Português | English

Cartas

MÉDICO, CURA A TEU PRÓPRIO CORAÇÃO!

MÉDICO, CURA A TEU PRÓPRIO CORAÇÃO!



-----Original Message----- From: MÉDICO, CURA A TEU PRÓPRIO CORAÇÃO! Sent: sexta-feira, 13 de fevereiro de 2004 01:53 To: contato@caiofabio.com Subject: ME IMPEDIRAM DE NAMORAR... Mensagem: Querido irmão: A graça e a paz do Senhor Jesus sejam contigo! Pastor, conheci seu site há alguns meses e o tenho visitado constantemente. Confesso que sou muito grato a Deus por tudo o que tenho aprendido com você aqui neste site. Preciso muito de sua ajuda e orações. Tenho andado em constante depressão. No início de minha juventude, me converti a Jesus. Comecei a me congregar em uma igreja. Havia muitos jovens lá e me senti bem. Então chegou o dia fatídico onde "aprendi" que Deus tem uma mulher certa para cada irmão crente e vice-versa, que deveríamos orar para que Ele nos guiasse a tal pessoa, que o casamento só correria bem, sem desajustes, se fosse com tal "escolhida do Senhor" (ministrado pelo pastor, ingenuamente pus toda minha confiança devido a isso). Li sobre testemunhos de irmãos que haviam decidido não namorar, apenas fazer uma tal "a corte" com amizades somente, para se casarem com a pessoa que julgassem mais legal só "no tempo certo", algo como um passo direto para o casamento, que supostamente Deus abençoaria. Aparentemente muito espiritual, não? Então mergulhei no "ativismo para Jesus" achando que Deus providenciaria tudo para mim, movendo as circunstâncias para que um dia no correr de minhas atividades ministeriais eu encontrasse a minha "cara-metade..." Que terrível engano! Dez anos se passaram. Graças a Deus, aprendi com outro pastor há cerca de um ano que não era nada disso, que Deus abençoa as escolhas que fazemos baseadas nos princípios de Sua Palavra, que não existe "a escolhida perfeita", que não é pecado namorar para conhecer, etc. Mas o estrago na minha juventude fora feito! Perdi muitas chances de namorar ótimas moças. Sempre fui muito tímido, tenho um péssimo papo e hoje sou muito inexperiente em relacionamentos por isso e por causa dessa mentira em que acreditei. Tentei namorar diversas garotas depois disso mas não tenho dado sorte... Parece que assim que elas me conhecem mais a fundo se decepcionam... Minha profissão me dá pouquíssimo tempo para minha vida sentimental (sou médico-residente). Além do estresse da profissão tenho que amargar uma vida solitária tendo um coração muito carente de amor... A maioria de meus colegas já se casou ou está noivando... Acho que nunca passei por uma crise como esta. Estou cada vez mais deprimido, chorando sozinho e perdendo o prazer em muitas coisas simples da vida... Como li hoje numa carta de seu site, é como se "minha alma se recusasse a ser consolada". Por favor me ajude com uma resposta amiga e suas orações. Gostaria também que publicasse algo como alerta para outros jovens que neste Brasil estejam sendo enganados por essa mentira diabólica da "escolhida certa", para que não caiam nessa conversa de pastor como eu fiz, que sirvam a Jesus sem desperdiçar a chance de viverem sadiamente sua juventude! Afinal só temos uma vida para viver! Que o Senhor te abençoe e te guarde, meu amado! _______________________________________________________ Resposta: Amigo querido: Vamos remir o tempo, pois os dias são maus! Se eu botasse seu e-mail aqui no site choveria na sua horta em no máximo duas horas. Recebo a mesma reclamação de muitas mulheres, que entraram na mesma canoa furada e hoje se debatem na água fria...loucas pra subir numa “jangada”...a fim de serem levadas pelas ondas...em boa companhia...até Bons Portos. São dois mil anos de interferência da “igreja” na vida sexual e afetiva das pessoas...e nada ficou melhor. Ao contrário, o lado do mundo que ficou sob a orientação sexual da “igreja” tornou-se a banda mais tarada, mais pornográfica, mais compulsiva e sexualmente fetichista de toda a Terra. São os filhos da “igreja” os sexualmente mais adoecidos. E quando falo de “filhos da igreja”, não me refiro apenas aos que hoje sofrem o que você sofreu dentro da “igreja”. De fato, todo o Ocidente é filho da “igreja”, do ponto de vista de sua cultura...e experimenta as seqüelas psicológicos—tanto nos excessos, quanto na mortificação ou adoecimento da sexualidade—; e o que daí se deriva é ruim para a alma. Eu não sei de onde esses caras tiraram a tal da “escolha perfeita”. Nunca as escolhas foram tão imperfeitas como na tal da “escolha perfeita”. Todos os dias eu atendo as “vitimas” dessa maluquice. Na Bíblia a única escolha perfeita, feita por Deus, Eva, acabou por mostrar