Português | English

Cartas

JESUS: COMPANHEIRO DE TODOS OS MOMENTOS

JESUS: COMPANHEIRO DE TODOS OS MOMENTOS

 

 

 

 

Queridos Adriana e Caio.

Amo muito vocês.

Estou assistindo ao vídeo sobre o documentário de Israel "JESUS, O COMPANHEIRO DE TODOS OS MOMENTOS".

Eu que já amava tanto ao meu Senhor Jesus, depois de te ouvir, da forma como você fala sobre os feitos de Jesus em Nazaré e em todas as outras cidades ao redor, o meu coração não se cabe de amor ainda maior por Jesus, meu lindo e querido Salvador. Como eu O amo hoje ainda mais.

Agradeço muito a Ele por ter dado a você, Caio, tantas revelações da Graça de Jesus e você tem compartilhado o que Deus tem te dado com todos nós.

Agradeço ao meu Senhor Jesus pelo privilégio que tivemos, a minha família e eu, de termos vocês como amigos e família.

Escutando o que você diz sobre Betânia, que Jesus gostava de lá, porque ali Ele tinha amigos, curou Lázaro, veio ao meu coração que a casa de vocês é a Casa de Betânia.

Aí temos amigos de verdade. Foi aí que fomos curados por vocês. Tanto o Tõe como eu.

Portanto para mim, agora, a sua casa é Casa de Betânia, casa dos nossos pais, irmãos, amigos, Caio, Adriana, Dani e Bruna.

Deus abençoe todos vocês hoje e sempre. Amigos para sempre.

Beijos e mais beijos procêis.

Rosane

___________________________________

 

Resposta:

 

 

Querida amiga Rosane: Graça, Paz e muita alegria no Espírito Santo!

 

 

 

Você não sabe como sua cartinha nos alegrou. Você, Fonseca, Davi, Patrícia e Marluce, são muito mais amados por nós do que sabem.

 

A existência de vocês aqui em Brasília foi elemento fundamental para a adaptação de nossos filhos à cidade.

 

Vocês, Rosane e Fonseca, têm sido mais que irmãos, têm sido amigos, em todas as circunstâncias.

 

Grande é o espírito de hospitalidade que habita a casa de vocês!

 

Vocês são do tipo abençoado de filhos de Deus que aonde cheguem fazem os de casa, os que já estavam antes de vocês, sentirem-se acolhidos pela chegada de vocês.

 

Que bom que você gostou tanto do documentário “Jesus: Companheiro de Todos os Momentos”. Quando o gravei, em 1986, o fiz com toda alegria. Depois disso gravei muitos outros, mas nenhum outro teve o saber daquele primeiro.

 

Fonseca e Davi acabaram de sair daqui. Creio que este e-mail chegará a sua casa antes deles.

 

Um beijo muito carinhoso, meu e da Adriana, e de toda a moçada.

 

 

Nele, que nos uniu,

 

 

Caio

 

20/06/07

Lago Norte

Brasília