Português | English

Cartas

Filha de Pastor É Gente!

Filha de Pastor É Gente!

Proposta: De Filha de Pastor para Pastor O irmão não me conhece e nem eu tão pouco o conheço pessoalmente. Conheço como todos aqueles que o conheceram, como o Pr. Caio Fábio. No entanto, temos algumas coisas em comum: sou amazonense, nasci no município de Itacoatiara e sou filha de pastor. Meu irmão talvez eu consiga entender um pouco da vida de um pastor com seus prós e contras. Quero tirar de lado, é claro, o fato do "patrão" ser o melhor de todo o universo em graça e misericórdia! Mas conheço aqueles que de alguma forma se acham no direito de exigir e até explorar esse trabalho. O que quero dizer é que a cobrança é realmente grande e a ajuda muito pouca. Não que não se receba carinho, amizade e até amor. Mas um ombro amigo com quem contar é muito raro. É uma horrível solidão ser alguém rodeado de pessoas que falam, mas não conseguem ouvir! Sei das lutas também no campo espiritual. Acordar sentindo opressão, desespero, tristezas (as vezes até sem motivo); o apóstolo Paulo fala de situações que chegou a se desesperar da própria vida! Gostaria de falar com o irmão como filha de pastor: Vi meu pai passar por tudo isso, noites em que acordávamos com ele soluçando enquanto orava pedindo a misericórdia do Senhor, dias em que estava extremamente irritado e nem sabíamos por que, talvez nem mesmo ele soubesse. Hoje tenho 33 anos e aprendi durante a minha vida de filha de pastor que Jesus é o único que pode ajudar. Não estou falando daquele Jesus “lá da igreja” mas Daquele que com certeza está aqui do meu lado. Ele me fez entender que é o único que não abandona aqueles que esperam por ele! Só mais uma coisinha: a maior decepção que tive em minha vida foi quando descobri que meu pai era um ser humano além de pastor. Talvez porque de alguma forma isso é exigido também dos filhos de pastor, que não enxerguem a humanidade de seus pais. Se por um lado a decepção foi grande, a oportunidade que tive de aprender o que significa perdão também foi maravilhosa! Perdoei meu pai porque descobri que Jesus também me perdoa. Papai não é diferente de mim, ele só é “pastor”, também. No início não foi fácil. Afinal a família do pastor é quase que pastor também (pelo menos é assim que as pessoas vêem). As lutas eram nossas, as orações, as dificuldades também! Amo meu pai agora mais do que nunca. Oro por ele diariamente como homem, como pastor, como pai e como filho de Deus. Humildemente quero dizer uma coisa para o irmão: não existe pecado que o sangue de Jesus não perdoe. Sei que ele o ama e quer ser seu amigo sempre. Obrigada pela atenção, sua irmã em Cristo, Maria Resposta: De Um Homem Para Uma Filha de Outro Homem Querida irmã e amiga de Tambaqui: Que Jesus guarde seu coração sempre! Sempre soube que era só um homem! Hoje não deixo ninguém confundir as coisas! Sou salvo no único mediador entre Deus e o homem: Jesus Cristo Homem! Meu Salvador é o Filho do Homem! É gostoso ser homem! É sadio ser homem! Só é possível sendo homem! Antes de se ser Homem de Deus, tem-se que ser de Deus um Homem! Ame seu paizinho! Nunca se escandalize! Na Graça não há mais escândalo! Há apenas uma realidade: porque eu sei quem sou, sou misericordioso com todos que são iguais a mim! Caio