como não existe nada perfeito quando se trata da existência na Terra. A leitura da Bíblia não nos enseja nenhuma esperança de perfeição. O Salmo 128 é uma promessa-sonho, um desejo de felicidade, uma oração de esperança...e que vários seres humanos experimentaram...especialmente os que nunca foram conhecidos como “grande” em nada. A felicidade, em geral, é um bem silencioso e discreto, e que somente as famílias muito simples e não expostas aos grandes sonhos, conseguem experimentar. A leitura bíblica nos mostra, do Gêneses ao Apocalipse, que não existe escolha perfeita...todas as escolhas são imperfeitas...ambíguas...relativas...complexas...e trazem seu próprio quinhão de tragédia, dor, sofrimento, acertos, erros, e frustrações. A Bíblia não romantiza o casamento. Nele deve-se buscar amar e ser amado, comer, beber, prover para os filhos, e gozar amores com a mulher amada. Isso tudo em meio a muita confusão, desilusões, mortes, perdas, encontros, desencontros, e circunstâncias adversas. Agora, meu amado, que você caiu na real, não chore mais. Chegou a hora de você exercer o direito de escolher imperfeitamente, desde que seja perfeitamente sua a escolha, e, na medida do possível, baseada na verdade do amor, ou, quem sabe, até na projeção dele. Não existe escolha perfeita porque não existe ainda, em nós, o perfeito amor. Ainda assim, quando Paulo descreve o perfeito amor, ele ainda o põe no plano da relatividade...ainda é em parte...ainda acontece tendo que sofrer, vencer o ciúme, o tempo, a espera, a exasperação, a impaciência, e a impropriedade de certas circunstâncias...pois se o amor é próprio...é apenas porque há ocasiões em que a vida é imprópria. Meu querido, não carregue esse carma de ser um filhote de pastor, que foi feito um esquisitoide evangélico...pois nada disso vai permanecer. Aliás, quando você chegar ao fim desta carta muita coisa já terá mudado em você. Veja bem, você precisa agora desenvolver a sua alma-masculina. Livros, romances, poesias, canções, bons filmes, boas amizades...todas essas coisas vão tirar esse cheiro de vela e de banco de igreja de você...e lhe darão a leveza de uma existência normal, com papos normais, sobre tudo e todas as coisas...sobre a vida. As meninas devem ficar meio sem jeito com você pelas seguintes razões: a) muito papo-crente (igrejas, grupos, ensinos, etc...) em sua boca; b) o susto de saber que você anda sob o tacão de pastores...é apavorante para as mulheres que querem também se divertir...e me diga: quem não quer? c) sua insegurança sexual deve “passar”...“vazar”...de alguma forma...e isso deixa as meninas na defensiva. O que fazer? Ora, nada muito especial. “Deixa a vida me levar...” é a canção da hora. O interessante é que tais coisas podem mudar subitamente...e mudarão na hora em que você relaxar e curtir...parando de chorar o passado...e erguendo a cabeça para usufruir o Hoje. Meu amigo, as meninas também só existem no dia chamado Hoje. Ontem só houve as que não houveram...então, deixe esses fantasmas passarem. Tá cheio de assombração de carne e osso em volta de você. Não se desespere...mas seja confiante. E saiba: se você não ficar falando de igreja, de como serviu a Deus todos esses anos, aguardando a mulher perfeita...e passar a falar da vida...sem doutrinação ou com voz professoral...então você verá os lírios se abrirem...e conhecerá a beleza das filhas dos homens...e que são as delícias dos olhos de todos os humanos. Chega de choro e depressão...senão você vai perder o que está aí. Meu amigo, a juventude não pode ser desprezada...especialmente em suas fases e necessidades de vaidade, encontro e ilusão. A ilusão da juventude é parte da realidade que a vida imporá mais adiante. Médico-residente...do ponto de vista das oportunidades para conhecer pessoas você está num lugar de “fartura”. Agora, sem ficar maluquinho, o que você tem que fazer é refazer o layout, mudar o assunto, curtir sem culpa a companhia das pessoas, e começar a saber o que você gosta mais...se pêra, maçã, uva, ou quem sabe saputi. Há muitos gostos a serem conhecidos...à menos que logo de cara você encontre o seu gosto e seja gostado do modo como também gostou. Agora vamos parar com a depressão, pois só mulher também adoecida é que gosta de encontrar homem deprimido. Mas se você desejar saúde, apresente-se saudável! Vamos lá irmão! Vamos virar esse jogo. Ainda dá para fazer a festa e levantar a taça. Receba meu carinho, e também a minha liberdade em Cristo para escrever tudo o que lhe escrevi. Nele, que nos deu um “eu” com vontade, e que pode expressar-se na escolha da mulher amada, Caio