Português | English

Cartas

MEU PASTOR ME PÕE CULPA E DEIXA EM PARANÓIA

MEU PASTOR ME PÕE CULPA E DEIXA EM PARANÓIA



----- Original Message -----
From: MEU PASTOR ME PÕE CULPA E DEIXA EM PARANÓIA
To: contato@caiofabio.com
Sent: Monday, September 12, 2005 4:12 AM
Subject: AJUDA

Prezado Pr. Caio,

Preciso muito de sua ajuda.

Para poupar-lhe o tempo, serei objetivo.

Estou congregando há 03 anos em uma igreja que aderiu ao movimento G-12, hoje, Visão Celular - fruto fiel. Nesses três anos nunca me adaptei à visão devido aos devaneios e loucuras que encontro e presencio dia após dia. Apesar de tentar aceitar a idéia de que eu era quem estava errado, nunca me adaptei, pois encontro muitas coisas contrárias ao que é ensinado na bíblia.

Minha dúvida é o seguinte:

Nos últimos 05 meses, passei a não ir mais aos cultos dessa igreja e visitei algumas vezes o Caminho em Brasília. Nesse período fui a alguns shows de músicas não-cristãs, bebi moderadamente algumas bebidas alcoólicas, namorei duas meninas (sei que é um período curto para um namoro, mas a primeira não deu certo, por isso tentei novamente), fui a algumas casas noturnas ouvir um pouco de música eletrônica e dançar com os amigos que não são "cristãos praticantes", mas com os quais me sinto muito melhor do que com os "irmãos da igreja", enfim...

Só que voltei e visitei os amigos dessa antiga igreja, e o pastor me chamou para uma conversa. Me disse que eu nunca havia tido um encontro verdadeiro com Deus e com Cristo, que jamais havia sido tocado pelo Espírito Santo... Que quem teve um real encontro com Deus não pratica tais coisas, não se mistura com o mundo e outras coisas, que certamente o senhor já até sabe.

Depois disso entrei em depressão e não sei mais como agir.

Nunca exagerei na bebida, nunca fui "ficando" com as meninas nas noites do DF (isso para mim é frivolidade)... Sempre oro a Deus (no momento, mais pedindo perdão por não ter certeza se estou pecando ou não com essas atitudes). Leio a Palavra, não buscando adquirir prosperidade ou riquezas... Sei que isso não vai mudar minha vida, busco a Deus porque o amo e não porque ele tenha algo para me oferecer.

Minha dúvida é se essas minhas atitudes são erradas. Se ir a uma boate para dançar ou ir a um show é pecado. Se uma pessoa que teve um encontro real com Deus e anda na sua Presença, pode se afastar da instituição "igreja"? Se pode se afastar e retornar para ela...

Que atitude alguém que já cansou da ladainha da "igreja" e deseja ser igreja pode adotar? Qual a postura correta à luz da palavra? Preciso parar de andar com esses meus amigos que me fazem tão bem? (apesar de não concordar com tudo o que eles fazem)

Me ajude!!!!

Não consigo parar de pensar nisso um minuto sequer e estou entrando em paranóia.

Me ajude!!!!!!!

__________________________________________________

Meu amigo querido: Graça e Paz!


Leia Colossenses, e veja como seu pastor não entendeu nada acerca do Evangelho e da Graça de Cristo. Leia Gálatas, e você verá como quem ainda não se converteu é ele. E leia os evangelhos, e você verá que ele ainda pratica a fé dos fariseus, não do Evangelho.

Pecado não é dançar com pureza e alegria. Pecado é ter inveja de quem dança. Beber com moderação não é pecado. Pecado é tomar “porre de farisaísmo”.

Gostar de amigos que são amigos é algo que Jesus fez. Andar com publicanos e pecadores também. Aliás, Jesus só se divertia com gente assim. Afinal, nem Ele tinha prazer na companhia dos “crentões”, que, nos dias Dele, eram os fariseus.

Música, goste de todas as boas e belas; só não goste das feias e de mau gosto, não importando quem as compôs.

Quanto ao mais, diga a esse pastor para ele vir me convencer de pecado quanto a tais coisas. Gostaria muito que ele tivesse a coragem de levar esse papo comigo.

