Português | English

Cartas

ME SEPAREI...NÃO VEJO O MEU FILHO...E NEM PREGO MAIS

ME SEPAREI...NÃO VEJO O MEU FILHO...E NEM PREGO MAIS

 

   

ME SEPAREI...NÃO VEJO O MEU FILHO...E NEM PREGO MAIS...  

 

 

 

Meu irmão amado: Paz! Vou responder a sua carta dentro dela mesma; certo? Ao final farei alguns comentários.

 

Caio

 ________________________________________________

-----Original Message-----

From: MINHA SEPARAÇÃO...NÃO VEJO O MEU FILHO...E NEM PREGO MAIS

To: contato@caiofabio.com

Subject:  Confidencial

Mensagem:

 

Olá irmão,

Tive há aproximadamente 3 anos uma separação litigiosa e que desmoronou minha vida espiritual e ministerial. Hoje sou casado novamente e estou sem ministério e sem a comunhão dos irmãos. Ressalto que por opção minha eu saí da minha igreja (Renovada) e fiquei meio perdido em relação ao ministério de ensino e pregação da Palavra. Quantas coisas ruins advém disto, não é? ________________________________

Resposta:

Toda separação é horrível, por maior que o alívio venha a ser... ____________________________________________

A separação foi boa, pois saí de um relacionamento difícil e particularmente, sufocante. Amava demais o meu filho e ainda o amo, mas a minha ex-mulher jogou na minha cara que eu nunca mais veria o garoto, na época com 5 anos e hoje quase 8. Ela cumpriu com a promessa e não o vejo durante todo este tempo. Já fui aconselhado para entrar na justiça e fazer valer os meus direitos, mas e a criança que ficará traumatizada? Problemas gerados pela separação não é mesmo?

____________________________________________

 

Resposta:

Não! Trauma maior será crescer pensando que você desistiu dele. Não existe isto. De filhos ninguém se divorcia. Entre na justiça e exerça seu direito, responsabilidade e privilégio de pai. Eu acho que você se acomodou fácil demais à situação. Você está ajudando financeiramente o seu filho?

_______________________________________________

 

Hoje me sinto feliz de ter uma mulher que me ama, embora ainda não seja convertida à mesma fé que a nossa, mas eu a amo também. Mas ao mesmo tempo em que sou feliz, me sinto infeliz por estar longe da Graça e longe daquilo para o que fui criado, que é o ministério do ensino e da pregação. ________________________________________________

 

Resposta:

Meu amado, você está longe dos "trabalhos da igreja". Você não tem esse poder de ficar longe da Graça. Não é a gente que a escolhe, é ela que escolhe a gente. O problema é que você ainda não entendeu o que é viver na Graça. Quando isto acontece a gente dês-mistura os "trabalhos" feitos em nome da "igreja", do ministério feito em nome de Jesus. Leia mais este site e você vai entender bem a diferença. E não o recrimino por isso, por ainda não saber a diferença. Afinal, você foi "catequizado" desse modo: fora da "igreja" não há serviço a Deus. Coisa da igreja católica, mas que prevaleceu entre os evangélicos.

___________________________________

Depois de tantas e tantas profecias e confirmações, de santos que falaram em nome de Deus, até mesmo em outras cidades que fui a passeio há muito tempo atrás... e por incrédulos que têm também o dom da vidência...viram isto em mim (meu dom)...e chegando em mim, seja na rua ou outro lugar, me falaram. Nunca os procurei, mas creio que por ser quem eu sou, O Pai se viu na necessidade de argumentar desta forma, meio que parecido com Gideão quando ouvia o sonho dos seus inimigos confirmando o que Deus já lhe tinha dito. ________________________________________________

 

Resposta:

Não se impressione com essas coisas. Toda vez que eu passo na esquina da minha casa tem alguma cigana querendo me dizer algo. E já ouvi de tudo...quando estou a fim de rir...e depois pregar. Quem confirma a Palavra em nós é o Espírito. Você apenas crê.

________________________________

Sinto falta do ministério e ao mesmo tempo me sinto excluído dele, pelo fato de ser separado e casado novamente, principalmente com alguém que ainda, não abraçou a fé cristã.

