Português | English

Cartas

Meu Amigo Rosivaldo!

Meu Amigo Rosivaldo!

-----Original Message----- From: ROSIVALDO DE SOUZA FERREIRA Sent: segunda-feira, 7 de julho de 2003 To: contato@caiofabio.com Subject: Seu amigo de sempre! Mensagem: Bom dia, Pastor e amigo CAIO FÁBIO D'ARAÚJO FILHO Ao longo dos anos tenho recebido com alegria notícias suas vindas a Manaus. Mesmo sem vê-lo, sentia sua presença. Nossa amizade permite essas sensações. Há muito desejo falar-lhe. Esta manhã, conversando com um amigo comum, finalmente fui recompensado ao saber que você está bem; e que havia somente uma “porta” entre nós: o site. Não pude aguardar transpô-la. Ao abri-la, fui recebido pelo Café com Graça. Que bom, você continua o mesmo: um Bom Pastor. Ao abraçá-lo quero parabenizá-lo por não teres esquecido nossa terra e nossa gente. Se desejares falar para os nossos caboclos, até mesmo aqueles que dificilmente vêem à cidade, saibas que estamos administrando a Rádio Baré- Ondas Tropicais. O homem do interior continua humilde e carente de informações, uma necessidade que aos poucos vamos suprir. Nossa programação vai ao ar a partir das 16h, viramos a noite e saímos do ar às 8h do dia seguinte. A programação é gerada de nossos estúdios à Av. Humaitá-336-Cachoeirinha, quase esquina com a Carvalho Leal. Aceite um forte abraço. Quase matei a saudade. A sua página me foi passada pelo João Alfredo. Rosivaldo Ferreira *********************** Resposta: Amigão meu: Que saudades! Você está em meu coração sempre. Falo em você. Lembro de tudo. Lembro da primeira vez que falei diante de uma câmera de televisão. Você era o homem que estava no “controle máster”. “Você leva jeito pro negócio”—você disse. Eu tinha 18 anos. Eu acreditei. Depois... Quanta coisa! Foram os melhores, aqueles anos de infância ministerial em Manaus! Nosso amigo Heraldo está em São Paulo. É pastor. Continua gordo e alegre. Graças a Deus não muda. O João Alfredo, nosso querido “Bolinha”, estava nos 50 anos de casamento de papei e mamãe. Aliás, foi maravilhoso ver a tanta gente daquela “era”. Fiquei feliz com sua posição na rádio Baré. Sobretudo, fiquei feliz com sua incessante missão de informar e comunicar. É claro que gostaria de usar essa mídia e falar ao nosso povo. Meu sonho de “consumo”, se Deus tiver isso pra mim, é voltar para o Amazonas. Não para Manaus. Mas para a Floresta. E essa “porta” que Deus me abriu—aqui no Site, que logo será Portal—me permite essa liberdade. Posso fazer isso de “qualquer lugar”. Você sabe o quanto eu gostava de “fazer televisão”. Me sinto “em casa” diante de uma câmera. Não vejo lente, vejo gente. É fácil. Mas tenho algo a confessar: Nunca gostei tanto de uma mídia quanto desta aqui. Tem de tudo: palavras, linguagens, documentação, possibilidade de variação temática ilimitada, lugares específicos conforme o gosto do visitante, interatividade, pessoalidade, chance de re-ver e re-ler; e, ainda terá imagem, som, etc... E melhor: posso fazer tudo isso com liberdade de movimento e sem “aquele aparato” todo. Ou seja: é leve, livre e limpo! Papai teve um infarto, mas já está bem. Dê uma ligadinha para ele. Sei que ele amará ouvir sua voz. Receba meu beijo mais que carinhoso. Seu irmão e preacher. Caio