Português | English

Cartas

HÁ PODER EM MINHAS PALAVRAS?

HÁ PODER EM MINHAS PALAVRAS?



-----Original Message----- From: HÁ PODER EM MINHAS PALAVRAS?

Sent: segunda-feira, 12 de janeiro de 2004 20:06

To: contato@caiofabio.com

Subject: Amor, oração, poder das palavras...

 

Olá Pastor Caio,

 

Gosto muito de sua palavra, do carinho como que o senhor fala das coisas do Reino.

 

Eu estou escrevendo para pedir ajuda; estou confuso.

 

Estou lendo pela terceira vez o livro de Don Gossett, “Há Poder Em Suas Palavras”.

 

O livro dele é maravilhoso, mas quando pego a Palavra de Deus, em alguns versículos, fico sem Norte.

 

Agora o assunto: Tive uma namorada há alguns anos atrás; ela não era crente ainda; mas eu apresentei a ela a Jesus; ela aceitou, e entregou sua vida a Ele; depois veio família dela. Ela foi embora...eu moro no sul...ela quase no norte.. Ela terminou nosso namoro. Mas eu tenho em meu coração que ela é a esposa que Deus separou pra mim. Sempre que oro por namoro, esposa... ela vem em minha mente. Mas ela não quer saber mais de mim! O que fazer? Já oro por isso há dois anos e meio. Ela ainda esta solteira. Mas a tenho em meu coração como a pessoa certa pra mim. Quero muito que o Espírito Santo toque no coração dela, e Deus continue guardando ela pra mim. E que um dia possamos casar.

 

Deus pode fazer isso, não é?!

 

Segundo o livro de Don Gossett, só temos que pedir a Deus. É o que está em: João 14:14, João 14:13, João 15:16, Mateus 7:7, João 16:24, Filipenses 4:13, Salmo 37:4, Jeremias 29:11-14 e Tiago 4:2. Posso pedir pra Deus me trazer ela de volta segundo entendi.

 

Segundo a Palavra, eu devo pedir aquilo que eu desejo. Mas o que dizer de Felipenses 2:13, Provérbios 16:1,2???

 

Estou muito confuso. O que faço? O que é certo? Até onde posso pedir a Deus? Há um limite de pedido? Posso ser tão específico assim na oração?

 

Um forte abraço,

 

 ____________________________________________________________

 

Resposta:

 

Meu amado irmão: Paz e Confiança!

 

Meu querido, há poder em Deus!

 

Há poder na Palavra de Deus!

 

Nossas palavras carregam algum poder, sobretudo de auto-motivação e de motivação dos outros.

 

Elas irradiam energia. Isso é poder.

 

Mas sinto lhe informar que não há poder mágico em suas palavras.

 

Qualquer “fé” carrega poder...algum poder.

 

A mente é produtora de energia, que tanto nos contagia como também aos outros. Mas é só isto. Não há nada além disso.

 

Portanto, sinceramente, tenho duas coisas a lhe dizer:

 

1. Deixe esse livro aí na prateleira e leia a Palavra. Leia-a com prazer e fé, e não para atingir um certo objetivo. Se for assim, não será devoção, mas mágica. Há muita mágica no meio evangélico. Cada vez mais. A maior parte da “igreja evangélica” se tornou pagã na sua consciência do mundo espiritual, e entregou-se à magia branca, de palavras, decretos, confissões positivas, palavras de ordem, e muito “sacrifício espiritual”. Tudo isso é paganismo!

 

2. Deixe a moça “na dela”. Ela simplesmente não gosta de você para namorar e casar. Só isto. E mais: Deus não responde essas orações. A resposta de Deus à oração que pede uma esposa...é o amor dela por nós e nosso por ela. Se não houver a resposta do amor, digo-lhe, mesmo que ela lhe faça o “favor de casar pela fé”, não queira. Seria um inferno para ela; e depois de um tempo para você também.

 

O mundo está cheio de meninas, meu querido. Vá à luta! Olhe em volta. Deixe-se ver. E ore de olho e coração abertos quando o assunto for “quem é a minha mulher”.

 

O amor realiza o seu próprio milagre!

 

Ninguém precisa orar para ele chegar. Não adianta. Todas as reuniões de oração não o farão nascer.

 

Deus determinou que isso fosse um “mistério”, um eleição inexplicável, uma espécie de predestinação, uma decisão cega e lúcida do coração.

 

Então, amigo, se você deseja minha opinião, ela está aí.

 

E a dou com a tranqüilidade de quem está lhe sugerindo o que lhe fará Bem!

 

Nele, que nos escolheu em amor,

 

Caio

 

 Copacabana

12 de janeiro de 2004