Português | English

Cartas

FILHOS E NETOS DE DEUS? HÁ TAL COISA?

FILHOS E NETOS DE DEUS? HÁ TAL COISA?

Amigo querido: Graça e Paz! Vou responder seu e-mail dentro dele. Depois direi algo no final. ____________________________________________________________ -----Original Message----- From: Marcello Cunha Sent: quarta-feira, 12 de maio de 2004 01:42 To: contato@caiofabio.com Subject: FILHOS E NETOS DE DEUS? HÁ TAL COISA? Bom dia Reverendo! Bem...01:15 da madrugada e eu por aqui pensando, pensando... Não que eu subestime o trabalho que o senhor tem com esses meus e-mails filhote de coelho, mas mesmo que nem receba resposta, fico feliz em poder dividir alguns pensamentos com alguém que não irá menosprezá-los.... Se essas coisas são infantis, pelo menos me fazem sentir um bem-estar-ser tremendo na alma! Estava pensando em um comentário que já ouvi muitas vezes: "No mundo há duas classes básicas de pessoas: os filhos de Deus, e os filhos do Diabo. Não há meio termo. Não há quem jogue na coluna do meio." De minha parte Reverendo, acho que há vários tipos de pessoas. Infinitos tipos criados por Deus, expressando sua multiforme Graça. Em meio a esses devaneios, lembrei que o livro de Jó fala dos "filhos de Deus" que se apresentavam perante o Senhor. Eu creio que esses eram anjos, ou seres celestiais criados por Deus para servi-lo e amá-lo. Ora, se o diabo era um desses "filhos", pode-se dizer que o Diabo também é filho de Deus? ____________________________________________________________ Resposta: Quando a Bíblia fala de “filiação” com Deus ela fala de uma relação, não de uma mera derivação como criatura! ____________________________________________________________ É certo que a Bíblia chama a Cristo de Unigênito, mas todo aquele que se chama "filho", só pode invocar sobre si essa condição por causa do "FILHO", pois sem ELE nada do que foi feito se fez. Então sejam filhos anjos, sejam filhos homens, todos São NELE. ____________________________________________________________ Resposta: Ser Nele empresta a tudo uma filiação por derivação, mas não estabelece a filiação como vínculo de comunhão! ____________________________________________________________ Se o diabo é filho de Deus, então percebo o seguinte: 1 - O "poder se serem feitos filhos de Deus" do qual João fala, é na verdade o poder para ser o que se é? ____________________________________________________________ Resposta: Ter o poder de ser feito filho de Deus é o poder de crer que a relação perdida pelo homem—não por Deus—foi restaurada pela via da Consciência em Fé, por meio da Graça. Ou seja: quem olha para Deus em Cristo não verá mais Deus, mas sim o Pai. ____________________________________________________________ 2 - Essa presunção dos cristãos de se acharem uma classe mais afiliada é uma baita vaidade. ____________________________________________________________ Resposta: Sim, quando isto significa dizer que fora do Cristianismo não há salvação; o que é pura presunção e blasfêmia contra a Liberdade da Graça de Deus! ____________________________________________________________ 3 - Mesmo aqueles que são considerados Filhos do Diabo, não são ao menos "Netos"de Deus? ____________________________________________________________ Resposta: Não! Deus só tem filhos! E os filhos do diabo, conforme João 8, eram os “filhos de Abraão” que não discerniam o Filho, bem diante deles! ____________________________________________________________ Sendo assim, o mundo se dividiria em Filhos de Deus e Netos de Deus. Eu vejo o carinho que o senhor expressa por sua netinha, e sinto que há um exercício paterno em relação à filha de seu filho. ____________________________________________________________ Resposta: É que eu não sou Deus. Se eu fosse Deus todos seriam meus filhos. Deus não precisa de netos, pois não há nada e nem ninguém que não proceda Dele, mesmo o mais maligno dos seres. A questão é que assim como um bom pai ama seus filhos, mesmo aqueles filhos que não reconhecem o pai, infinitamente assim é o Pai. Nesse caso, o “poder de serem feitos filhos de Deus” é algo que Deus dá, como revelação, ao coração do filho que tratava o Pai com ignorância, desdém e descaso, mas que, de súbito, foi iluminado, e creu para a filiação eterna. ____________________________________________________________ Li um comentário seu dizendo que sonhava que Deus tivesse uma aniquilação reservada para o inferno. O senhor fala isso por anelo de coração, ou tem alguma base nas Escrituras? ____________________________________________________________ Resposta: Não, não há base na Escritura como uma afirmação. Mas há na Escritura um monte de coisas que Deus fez e desfez. O que eu estava era apenas dizendo que a visão cristã do inferno é perversa, pois se não o fosse, ninguém o desejaria tanto para os outros. Desse modo, o inferno se torna um perigo para os que têm fé nele como lugar de punição, visto que é para lá que mandam a todos os que não “querem” o que nós dizemos, sendo que o que dizemos, na maior parte das vezes, nem eu mesmo quero para mim, e nem por isto não creio na Verdade, só não creio é em muitas das supostas “sitematizações dela”; pois creio na Palavra de Jesus, mas não creio na maior parte das doutrinas sem Graça inventadas pelos doutos da cristandade, a maioria delas não passando de filosofia, sem vida e sem Graça para viver. ____________________________________________________________ O senhor tem receio de falar tudo aquilo que é revelado da Graça de Deus para não causar escândalo aos débeis na fé (e até na mente) ? ____________________________________________________________ Resposta: Não! Temo é fazer o oposto, deixando de ensinar tudo o que está revelado. As coisas reveladas são para todos nós; as ocultas é que pertencem ao Senhor nosso Deus. Portanto, em se tratando de revelação, não temo ficar só; nem preciso de aprovação da Multidão, e muito menos dos doutores que nada sabem pela via do coração, mas apenas pelos dogmas da perversidade. ____________________________________________________________ O senhor fala tudo que pensa da Graça de Deus, ou guarda alguma coisa que lhe parece irreferível, de tanta misericórdia e amor que o senhor entende serem derramados sobre os homens? ____________________________________________________________ Resposta: Não! Eu digo tudo. E em se tratando de Graça, não tenho pudores, especialmente se o que sei da Palavra pode salvar o ouvinte. Obviamente que os fariseus odeiam a Graça; por isso falo dela para quem sabe que precisa mesmo; pois não lanço perolas aos porcos; afinal, foi Jesus quem mandou que se tivesse tal cautela. ____________________________________________________________ Em Cristo, escândalo de Graça, Marcello Cunha. ____________________________________________________________ Continuação: Meu querido, não tenha medo de pensar. Apenas pense sempre olhando para Jesus. Ele é o Autor e Consumador da fé. Se Ele é nossa referencia absoluta, a mente não corre o risco se perder nos devaneios. Receba meu carinho. Nele, em quem o amor excede a todo entendimento, Caio