______________________________

 

Resposta:

O reverendo Antonio Elias casou, há mais de cinqüenta anos, com uma filha de Maria. Isso sim, era escândalo à época. Hoje, meu amado, não nada mais senão rixa de sua "igreja" contra você. Mas a Palavra está livre. E você pode pregá-la onde desejar. É só começar. Autorização para fazê-lo você já tem, e é do Senhor.

________________________________

Seu exemplo é bom e me inspiro nele, mas sua fama o precedia e no meu caso, me precede o passado recente e amargo.

________________________________

 

Resposta:

Se meu exemplo o inspira em alguma coisa...então, pegue a Palavra e a pregue. Mas antes de tudo seja pai para o seu filho. Minha vida não seguiu o curso que eu pessoalmente havia planejado com minha separação em razão de que o preço seria não ter mais a mesma proximidade de meus filhos...deixei tudo...reorganizei a vida...e estou prosseguindo...e os filhos estão comigo e eu com eles.

________________________________________________

Será que os dons de Deus vão me atormentar pro resto da minha vida me tornando infeliz por eu não usá-los?

________________________________________________

Resposta:

Os dons de Deus são privilégio e alegria. Se eles estão sobre a sua vida você jamais conseguirá impedi-los de manifestarem-se.

____________________________________

Será que vou conseguir voltar a fazer aquilo para o qual fui chamado?

_________________________________

Resposta:

Não! Você será você. O seu chamado para é para "aquilo", é para ser alguém...em Cristo. E se será melhor...bem...vai depender da entrega de sua consciência à Graça de Deus. Nesse caso, eu digo a você: tudo o que você viveu antes é bobagem perto do que lhe está reservado.

________________________________________________

Devo abrir caminho à força para cumprir o chamado de Deus? E lá na glória, o que direi se não cumprir com meu chamado?

_______________________________

Resposta:

Nada é pela força do braço. Mas quem tem um chamado de verdade não tem que fazer força...as coisas acontecem...na rua, na esquina, no bar, na praia, entre amigos, no trabalho...em todo lugar. Quanto a cumprir o seu chamado, saiba que antes de tudo você foi chamado para SER. O resto é opressão de pastor botando crente pra trabalhar de graça, e muito-enquanto eles esperam os resultados para a sua própria glória entre os homens.

____________________________

Não tenho medo dos homens, mesmo porque me inspiro em homens fortes e não em fracos ou medíocres, mas tenho medo de trabalhar na minha própria força e vontade e no final ouvir "servo inútil". Mais uma pergunta, talvez para eu mesmo responder: Será que não fiz tudo errado desde o começo? Será que há recomeço?

________________________________

Resposta:

Não sei como as coisas aconteceram. Só sei que de tudo o que você me disse o que mais me preocupou foi sua acomodação à proibição de não mais ver o seu filho. Isso sim...é sério e grave.

__________________________________

Meu irmão, você e o pastor Swaggart são hoje o exemplo que eu preciso, mas não sei se comigo a história é a mesma. Acho que cada história e é uma história pessoal, mas levo em conta uma frase antiga de algum sábio por aí: "não importa como começou, importa sim como vai terminar".

_______________________________

Resposta:

Bem, eu não tenho nada a ver com ninguém. E não gostaria de ser usado como exemplo de separação. O Swaggart gostava de meninas na rua e de prostituição. Eu me envolvi por outras razões. E não era uma aventura fortuita...  O mais foi apenas a tentativa de não deixar o horroroso se instalar sobre minha vida... Portanto, não sou exemplo para nada... Sou apenas um sobrevivente da misericórdia de Deus.

________________________________________________

 

Um beijo fraternal e um amor maior pra você.

____________________________

Continuação:

Meu amado, vejo que você ainda está sob a opressão de seus juízes. Leia este site todo, internalize as mensagens, e prossiga... Sei que você vai crescer e pacificará o seu coração. O resto acontece naturalmente.

 

Nele, que nos chama a dar fruto de amor e justiça,

 

Caio

 

2003 – Primeiro ano do site.