Português | English

Cartas

MINHA VOLTA PARA CASA--de Alexandre de Ximenes

MINHA VOLTA PARA CASA--de Alexandre de Ximenes

-----Original Message----- From: Rev. Alexandre Ximenes Sent: quarta-feira, 31 de março de 2004 17:48 To: revcaiofabio@terra.com.br Subject: Saudade! Amado, A viagem de volta ao Recife foi rica.No silêncio de uma noite límpida, pude no avião pensar, refletir e louvar. Louvar a Deus por você. Louvar a Deus por um dia ter "topado" com você e ter visto minha construção desmoronar. Louvar a Deus por ver que há uma vida cristã concreta, que está além das formas e das aparências. Vi que era possível, sim, era possível. Não falo apenas de comportamento. Conheci muita gente bem comportada, mas morta. Em você, vi vida. Mais que existência. No silêncio do avião, pensei no fato de que eu, o Ed Renê, o Ariovaldo e o Paulo Leite fomos almoçar com você para levar consolo, mas, nós é que saímos consolados. Me dei conta depois que você falou quase 3 horas seguidas e no entanto tudo pareceu rápido. Nosso encontro foi de uma alegre saudade e de um tristeza feliz. Ver você falar do Lukas com um brilho nos olhos que dizia muito mais que as palavras. Ver você rendido a Deus e retirando da dor coisas que muitas vezes nem na ventura tiramos, só me fez admitir: É VERDADE! É POSSÍVEL! Há uma vida não religiosa. Uma vida de gente que tem coragem para enfrentar a sinagoga e amar mais a glória de Deus do que a glória dos homens. Num dos últimos sermões que você pregou na Catedral, aqui em Recife, você disse que a questão se resume em se saber para quem se vive: se para Deus ou para os homens 22 anos se passaram desde que nos encontramos pela primeira vez. Procuro uma incoerência em sua vida e não acho. A mensagem na sua boca e coração é como um filete dourado que percorre a vida sempre para a frente. Obrigado por tudo. Saímos consolados. Saímos maiores do que antes. Saímos crendo mais. Sou grato a Deus por viver esta geração! Lukas está lá, com o Pai. Voltou para a grande e indestrutível casa! Um dia iremos e o veremos. Deus abençoe Aldinha e a flor que brotou do coração dela nesta hora de saudade. Enfim, é realmente escândalo para uns e loucura para os outros, mas para os que crêem, PODER DE DEUS! Beijão e saudades e louvores e muita adoração! Alexandre Ximenes