Português | English

Cartas

NÃO CONSIGO PARAR DE LER ESTE SITE...

NÃO CONSIGO PARAR DE LER ESTE SITE...



----- Original Message ----- From: Cristiane Sevilha To: contato@caiofabio.com Sent: Friday, January 28, 2005 5:02 PM Subject: TALVEZ QUEIRA SABER Pr. Caio Hoje eu estava lendo o seu site...como ando fazendo desde quarta-feira (26/01)...foi por um acaso que o achei...mas quando achei...não consigo mais parar de ler ...ler...ler....e ler...parece que tem um grude neste site. Comecei a ler primeiro para ver o que pensa sobre as coisas, a igreja, as pessoas, os pecados...sei lá. Li tanto...meus olhos estão cansados...mas a mente quer ler ainda mais...estou exausta. E se eu te amava...hoje te amo ainda mais. Tem uma música muito antiga do Sérgio Pimenta que diz: As palavras não dizem tudo Mesmo que o tudo seja fácil de dizer Com certeza, fala bem melhor o mudo Se sua atitude manifesta o que crê Compromisso, sumiço, omisso, Ou faz o que fala, Ou se cala de uma vez Que não venha sobre si justo juízo Pois terrível cousa é cair nas mãos do Rei Mesma língua, que abençoa...amaldiçoa Mesma língua canta um hino e traz divisão Não pode da mesma fonte o doce e o amargo Se Cristo habita de fato no coração. Quero apenas que fique com a primeira estrofe em seu coraçãozinho...pois teria tantas coisas para te dizer...mas jamais as palavras diriam tudo o que sinto quando leio as coisas que escreve e que enche o meu coração da certeza que a melhor coisa do mundo, é amar o mesmo Deus que vc ama. Desta que um dia sonha em ser sua ovelhinha... Paulistana, criada na Grande São Paulo (Santa Isabel) mudei para o Rio de Janeiro e me converti aos 15 anos (sou da Igreja Presbiteriana) - hoje tenho 31 anos e casei-me com um carioca e moro em Nova Iguaçu - RJ...bom não interessa falar muito de mim agora... ...Bjs no seu coraçãozinho e no da Adriana Cris Sevilha. Obs.: Talvez vc não entenda porque te escrevi...e eu também não sei...talvez pelo simples prazer de poder falar com alguém com uma mente tão maravilhosa...e que emociona com as coisas que escreve. _________________________________________________________________________ Resposta: Minha querida amiga e irmã no Senhor: Graça e Paz! Sua cartinha foi puro bálsamo, e trouxe alegria ao coração. A letra da música de meu amigo Sérgio também muito me fez bem. Não sei se você sabia, mas conheci o Sérgio ainda menino, em Manaus, na pequena capela da Igreja Presbiteriana que nossas mães freqüentavam. Eu tinha uns 4 anos, e ele mais ou menos a mesma coisa. Depois a vida deu muitas voltas... Eu mudei de Manaus com a família aos 10 anos, e, só fui reencontrá-lo de passagem um pouco antes de eu reconhecer a Jesus como meu Senhor, aos 18 anos. Logo depois ele começou a dar umas passadas por Manaus, aturdido que ficou com o real avivamento que por lá se deflagrou naquela época. Na seqüência nos encontramos muito no Rio e em São Paulo. Chegamos a fazer algumas programações juntos no tempo em que ele estava com os Vencedores para Cristo, e, depois, junto ao Grupo Semente. Quando ele voltou a morar no Rio, aí pela década de 80, tive a ajuda musical dele toda semana no culto que realizava no Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Naquela época ele me pedia para fazer umas letras que ele colocaria música. Dizia que as pregações eram líricas, e que era apenas uma questão de musicar. Quase que forçado pelo carinho dele, acabei por escrever duas letras; uma sobre Pedro, o pescador; e uma outra, que veio a ser gravada pelo Grupo Semente—eu creio—, e que se chama “Eu preciso rever minha vida”. Assim, ao me enviar uma letra do Sérgio, você me enviou coisas muito ternas para o coração! Receba meu carinho. Apareça nos cultos da Catedral, às terças-feiras, e que recomeçarão em março. Nele, que acarinha a nossa alma, Caio