A raiva dele não é porque você dança, namora e vive; mas sim porque você não está mais lá. O resto, saiba, é manipulação dele, para ver se pelo medo ele “pega” você outra vez.

Quanto ao mais, não vejo necessidade de lhe responder. Freqüente o Caminho em paz e você entrará na paz que excede a todo entendimento, visto que é o Evangelho, e apenas o Evangelho, que estamos ensinando lá.

Fique calmo!

Saia com os amigos, beba com moderação, dance com alegria, ajude a quem precisar, anuncie a Palavra a quem se abrir, e ame a Deus de todo o coração. Assim é a vida que é boa aos olhos de Deus.

Deixo com você a seguinte reflexão:


Jesus disse que os olhos precisam ser bons.

Mesmo o cego tem que ter os olhos bons.

Quem vê, tem que ver com bons olhos.

Quem não vê, tem que não ver com bons olhos.

Quer, pois, vejamos ou sejamos cegos, vejamos com bons olhos!

Se os olhos forem bons, todo o ser será iluminado.

Tudo está no olhar!

Que sejam iluminados os olhos do coração—era o desejo de Paulo.

Se algo é impuro, o é por causa do olhar daquele que vê—sintetiza o mesmo apóstolo.

Todas as coisas são puras para os puros. Pela gratidão tudo é feito puro. Mas para aquele que tem a mente corrompida, todas as coisas são impuras.

Aí está o problema. Quem não tem a mente corrompida?

A mente corrompida adoece o olhar. Mas o olhar enxerga com os olhos do coração. Assim, ninguém enxerga, apenas “projeta”.

O olhar natural é apenas projeção. Somente na Graça de Deus a gente começa a ter a chance de projetar menos e ver mais...

É por isso que nossos mais veementes juízos são apenas nossas projeções.

Nos confessamos quando julgamos!

O olhar bom. Meu Deus, dá-me um bom olhar!

Este mundo está cheio de olhar mau...mau-olhado.

Ora, mau é pior que mal. O segundo designa o efeito. O primeiro define a essência.

É fácil saber a qualidade das pessoas pelo olhar que elas têm da vida.

Para quem não se impressiona com fachada, nada é mais revelador que o olhar...olhar é interpretação, é entendimento, é apreciação, é luz...muita luz...até luz negra.

E ainda há tanta gente no meio cristão querendo ver onde está o demônio!

Garanto: não está atrás das cortinas de sua casa, nem ainda no despacho na esquina, nem tampouco na bruxaria feita contra você.

Bem, para quem quiser saber, eu digo: o demônio está no olhar! Está no olhar de quem vê! Está na qualidade do olhar!

O Diabo vê este mundo com os olhos dos homens...

O Grande Olho do Diabo é a soma dos nossos olhares maldosos.

Esta é a condenação: come e se alimenta do nosso pó...e enxerga com nossos olhos...

Quanto pior o olhar, mais forte o diabo.

Quem busca, encontra...até o diabo...se olhar querendo achar.

Jesus mandou andar distraído na segurança da fé...pois basta a cada dia o seu mal.

Ele mandou olhar campos, lírios, pardais, o pôr-do-sol, sentir o cheiro dos ventos, discernir se vem chuva, ou calor... sem ansiedade.

O bom olhar busca o melhor. O bom olhar não enxerga marcas ruins para sempre. O bom olhar espera sempre que o que parece ser, seja para o bem, e não para o mal.

O bom olhar não tem medo das conseqüências de nada.

O bom olhar enxerga com confiança.

O bom olhar só gasta tempo apreciando aquilo pelo que ele pode expressar gratidão.

Então, o mundo começa a ser varrido; sua feiúra é vista com misericórdia; sua beleza com alegria; suas injustiças como desafios, e suas coisas boas como dom de Deus.

Quem tem olho bom, mesmo cego, tem um bom olhar. E essa pessoa não precisa fazer propaganda de si mesma, pois todo o seu corpo será luminoso.

Essa luz o inferno vê, só não consegue saber de onde vem, nem para onde vai...

Nele, que ilustra a volta do filho à casa do Pai com uma festa cheia de danças,

 


Caio