Português | English

Cartas

Estou sozinho na Favela!

Estou sozinho na Favela!

-----Original Message----- From: Pastor na Favela Sent: quarta-feira, 13 de agosto de 2003 To: Pastor Caio Fábio Subject: Estou sozinho na Favela! Meu amado Pastor Caio Fábio: Estou em crise. Há sete anos estou pregando numa Favela de São Paulo... O problema é que, após sete longos anos de dedicação, pregando e ensinando-lhes as sagradas Letras, chego a conclusão de que não valeu a pena... Eles continuam distantes de Deus, nas suas vidinhas vazias, sem objetivo, sem paz, sem caráter, sem perfume, sem unção, sem garra, sem pegada, sem nada... Eu não sei onde falhei! Tudo que sabia, e o que vim aprendendo durante a caminhada, investi neles! Dei amor, compreensão, ombro, comida, parcerias—que nem sempre eles entendiam—, família, seio, bojo, chão para os seus sonhos senis; olha, acho que dei quase tudo que podia dar... Minhas mensagens eles parecem que não entendem! Pasme: se falo sobre caráter eles não entendem, ou pelo menos não demonstram; se falo de perdão, muito menos; se falo de mudança de vida, aí é que a coisa fica feia! Eles preferem os "pula-pula", "subirem nos montes", "revirarem os olhos", "emitirem grunhidos como bichos", travestidos de velhos macumbeiros, marombeiros, fuleiros e etc. Por favor Pastor Caio, eu estou prestes a perder a batalha! Será que você tem ainda uma pequena bênção pra mim? *************************************************** Resposta: Meu amado: Paz! A batalha não é sua. Se for sua, você já perdeu. Você apenas proclama a Vitória de um Outro: a Vitória de Jesus! Você tem apenas a benção de ir porque quer; mas essa não deve ser um obrigação. E mais: não dê quase tudo, dê tudo! E mais: Não pregue as Sagradas Letras. Pregue a Palavra. Não pregue caráter. Pregue o amor de Deus. Não pregue o que você sabe. Pregue o que o Espírito revelar. Não pregue esperando resultados. Pregue crendo que Deus faz como lhe apraz. Não pregue com o reforço das boas obras. Pratique boas obras com o reforço da pregação. Não tente concertar a Favela. Apenas seja gente boa de Deus entre eles. Não demonstre superioridade no saber. Apenas saiba pra você. Não se preocupe com os macumbeiros, nem com o revirar de olhos... Proclame a libertação aos cativos, mas sem falar em macumba. Anuncia com autoridade a Graça de Deus. Nunca seja autoritário em nome de Deus. Semeie com amor. Você, a seu tempo, colherá. Nele, Caio