Português | English

Cartas

NÃO CONFIO MAIS NELE - II

NÃO CONFIO MAIS NELE - II

 

 

 

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: É AMOR? É SEXO? É ORGULHO? É O QUÊ?

To: contato@caiofabio.com

Sent: Monday, August 25, 2008 10:23 AM

Subject: Sou o Namorado da É AMOR? É SEXO? É ORGULHO? É O QUÊ?

 

 

 

Caio,

 

Vim te escrever após ter lido o que a minha namorada escreveu pra ti. O título do que ela escreveu foi "É AMOR? É SEXO? É ORGULHO? É O QUÊ?"... Achei melhor colar o link, mais prático...   

 

http://www.caiofabio.com/novo/caiofabio/pagina_conteudo.asp?CodigoPagina=0405300004
 

Então, gostei da forma como vc abordou o assunto, foi bastante sensato e cauteloso em aconselhar segundo a Palavra de Deus...

 

Eu gostaria de expressar as conseqüências desse namoro meu com ela e gostaria que você me orientasse também, se possível.
 
De fato, tudo que ela escreveu é verdade: eu quando era do mundo, realmente a traía, pelo simples fato do prazer momentâneo que se sente, ligado ao fato de que acreditava que "todo homem trai, é normal"; e, sempre acabava fazendo; ou, talvez, traísse por uma insegurança conseqüente de relacionamentos anteriores; daí, traía com o pensamento de que “se ela me trair, tudo bem, já fiz primeiro”; ou ainda a coligação de todos esses pensamentos, o que não importa muito o motivo, porque trair é trair em qualquer situação...


Pois bem, não preciso explicar muito essa parte ou me justificar, pois, esse não é o foco. Vim mesmo pra escrever do que estou sentindo com relação ao meu relacionamento com a minha namorada e o receio pelo futuro...


Sinto-me por muitas vezes inseguro, porque temos alguns altos e baixos. Não são tão freqüentes como antigamente, mas ainda ocorrem; e se digo que vou pra algum lugar, mas no meio caminho desisto, ou passo em um outro lugar sem falar pra ela, tudo vira; ou seja: qualquer coisa que saia do previsto, que não obedeça ao curso normal, ela fica cheia de dúvidas, insegura, achando que voltei a mentir ou trair...


E toda vez que ela chega ao extremo desse pensamento, ela fica muito balançada, tendo inclusive, algumas vezes, terminado comigo... Mas depois de algum tempo, conversando e esclarecendo, sempre nos reconciliamos...
 
É como se ela esperasse o mal de mim!

 

Às vezes parece até que busca que eu faça algo de ruim pra ela confirmar logo os pensamentos que tem e acabar com a aflição que se instala por vezes...
 
Eu a amo! Quando nos separamos, sofri muito; principalmente por eu ter sido o culpado!

 

Ela namorou com outro rapaz e eu acabei me relacionando com uma outra moça. Eu... mais no sentido de esquecê-la do qualquer outra coisa, pois eu estava acabado; até que me vi usando uma pessoa pra esquecer outra, e, diante disso, terminei o que tinha, sem ao menos realmente ter tido um compromisso.

 

Eu estava me sentindo horrível; e preferi ficar sozinho pra me curar, pra não fazer mais ninguém sofrer...


Então como você já leu no e-mail dela... Depois disso, nós voltamos; estamos namorando novamente; e com planos de casar; até já estamos pagando um apartamento...
 
E por isso precisamos resolver essas dúvidas e inseguranças que estão na nossa vida, pois estamos caminhando pra um passo extremamente importante para as nossas vidas...


Eu acabo muitas vezes me irritando com pequenas coisas e acabo ficando angustiado sem motivo, é como se eu estivesse na corda bamba, pois a qualquer momento penso que ela vai terminar comigo; ou alguma briga vai acontecer quando as dúvidas aparecem...
 
Daí não sei se esses reflexos em mim são causados por ela não ter certeza do que quer comigo de verdade; medo dela por eu já a ter magoado ou se eu não estou dando o suficiente...; e com relação a essa última hipótese, já me questionei se realmente sou a pessoa certa pra ela, pois, pois com o antigo namorado dela, ela não tinha essa aflição, e, segundo ela, é porque tinha certeza do amor dele... Logo, quer dizer que não tem certeza do meu.

