o episódio da mulher Cananéia (Mt 15:21), não consegui compreender o caso.

Tudo o que Jesus não fazia era distinção entre pessoas... andou com prostitutas, ladrões, gente muito estranha e de má reputação. Todavia, naquele momento Ele não deu nem ouvidos à petição dela...

Já aprendi com o irmão que o contexto histórico-político-social é fundamental para a compreensão dos ensinos bíblicos. Talvez seja essa a minha carência, e por causa disso não consegui alcançar o ensino...

Ler seu diário aqui no site é muito bom.

Deus é muitíssimo bom.

Por aqui sou pastoreado, aconselhado, acolhido, amado, edificado. Sinto-me um com muitos dos irmãos que aqui têm encontrado paz...

Deus seja louvado sempre!

Aqui sou robustecido, para que com outros possa dividir o que de Deus por você tenho aprendido.

Aleluia... Deus está aqui.

Em Cristo, te amo!

Paz, bem, alegria, consolo, virtude, sabedoria, entendimento e discernimento te sejam sempre acrescentados!

De seu irmão,

Sidnei


***************************

Resposta:


Meu querido amigo,

Ele não pôde ocultar-Se!

Ou seja, Ele não negou a petição dela.

Ao contrário: a mulher deu um santo susto nEle!

Ela voltou pra casa com o que havia ido buscar.

O que houve foi uma “relutância” antes da solução.

Isso é que singular.

"Eu não vim se não para as ovelhas perdidas da casa de Israel", disse Ele à mulher que insistia: "Cura a minha filha!"

Por quê?

Não seria Ele salvação para todos os povos?

Não atendia Ele também a gadarenos, centuriões e gente de Decápolis, da Síria e para além do Jordão
ou seja, gente de outras fronteiras?

Claro que sim!

Então o que houve?

Bem, há algumas coisas bem humanas e bem divinas acontecendo.

Mateus diz que Ele "retirou-se" para a região de Tiro
fora das fronteiras de Israel.

Marcos diz que chegando lá, Ele entrou numa casa, e queria que ninguém o soubesse; contudo, não pode ocultar-se...

Quem está aqui é Jesus, que foi tentando quando teve fome; que foi tentado a pular do Pináculo do Templo dando um show de messianidade que o faria ser percebido como “Filho de Deus” sem maiores esforços; e que também foi tentado a encurtar o caminho, fazendo uma "barganha" a fim de conquistar o mundo sem sofrer a Cruz.

Quem está aqui é Jesus, que teve sede e pediu água à Samaritana; que pediu aos discípulos que ficassem com Ele, pois estava se sentindo só; e que precisava de descanso, como todo mundo; precisava tanto de descanso que dormiu na popa de um barco prestes a afundar.

Quem está aqui é Jesus, o mesmo que se alegra, que chora, que exulta, que sente tristeza até a morte...

Enfim, quem está aqui é um homem —o Homem— querendo descansar.

Por isso foi para fora de Israel.

Eram férias pra Ele.

Não queria que ninguém soubesse.

Mas a mulher descobriu e "perturbou".

Esse é o lado bem humano, o contexto.

E o lado divino?

Tudo é divino, sobretudo a humanidade dEle!

O lado divino é a impossibilidade final dEle.

O que há de mais divino no texto senão a impotência de Deus frente à necessidade humana?

Ou que há de mais divino que Sua total incapacidade de não Se entregar como Graça a todo aquele que O busca com fé?

"Não é bom tomar o pão dos filhos e dar aos cachorrinhos", disse Ele.

"Sim, Senhor! Porém os cachorrinhos, debaixo da mesa, comem das migalhas das crianças!", exclamou a mulher.

"Oh, Mulher! Grande é a tua fé; seja feito contigo conforme tu queres!", arrematou Ele.

E a filha da mulher ficou curada!

Portanto, Ele continua sendo Aquele que atende a todos!

E entre todos, os que mais susto dão em Deus são os que o assustam com fé!

Sobre aquela não ser a hora dos gentios, porque ainda não havia chegado a hora de espalhar a Luz para fora dos limites das ovelhas perdidas da casa de Israel, estava tudo certo!

"Primeiro para o judeu, depois para o grego!"

Mas mesmo essa ordem da linearidade histórica do projeto messiânico foi sempre quebrada pela fé, sempre que a fé se impunha.

Portanto, temos um retiro interrompido, uma casa invadida, um homem cansado sendo tirado de seu pouso e uma mulher aos gritos...

Sinceramente, se fosse eu, cansado como o cansaço cansa, diria: "Digam a ela que a atenderei mais tarde. Agora vou dormir".

Ele, todavia, mesmo exausto, atendeu a mulher, e o fez na mesma hora!

O que torna tudo mais lindo é que Jesus também se cansa...

Se Ele não ficasse cansado, para mim seria muito menos belo.

Ele não pôde ocultar-se...

Não pôde quando se cansava... Poderá hoje, quando não se cansa nem se fatiga?

A resposta você já sabe!

Um beijão,


Caio