Português | English

Cartas

KIT

KIT "GOD 6.0", O KIT DOS CRISTÃOS

----- Original Message ----- From: newton To: cafecomgraca@caiofabio.com Sent: Monday, March 15, 2004 9:42 PM Subject: Contato do Site : Saudação Mensagem: Com o incrível Kit "GOD 6.0" você se tornará um cristão aprovado por Deus e por toda sua igreja. Chega de perder tempo buscando a salvação. Com o Kit "GOD 6.0" a salvação vai à sua casa, e você não paga o frete. O Kit é composto de 12 cds, cada um com o nome de um apóstolo, ouvindo cada cd apenas 15 minutos por dia você se tornará um verdadeiro cristão em apenas 2 meses. E não é só isso! Comprando o Kit "GOD 6.0" você ainda leva a máscara do cristão, para aqueles dias que você estiver nervoso e sem paciência pra nada, e é muito fácil de usar. Quando você estiver com aquela cara emburrada é só colocar a máscara do cristão e parecer sempre um bom cristão para todos. E tem mais, comprando o kit você ganha três profecias inteiramente grátis. Quanto você pagaria por tudo isso? Não responda ainda! Pois levando o kit "GOD 6.0" você ganha inteiramente grátis um boneco de papelão da sua altura para ficar em seu lugar quando você não estiver com vontade de ir à igreja. Chega de ser pego dormindo ou desatento durante o culto. O boneco cristão tem os olhos bem arregalados e um sorriso alegre para parecer bem atento a cada palavra do pastor. E ainda grita aleluia! Com o Kit "GOD 6.0" você ganha o certificado internacional de bom cristão além da carteirinha de cristão com a primeira mensalidade totalmente paga. Se alguém um dia duvidar de sua fé, abra a carteira e mostre sua carteirinha de cristão e impressione a todos. E sabe quanto você pagaria por tudo isso? Menos do que você dá na oferta da igreja... Venda de kits e carteirinhas de bom cristão? Felizmente ainda não chegamos a esse ponto, mas já estamos quase lá. Muitas pessoas que dizem falar em nome de Deus têm passado a idéia que a vida cristã está condicionada aos cursos que você faz, aos carnês que você paga, a quantas vezes você grita aleluia durante o culto, ao falar em línguas, e não em função de um coração grato e quebrantado diante de Deus, que nos chama a viver uma vida liberta em cristo, e não uma vida metódica, cheia de regras e regulamentos, com a finalidade de impressionar à terceiros e de fazer nos sentirmos aliviados por termos cumprido nossas obrigações como cristãos. É fato que cursos são importantes, mas a aprovação de Deus não vem através disso. Nós O amamos por que Ele nos amou primeiro, e não o contrário. Temos que buscar uma intimidade verdadeira com Deus, aceitar realmente Seu amor, senão viveremos uma falsidade em que alguém pode parecer muito bem aos domingos, mas no interior a alma está dilacerada pela total ausência de genuína autenticidade e veracidade na vida cristã. Quando vivemos um profundo relacionamento com Deus, sedentos de Sua vontade a cada dia, nossas boas obras e atitudes passam a ser resultado do reconhecimento e aceitação do amor de Deus, e não para sermos aprovados por Ele. A igreja tem um papel fundamental na formação desses pseudocristãos( Infelizmente). A grande preocupação de grande parte das igrejas nessas últimas duas décadas tem sido somente o crescimento numérico, como se Deus estivesse preocupado com o número de pessoas que dizem O adorar, e não com o coração de cada uma delas. Entre 1970 e 1980 o crescimento evangélico no Brasil foi de 155%, o mundo se impressiona e os brasileiros se envaidecem com esses números, não são raras as vezes que pastores viajam pelo mundo ministrando palestras sobre o crescimento evangélico no Brasil. Mas o que realmente mudou no coração dessas pessoas que aceitaram Cristo? As pessoas se converteram de que para que? É só ligarmos a tv para nos depararmos com as conseqüências desse crescimento numérico mal fundamentado; mulheres seminuas vendem produtos pornográficos ao mesmo tempo em que dizem que Jesus é seu salvador, atletas famosos vestem a camisa de Jesus durante o dia e à noite levam uma vida promíscua e distante da Palavra de Deus. Pode da mesma fonte jorrar água doce e água salgada? A grande "arma" das igrejas para esse crescimento foi a seguinte: " venha para Jesus como você é, e se mesmo depois de aceitar Jesus como seu salvador você não mudar de vida, nós fecharemos nossos olhos e não lhe cobraremos essa mudança". Mas eles se esquecem das Palavras de Jesus: "Eu vim a fim de que mudem de vida" Hoje se tornou muito cômodo ser cristão, aceitamos Jesus, vamos aos cultos dominicais, fazemos umas boas ações, lemos alguns livros, e acima de tudo podemos continuar a pecar, pois sabemos que Ele é aquele que perdoa e se esquece de nossos pecados. Será esse o relacionamento que Deus quer que tenhamos com Ele? Será essa a mudança proposta por Cristo? Podemos perceber mais reflexos do crescimento numérico; a Palavra de Deus perdeu seu propósito e foi substituída por frases feitas de livros de auto ajuda, pessoas que insistem em pregar a respeito da cruz vêem seus cultos serem literalmente esvaziados. O que o povo quer é pão e circo. Não interessa mais a pregação a respeito do pecado. Quem somos nós para falar de pecado? Essa pregação está fora de moda, o que queremos são pastores que gritem e se mexam bastante, não é mais o toque de Deus que pode nos curar, e sim a mão do pregador sobre nossas cabeças, queremos uma grande banda tocando no louvor e pastores profetizando a troca de nossos carros e a compra da nossa casa. Não interessa mais se quem está ali falando possui um coração quebrantado, queremos bons interpretes. Se continuarmos assim veremos as igrejas não mais buscarem seus pastores em seminários, e sim em escolas de teatro. Exagero? Muito bem, então pergunte aos que não são evangélicos qual a opinião deles a respeito de muitos pastores!!! Se forem bem educados não falarão nada melhor do que um bando de corruptos e ladrões que se aproveitam de gente humilde. Desculpem-me se o artigo parece rude, mas não podemos faltar com a Verdade!!! Deus abençoe a todos rica e poderosamente,