 

Será que eu estou falhando? Será que não demonstro ou não a amo suficientemente?
 
Outro ponto são os pensamentos eróticos que tive e que ela já citou.

 

Será que era falta de Deus?

 

Ocupando a mente com coisas que não eram do Senhor, porque como diz o ditado: "cabeça vazia, oficina do diabo"...


 
Confesso que tenho medo, pois não quero que ela sofra outra vez, principalmente por minha causa... Tem dias quando acordo que não sei se está tudo bem, ou se brigamos na noite anterior... Tenho que parar pra pensar e lembrar...


É importante ressaltar que quando estou com ela é maravilhoso. Sinto-me a vontade pra falar qualquer coisa, fazer qualquer coisa sem estar sendo ridículo ou bobo. Mas esse falar e fazer qualquer coisa tem restrições, pois, se for qualquer brincadeira que tenha relação com algo mundano, as dúvidas brotam...
 
Quero extirpar essa angústia e esses pensamentos de dúvidas; quero a felicidade que tive com ela no nosso reencontro; a certeza de quando tudo estava bem; quando havíamos aprendido a lição, e que daquele momento em diante seria só felicidade...
 
Gostaria muito da sua opinião e orientação, aguardo sua resposta, um grande abraço..
 

________________________________
 

Resposta:

 

 

Meu amado irmão: Graça e Paz!

 

 

Sua namorada é insegura demais, e, além disso, ficou traumatizada pelas seguintes situações: a traição e, depois disso, a confissão dos desejos eróticos até com a sua futura sogra.

 

Você há de convir que se ela dissesse que teve sonhos eróticos com seu pai, você é que duvidaria até à morte se ela seria a mulher para você.

 

Sonhos eróticos são na maioria das vezes totalmente involuntários, e, de fato, em alguns casos, podem se associar a pessoas impensáveis para nós [como a sua sogra], embora, na realidade, sonhar eroticamente com alguém não significa desejo pela pessoa, mas, apenas, a carência da alma, a qual busca uma figura que represente a necessidade da pessoa de modo inconsciente; e, no seu caso, pode ser até mesmo em razão de a sua “futura sogra” antagonizar o seu namoro, e, por tal razão, sua alma provou para você mesmo que ela não tem razão para lutar contra você porque, eventualmente, até ela se sentiria atraída por você. O mesmo vale para as amigas dela.

 

Sua namorada certamente, em algum momento, também já teve sonhos eróticos que não necessariamente carregavam a sua cara.

 

O que não deu para entender é por que, tendo uma namorada tão doente de ciúmes e tão desconfiada e magoada, você ainda ajuda problematizar tudo, deixando-se tomar por um surto de sincerismo, contando a ela tais sonhos.

 

Não há sob hipótese alguma razão para que se faça assim!

 

Sim! Mesmo que sua namora fosse a campeã da segurança, você não deveria fazer assim; pois, de fato, é insuportável para 99% das criaturas humanas!

 

O fato simples é que você sujou a água para depois beber!

 

Quanto a parecer que sua namorada deseja que você traia se mostre mal para com ela, saiba: é fato!

 

Uma mulher no estado em que está perturbará tanto o homem com seus medos, que, seja por raiva de ser acusado do que não faz, ou, até mesmo pela indução que nasce da acusação [toda acusação acaba sendo uma tentação para que a pessoa a cumpra de modo mórbido e auto-destrutivo] — a pessoa ou desiste ou, infelizmente, muitas vezes acaba fazendo o que não quer.

 

Pessoalmente eu acho que sua namorada pode até se recuperar disto, mas, pela experiência, vejo que a maioria não se levanta.

 

Quando um homem fica marcado na alma de uma mulher por um amor inseguro, o resultado é sempre tristeza.

 

Eu jamais casaria em uma situação assim!

 

 

Para sua meditação leia:

 

MORRO DE CIÚMES DELE...



CASAMOS OBRIGADOS, MAS ELE TEM CIÚMES



ESPÍRITO DE CIÚMES E A CULPA...

 

 

É o que tenho a lhe dizer!

 

 

Receba meu beijo e meu convite para que leia o site e se instrua nessas e em muitas outras coisas!

 

 

Nele, que nos quer livrar de sofrimentos desnecessários,

 

 

 

Caio

 

27 de agosto de 2008

Lago Norte

Brasília

DF