Português | English

Cartas

LIBERDADE NA DOR E NO SOFRIMENTO — David Riker

LIBERDADE NA DOR E NO SOFRIMENTO — David Riker

-----Original Message-----
From: Bento Souto
Sent: quarta-feira, 7 de abril de 2004 16:40
To: contato@caiofabio.com
Subject: LIBERDADE NA DOR E NO SOFRIMENTO — de David Riker


Querido Caio,

Saudades.

Estou em Recife desde sábado passado. Volto para São Paulo na próxima semana. Após enviar tuas primeiras reflexões sobre a partida do Lukas para o David Riker, nosso querido amigo e irmão, recebi dele este e-mail abaixo, em 01/04, e gostaria que você visse como parece com suas próprias conclusões. Perdoe apenas o intercalamento entre os idiomas. Afinal, Riker já está há onze anos fora do Brasil, estudando. Apesar de todo esse tempo e distância, nossa amizade só cresceu.

Um beijo,

Bento
_________________________

David Riker escreveu: *

Very moving!

One of the things that I always see in people that experience intense pain and suffering, like Caio Fábio is experiencing, is that a certain FREEDOM tend to come to them as well.

A freedom to love and to be loved, a freedom which is unconcerned with the opinions of society. A freedom to hold hands, to kiss, to be reconciled with others, regardless of society's opinion. A freedom to experience true life, life unconcerned with, "o que será que as pessoas vão pensar disso ou daquilo?"  Formalities and conventions tend to be set aside, and freedom, true freedom, tends to want to raise its head.

Why don't we all live that way? I don't know. Fear, perhaps.

The other issue is trust. Yea, to trust God. It is so difficult to trust God, sometimes. I don't know how my daughter will turn out. I hope and pray she will be very different than her father, and similar to her grandmother. But at the end of the day, I don't know.

Why is it that I am still alive? Perhaps, He is not through with me yet. Perhaps He has still work for you and me to do, despite of us… All is all! There is a mystery, a profound mystery which will only be solved at the other side of the 'river'.

Your brother and old friend,

Riker



Resposta:


Bento amado,

Que bom foi ouvir do Riker e senti-lo tão maduro e são. Quantos bons tempos!!! Sem falar que ter reencontrado você só me renovou a alma.

Não estarei no Recife até o dia 17 de abril. Então ficarei três dias...duas noites. Espero poder abraçá-lo.

Um beijão muito amigo.


Nele, que nos libertou para a liberdade,


Caio
__________________________

* Tradução do e-mail de David Riker:

Muito tocante!

Uma das coisas que sempre vejo em pessoas que experimentam grande dor e sofrimento, como Caio Fábio está experimentando, é que uma certa LIBERDADE tende a surgir nelas também.

É a liberdade de amar e ser amado; a liberdade que não se importa com as opiniões da sociedade. É a liberdade de dar as mãos, beijar e se reconcilliar com os outros, independentemente do que a sociedade pense. É a liberdade de experimentar a verdadeira vida, uma vida despreocupada quanto à questão "O que será que as pessoas vão pensar disso ou daquilo?". Formalidades e convenções tendem a ser deixadas de lado, e a liberdade, a  verdadeira liberdade, tende a querer desabrochar.

Por que todos nós não vivemos assim? Não sei. Por medo, talvez.

O outro ponto é a confiança. Sim: confiança em Deus. Às vezes é tão difícil confiar em Deus... Eu não sei como minha filha vai se tornar no futuro. Espero e oro para que ela seja muito diferente do pai e parecida com a avó. Mas como será no final, eu não sei.

Por que será que eu continuo vivo? Talvez Deus ainda não tenha completado sua obra em mim. Talvez ele ainda tenha obras a realizar através de mim e de você, apesar de nós... E tudo faz parte! Há um mistério, um profundo mistério que só será revelado depois que estivermos na outra margem do "rio".

De seu irmão e velho amigo,

Riker
__________________