Português | English

Cartas

FÉ EM FRANGALHOS...

FÉ EM FRANGALHOS...

 

 

 

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: FÉ EM FRANGALHOS...

To: contato@caiofabio.com

Sent: Monday, February 26, 2007 5:50 AM

Subject: Fé em frangalhos

 

 

Querido Caio,

 

  

Peço que por favor me responda este e-mail, pois, não sei mais a quem recorrer e estou realmente precisando de ajuda, dispenso minha última busca por ajuda a você.

 

Eu fui líder da rede de jovens da SNT; e, de repente, me decepcionei enormemente. Depois disso procurei vários lugares, vários cultos, várias coisas; mas não encontrei algo que me faça sentir melhor.

 

Sinto-me oca; vazia; sem motivos pra viver. Não consigo acreditar em nada do que as religiões falam, não consigo nem mesmo emocionar-me com músicas Gospel que antes me faziam derramar em lágrimas. 

  

Não sei o que fazer. Cansei de buscar e não encontrar. Tenho um marido maravilhoso e minha vida é boa, agradeço a Deus por isso; mas não vejo esperança alguma no mundo, não consigo imaginar a convivência de Deus e os sofrimentos existentes no mundo.

 

As melhores pessoas que conheço são as que mais sofrem também.

 

Gostaria de crer de verdade em algo; gostaria de me sentir preenchida; gostaria de eliminar todo este sentimento de solidão.

  

Meu coração está endurecido com relação às coisas divinas!

 

Nunca pensei que fosse passar por isso... Choro todos os dias pensando no que é a vida; choro por conta deste vazio que toma conta do meu ser.

  

O que eu faço, Caio? Como posso me aproximar de Deus de uma forma verdadeira? Não quero fingir nada pra ninguém e não quero fingir nada principalmente pra mim!!!! 

 

Quero de verdade confiar e acreditar e me sentir bem; pois, sei que sem a presença divina eu nunca conseguirei ser totalmente feliz!

 

Sinto que todo este sofrimento e todo este vazio não será preenchido se não for com Deus; com algo que não está neste mundo. 

 

Ajude-me, preciso de uma direção para voltar a ter comunhão com Deus!

 

Em lágrimas me despeço e agradeço desde já!

 

Beijos,

_______________________________________

 

 

Resposta:

 

 

Minha amiga: Graça e Paz!

 

 

uma parte da vida da gente (quando nosso vínculo é com a sociabilidade religiosa) que se abala quando a se descobre que religião é a fachada do “Povo da Mentira”, como um dia designou Scott Peck em um de seus livros.

 

Dentro da “igreja” eu já conheci os melhores seres humanos da Terra e também os piores!

 

O problema é que hoje já não dá mais pra ninguém ficar garimpando ouro-humano na “igreja”; pois, quase que de todo, esse tesouro acabou; e sobrou apenas um pouco de “pedra dourada”, mas praticamente nenhum ouro.

 

A “igreja” é uma “Serra Pelada” que ficou pelada mesmo!

 

O povo ainda acorre a ela em razão do marketing enganoso, mas quem quer que tenha um mínimo de sensibilidade e desejo por Deus e pela Verdade do Evangelho, logo descobre que a Associação Banco do Brasil ainda é melhor pra freqüentar.

 

O que aconteceu com você é que sua alegria era clubesca em relação a Jesus, como acontece com a maioria dos cristãos.

 

Sim! Porque os cristãos me escrevem aqui (e antes de haver site também), e me diziam barbaridades de seus líderes e do espírito que regia e rege tais grupos.

 

Porém, pela carência afetiva, preferem ficar no lugar da mentira, por lá terem algumas amizades, do que jogarem a falsificação para o alto e buscarem Deus em espírito e em verdade; e, além disso, comunhão verdadeira; sincera; e sem hipocrisia.

 

Entretanto, quando o tapete relacional e social é puxado é que a maioria enxerga o engano. Antes disso, todos arranjam um jeito, uma desculpa, uma fachada, um pretexto, um álibi para ali estarem.

 

De fato, o sistema religioso tem grupos e subgrupos a fim de manter as pessoas “dentro”; pois, se retirarem o espírito do Clube de Deus, sabem que ninguém ficará; posto que não têm Palavra para alimentar o povo sem os entretenimentos dessa “Brega Disney de Deus”.

 

E o povo se empolga e não acredita nem mesmo no que vê, até que algo se vire e doa na pele deles.

 

Enquanto é pimenta no dos outros... — ninguém acha que é verdade.

 

Sim! Pensam que é exagero; até que sejam melados pela ardência dos maus tratos, da mentira, dos juízos, e de outros males.

 

Ora, essa ilusão de Clube de Deus acabou para você; e, agora, sua alma quer Deus mesmo!

 

Todavia, a maioria também associa o espírito de clube ao espírito de Deus. E, assim, quando acaba a ilusão fraternalista, fica essa coisa oca, vazia, e sem sentido...

 

Música Gospel?

 

Ora, só a suporta quem faz parte da patota do engano; pois, do contrário, quando se sabe o que rola nos bastidores; e quando acaba a graça dos encontros de fantasia fraterna, o que sobra é o mau gosto das coisas em si.

 

Deus não tem nada a ver com Musica Gospel. Ele nem sabe o que é isso!

 

Naquele dia Ele dirá: Nunca ouvi musica Gospel!

 

Esse negócio todo é uma grande industria. Sim! É uma Hollywood cristã; cheia de ídolos e de fantasias!

 

Jesus deve ter cantado algumas vezes. Mas a única vez que se diz nos evangelhos (Marcos) que Ele cantou, foi a caminho do Getsêmani.

 

O canto é a poesia com a qual se vive a vida para Deus e os homens!

 

Assim, digo:

 

Seu vazio é de natureza psicológica e cultural.

 

A dimensão psicológica é a do clube e da falta que sua alma, condicionada a ele (ao clube), sente agora...

 

E a dimensão cultural tem a ver com o fato que, tendo sido do clube, e, nele, não tendo permissão para qualquer outra atividade humana que não fossem as dele, agora, sem isso, você não sabe nem mesmo mais que música ouvir...

 

Nesse clube ninguém dança a musica da vida, mas apenas a da batuta do maestro do engano!

 

Parece bobagem mais a pessoa fica abobalhada mesmo!

 

O que você tem de fazer?

 

Ora, primeiramente você precisa saber que seu vazio é psicológico. Sim! Você sente a dor dos amputados. Não é verdade, mas está ali; como se algo ainda existisse; embora a mente saiba que já não existe mais...  

 

A segunda coisa é saber que sua relação com Deus é sua; e não depende de ninguém; e nem de clubes supostamente de Deus. Deus não é o Presidente desse clube brega e dessa associação de almas frágeis e incapazes de pensar; e de crer Nele; pois, Dele só conhecem o soletrar do nome J-e-s-u-s. E nada mais...

 

A terceira coisa é passar a ler os Evangelhos. Sim! Você mesma. Todos eles. De cabo a rabo. De ponta a ponta. E tomando posse de tudo para você; sem a necessidade de nenhuma intervenção humana.

 

Além disso, entre no seu quarto, feche a porta, e fale com o Pai que vê em secreto; e o Pai falará de amor com você.

 

Creia. É simples assim. E é isto que a religião não quer que as pessoas saibam; pois, no dia em que souberem, os gestores do clube religioso perderão seu poder de engano e manipulação.

 

Por isto, eles dão tanta ênfase à freqüência ao clube; chegando mesmo a dizer que Deus e o clube são uma coisa só; e que a salvação e a freqüência ao clube são interligadas.

 

Tudo mentira. Mentira do diabo. Engano do Inferno. Estelionato contra Deus e contra o Evangelho!

 

É importante se “congregar”; e, tanto mais quanto vejamos “que o Dia se aproxima” — conforme nos diz a Carta aos Hebreus.

 

Entretanto, isso é feito não como condição sine qua non para nada celestial, mas apenas para o nosso conforto e fortalecimento na fé e na esperança.

 

Entretanto, se você, ao freqüentar, ao invés de se fortalecer na fé, descobre que vai perdendo a fé e mergulhando no cinismo e na raiva; isso quando não sucumbe à manipulação e se entrega ao engano tornado-se parte dele — então, que bem faz freqüentar aquilo que apenas vem para matar, roubar e destruir?  

 

Minhas sugestões são simples, porém eficazes. Faça o que lhe disse acima. E mais: diga-me onde mora, e, havendo algum grupo bom aí perto de você, indicarei você a esses amigos de jornada.

 

Enquanto isto, leia o site todo. Sim! Vá lendo e lendo... Ao final, como milhares poderão testemunhar a você, sua alma estará restaurada pela Palavra do Evangelho!

 

Ouça também a rádio do site. Milhares têm feito isto e dão testemunho das mudanças espirituais que experimentaram.

 

Agora, deixe de ser idolatra de homens e de clubes supostamente de Deus, e mergulhe, como adulta, em Deus mesmo!

 

Deixe essas “bóias” de lado e saia nadando no mar da Graça!

 

Invoque ao Senhor e Ele a acudirá!

 

Posso não saber muito, mas isso eu sei até morto. Aliás, se morrer, saberei ainda mais...

 

Receba meu carinho!

 

Nele, que está conosco; e que não depende de sacerdotes para falar com a gente,

 

 

Caio

 

24/02/07

Lago Norte

Brasília